Nova Vida






A vida não tem manual, mas acabamos sabendo   qual o melhor jeito de se comporta em algumas situações. Seja porque lemos um livro de etiquetas que ensina a não cometer gafes, seja porque presenciamos situações similares ou mesmo porque tínhamos para quem perguntar como  se comportar em determinado momento. Mas há momentos que ninguém pode nos ajudar, que a gente tem que descobrir sozinha como se comportar, como lidar com todas as questões que aquele momento  implica.

Eu estou passando por um momento assim. Certa da decisão que tomei, porém incerta de como lidar com esta questão na vida cotidiana. Como contar para os outros? Deveria ter feito um comunicado geral? Ou continuar low profile?  Eu realmente não sei qual o jeito certo, estou tentando fazer o meu melhor, tentando não fazer auê de algo que, no fundo, não diz respeito a mais ninguém, mas que ao mesmo tempo é algo que não quero esconder de ninguém.  Mas percebi que sou boa de contar novidades ruins, pois  nunca fui de sair contando meus problemas para os outros. Como diz uma amiga minha, sou a pessoa mais fechada que ela já conheceu.  Por isso, amigos mais próximos, não fiquem chateados porque não comentei nada até agora.  Precisava do silêncio para  aprender a conviver com a minha nova situação. Tentar levar uma vida normal apesar de tudo.  Acho que estou conseguido, apesar de alguns momentos de fragilidade emocional enorme. 

Desde janeiro eu não vivo mais com o Wally.  Não vou aqui entrar em detalhes, pois são coisas de vida de casal que só dizem a respeito a nós dois. Mas cabe aqui dizer o mesmo que os astros de Hollywood dizem quando se separam: Diferenças irreconciliáveis!  Porque no fundo, nunca é uma coisa só que provoca o desgaste na relação. Enfim, a conta começou a ficar negativa, muito mais problemas que momentos bons.  Como não quero virar inimiga da pessoa com quem dividi 12 anos  de minha vida, o melhor caminho foi a separação.  Ainda tudo está bem recente.

Por isso que este blog aqui está parado. Sempre fiz questão de ser sincera por aqui. Meu blog sempre foi um blog sincero, um reflexo da minha vida. Mas nestes últimos meses eu não tinha condições de escrever. Como disse no começo, não queria sair contando pra todo mundo que me separei, não porque quisesse esconder, mas porque não queria ouvir comentários lamentosos ou questionamentos. Durante esta fase descobri que tenhos amigos que me apoiam 100% e os melhores primos do mundo. Sugarbaby e Daniel têm me apoiado muito também. Recebi demonstrações de carinho lindas, que me acalentaram o coração num momento tão complicado. Obrigada a todos que têm me ouvido nestes últimos meses. 

É isso.  



Comentários

  1. te amo , vc sempre pode contar comigo :*

    ResponderExcluir
  2. Amiga!! Um ENORME Abraço aqui de longe. Conte comigo!!!! Cris

    ResponderExcluir
  3. Realmente Patry te entendo!! Eu e o Mauricio estamos separados há um ano tb mas como somos sócios e as meninas são menores ainda, não conseguimos ainda desvincular o nosso dia a dia, tb não divulguei no face pelas mesmas razões q vc, pq a minha vida pessoal não diz respeito a ninguém!! Mas pode reparar q voltei a usar meu nome de solteira, e vamos em frente!! Vida nova pra nós! ;)

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. estamos por aqui. se cuida. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  6. Siga em frente....só isso....o dia a dia vai se ajeitando.....o importante é ser feliz e mudanças fazem parte dessa tentativa... Bjs mil Nati

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono