Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

Sessão de Cinema

Fim de semana passado eu fui dominada por uma preguiça monstro e mal saí de casa. Estava toda animada para ir ao cinema e fiquei só na enrolação e não fui.  Mas este fim de semana será diferente, já comprei os ingressos. Vou ao cinema no sábado e no domingo! Os filmes escolhidos são : "Rock of Ages" e "Total Recall".  
Comprei os ingressos sem sair do meu sofá, tudo rápido e prático. Há um tempão que eu só vou ao cinema já com os ingressos comprados. Ficou no passado o tempo em que eu ia para o cinema sem saber se conseguiria comprar o ingresso ou mesmo se encontraria um lugar bom para sentar. Perdia tanto tempo naquela época! Era fila para comprar ingresso e fila para entrar na sala de exibição. E tinha que chegar cedo para escapar de pegar lugar ruim, como a primeira fileira. Tudo muito complicado. Agora é uma beleza, nada de perda de tempo. Dá para chegar para a sessão uns 15 minutinhos antes sem preocupação. 
Para mim o mais importante de tudo isso é ter ingresso…

Wordament

Eu gosto das palavras. Palavras me encantam, algumas me encantam pela sonoridade outras pelo significado. Em geral eu sei lidar bem com elas, acho que consigo me expressar bem na maior parte do tempo. Além de gostar muito de ler e de escrever, eu gosto de brincar com as palavras. Sempre gostei de palavras cruzadas, de brincar de forca, de stop e qualquer outro jogo relacionado ao mundo da escrita. Assim, me apaixonei pelo joguinho de celular Wordament logo que joguei a primeira partida. Estou realmente viciada e determinada a melhorar o meu desempenho. 


O jogo é basicamente uma versão digital do Torto, que tinha nas revistas da Coquetel que eu comprava quando era adolescente. Eu adorava este passatempo, ficava um tempão tentando formar as palavras no meio daquelas letras misturadas. Geralmente eu encontrava mais palavras do que a revista dava como resposta. Eu era boa nisso.  No Wordamente o máximo de palavras que encontrei em uma partida foi 35.  Ainda preciso melhorar, pois ainda sof…

Apenas Um Desabafo

A palavra dita não tem volta. Não há como apagar o que se falou. Na internet é a mesma coisa, seja uma tuítada, um comentário no FB ou um post em um blog, no momento que o botão publicar foi clicado não há como cancelar a operação.  Mas pode-se apagar o que foi publicado, certo? Mais ou menos!  Você pode até apagar o que escreveu, mesmo que seja uns segundos depois da publicação, mas não adianta. Alguém com certeza leu e com certeza muitos mais vão ficar sabendo o que foi publicado.  Com a rapidez da internet ninguém pode.  Por isso eu sempre penso bem antes de publicar e/ou comentar qualquer coisa na rede.  
Ontem era um daqueles dias que eu poderia ter feito um baita desabafo por aqui e pelo Twitter e FB.  Mas fiquei só na vontade, fiquei tuitando  na minha mente. Preferi não publicar nada para não ter encheção de saco depois. Melhor assim.   
Tem horas que é difícil, que dá vontade de gritar para o mundo que a vida  cansa e decepciona. Claro que todo mundo já sabe disso e que vez ou …

O Gato e o Climatizador

Os gatos têm uma fama de serem os causadores de alergias e problemas respiratórios nos humanos. É praticamente uma verdade absoluta, que poucos costumam questionar. Geralmente só os donos de gatos vão contra a maré, pois sabem que o gato não é o culpado de tudo. Não negamos a existência de gente com alergia ao pêlo de gatos, mas não podemos aceitar que os gatos sejam colocados como vilões em um mundo tão cheio de poluição. 
Por isso foi uma grata surpresa me deparar com a nova propaganda da Consul. Na propaganda um gato fala que sempre é  o culpado quando alguém espirra e questiona sobre a poluição e ainda reclama que ele também sofre com isso, pois é sensível. Uma graça!  Eu como gateira fiquei encantada com a propaganda, afinal, é tão difícil ver alguém defender os gatos na mídia.  A Consul está de parabéns, fez uma propaganda simpática, que consegue mostrar muito bem as qualidades de seu produto, o climatizador de ambiente que vai livrar a cara do gato, pois mesmo com o gato em casa…

Novo Blog no Ar

Blog é um espaço onde cabe tudo. Há blogs  sobre  moda, beleza, política, filmes, músicas, pessoas, quadrinhos, enfim, sobre tudo!  Agora há um blog novinho em folha que é sobre uma história de amor, um blog que tem como missão ajudar um casal ficar juntos, geograficamente falando.  Um casal que a internet uniu, mas que ainda enfrenta dificuldades para viver este amor, pois cada um vive em um país. Ela aqui e ele na África do Sul. 

O blog é da minha amiga Patty, nos conhecemos há uns 10 anos no Yahoo Games. Estávamos lá jogando e de repente começamos a conversar e pronto, viramos  amigas de verdade.  Ela criou o blog  Destino: África do Sul para conseguir dinheiro para ajudá-la a ir morar com o Virgílio, seu amor e pai do seu filho.  No blog ela está colando à venda roupas, bolsas e afins.  Todas peças são dela e estão em perfeito estado, algumas novinhas em folha, sem uso. 




Este é o link do blog :http://destinoafricadosul.blogspot.com.br/


No blog, além das peças à venda, Patty escreve t…

Mais Um Pra Coleção

O jeito de ouvir música mudou há tempos, hoje um montão de músicas cabe em um player minúsculo. As músicas podem ser compradas eletronicamente, ninguém mais precisa comprar um CD. Tudo bem mais simples e prático. Mesmo assim eu ainda sou das antigas, gosto de ter um CD em minhas mãos, colocar o disco pra tocar, ler o encarte e guardar o CD na minha estante.  É sempre empolgante abrir uma caixinha de CD pela primeira vez.  Por isso fiz questão de comprar o CD  "All My Life" do Viper, mesmo sem conhecer as músicas. É praticamente impossível encontrar um CD deles para vender, na época em que decidi ir aoshow, eu baixei as músicas dos álbuns que faziam parte do setlist para poder conhecê-las.  Fiquei meio chateada com isso, pois gostei muito das músicas e queria comprar os álbuns. Então quando soube que havia um lote de CDs  do Viper à venda, comprei sem pensar duas vezes.   Ao menos agora tenho um CD deles.  
Quando eu coloquei o CD para tocar fiquei com um certo medinho, pois n…

Problemas Felinos

Gatos são bichos limpinhos, que sempre fazem xixi e cocô na caixa de areia. Para mim isto sempre foi verdade absoluta, pois nunca tive problemas com gatos fazendo as necessidades fora da caixinha de areia. Até o  mês passado. Alguém tem que explicar para a Nena que ela é uma gata e que tem que usar a caixa de areia para fazer cocô e não meus tapetes ou a minha cama. Não sei o que acontece, mas  a cena terrível de me deparar com um cocô fora do lugar vem se repetindo com uma frequência desanimadora.  Eu tinha conseguido inibir a gata de fazer nos tapetes, tirei o tapetinho da cozinha e o tapete que tenho num dos quartos eu o mantenho sempre cheio de coisas, assim ela não tem espaço para aprontar. Tática funcionando muito bem até ontem, quando ela aprontou na minha cama. Foi uma cena chocante, me bateu um desânimo total. Uma mistura de raiva, vontade de chorar, preocupação com a gata e vontade de mandá-la pra longe.  Fiquei bem chateada com isso ontem.   Não briguei com a Nena, simplesm…

Total Recall - 1990

Há um tempão  eu tinha uma lista de todos os filmes que eu já tinha visto. A lista era feita em um caderno e eu colocava estrelinhas ao lado dos títulos, para sinalizar qual filme eu tinha gostado e qual eu tinha achado uma droga.  Um dos filmes da minha listinha que tinha 6 estrelinhas, o que significava que eu tinha gostado muuuuuito, era "Total Recall", filme de 1990, estrelado por Arnold Schwarzenegger e Sharon Stone. Eu assisti a este filme algumas vezes, sempre na TV, eu alugava  direto a fita de vídeo do filme. O que me fascinava no filme era não saber exatamente o que tinha acontecido. O roteiro é bem construído, Douglas Quaid (Arnold) é um pacato cidadão de um futuro não muito distante, que tem como sonho viajar para Marte. Mas ele não tem como pagar a viagem, que naquele tempo já é viável, mas ainda é cara. Então ele recorre aos serviços de uma empresa que cria lembranças falsas, onde o cliente escolhe que tipo de experiência deseja 'vivenciar' e então rece…

Kid Abelha

A noite de sábado foi nostálgica, foi uma noite para curtir as músicas que fizeram parte da trilha sonora da minha adolescência. Me emocionei mais do que esperava e descobri que ainda sei todas as letras as músicas do Kid Abelha de cor!  
O show é uma celebração dos 30 anos da banda, com repertório baseado nos sucessos mais antigos, tocou uma ou outra música mais recente, ainda bem, pois todo mundo queria mesmo era ouvir as músicas antigas. Público ficava eufórico quando reconhecia as músicas logo nos primeiros acordes. Com certeza eu não fui a única a me emocionar no Credicard Hall. 
Este foi o segundo show que fui do Kid Abelha. O primeiro show foi no clube Círculo Militar nos anos 80, Paula Toller era bem mocinha e  fazia o estilo moleque, cabelos  castanhos ainda e bem curtos, calça jeans e tênis nos pés.  Lembro que curti muito, foi um show bem especial. O visual da Paula Toller mudou muito de lá para cá, hoje ela está muito mais linda. O tempo só fez bem para ela. Os meninos da ba…

Perhaps, Perhaps, Perhaps.

Eu sempre estou com alguma música na cabeça. Parece que até tenho um rádio ligado na cabeça e ele nunca desliga. Acho isso bem curioso e gosto. Só não gosto quando fico com alguma música que eu odeio na cabeça, o que acontece algumas vezes.  Realmente eu não tenho controle algum sobre o sintonizador que está em minha mente. Nunca sei em que música ele vai parar.  É bem aleatório, mas em geral as músicas são as que tenho contato no dia a dia, seja porque eu gosto ou porque a música vive tocando no rádio ou na TV.  Mas hoje foi diferente. Acordei com um bolero na cabeça! Com vontade de escutar a música e de dançar ao som dela.  Passei o dia dando rodopios mentais por um salão de dança ao som de "Perhaps Perharps Perhaps" na voz de Doris Day.  
Matei a vontade de  escutar a música, aliás, ela está tocando enquanto eu escrevo estas letrinhas.  A vontade de dançar é mais complicada, pois bolero se dança à dois e o meu amor não é do tipo de homem que gosta de dançar. Assim vou fica…

Happy Birthday, Madonna!

Hoje é o aniversário da minha cantora preferida. Sou fã da Madonna desde os meus 14 anos, lá nos idos de 1985. Eu na sétima série e Madonna em início de carreira, já se firmando como um grande sucesso mundial. O tempo foi passando e eu fui colecionando os discos delas, que depois foram virando CDs. Tanto tempo depois eu ainda continuo fã dela, admiradora dela como cantora e como pessoa. Ela é fantástica.  
O vídeo que posto hoje aqui é o da minha mais nova música preferida dela : "Turn Up The Radio". Fiquei apaixondada pela música desde a primeira vez que escutei.  Entrou para a minha lista de preferidas de sempre. Realmente fico entusiasmada ao perceber que ela ainda faz músicas que me conquistam e me emocionam. O tempo passou, mas ela continua fazendo música boa. Sim, ela vai se adaptando aos ritmos de cada época, para conquistar novos fãs, o que faz muito bem, mas não deixa que seu estilo e força se perca. Ela mantém sua marca nas músicas.  Claro que tem muita música dela …

Em Casa

O capítulo de ontem de "Tapas & Beijos" começou com a Vani, ooops, Fátima reclamando do marido.  Ela  reclamava que quando chega em casa, só dá de cara com o Armani de pijama, largado no sofá vendo TV! E que ela achava que estava casada com um velho e que ele nunca se arrumava pra ela.  Neste momento minha risada alternou entre a risada boa, porque acena foi  bem engraçada, e um riso nervoso.  Eu queria sumir, pois ontem, quando Wally chegou em casa, deu de cara comigo de pijama  e deitada no sofá assistindo um capítulo de "Gabriela". Pensei, eu sou como Armani, credo! Claro que Wally tava morrendo de rir com tudo isso porque também se ligou na coincidência. 
Isso tudo me fez pensar na difícil equação de morar com o ser amado. Eu me sinto bem à vontade aqui no meu apê, é o meu lar. Assim, chego do trabalho e coloco a roupa mais confortável que tiver no momento, sem me ligar se a blusa combina com a calça e vice-versa. Quero me sentir relaxada e só. Mas aí isso m…

Envidraçado

Parecia que eu estava em uma casa de vidro. Vidros para todos os lados, eu olhava para cima e via o céu, que no dia de ontem estava lindo.  Foi uma experiência sensorial a minha primeira visita ao shopping Jk Iguatemi, o mais novo da capital paulista.  Eu estava bem curiosa para conhecê-lo, então aproveitei a minha folga de ontem para passear por lá. Fui com a mamãe e a Sugarbaby que, como eu, ainda não conheciam o shopping. 


O shopping fica bem perto do shopping Vila Olímpia, bem pertinho de Moema. É um shopping para classe AAA, lojas de marcas estrangeiras povoam os corredores do shopping. Vitrines lindas, uma festa para os olhos, mas um belo susto quando a gente presta atenção nos preços. Realmente eu não faço parte deste mundo dos ricos, assim me contentei em apreciar as lindas roupas, jóias, sapatos e perfumes que estavam nas vitrines. Há algumas lojas 'normais' como Zara, Ponto Frio e Luigi Bertolli, o que me surpreendeu, não pensei que eu pudesse encontrar lá alguma loja…

Jogos Olímpicos

Os jogos olímpicos de Londres mal acabaram e eu já estou com saudades.  Gosto muito da época da olimpíada, assisto ao máximo de competições possível, mesmo aquelas que eu mal entendo o que está acontecendo, de esportes que são desconhecidos para mim. Gosto de ver os atletas, gosto de ver a emoção ao vencer. É lindo!  E chego a torcer para atletas de outros países, não só os brasileiros.  Se bem que desta vez alguns brasileiros não mereceram torcida alguma, fiquei com a impressão que alguns foram apenas fazer turismo olímpico. Mas deixa estes manés para lá. Prefiro escrever sobre a linda festa de encerramento. 


A festa de encerramento teve a mesma concepção da festa de abertura, foi uma celebração à música pop britânica.  Linda e emocionante. Acho que quem não é tão ligado em música não deve ter achado nada de mais, mas para mim foi especial. Tanto na abertura como no encerramento,  tocaram músicas que marcaram a minha vida.  A música britânica realmente é parte integrante da minha vida…

Impactante

Fazia muito tempo que uma novela não me chocava. Gabriela tem conseguido esta façanha. Não pensem que é por causa das cenas de sexo, que aliás são bem inocentes perto das cenas de sexo dos seriados da HBO. O que me choca é o comportamento dos homens da novela. É de dar nojo a maneira que eles tratam as mulheres.  Salvo raras exceções, todos os personagens exergam as mulheres como seres  que existem apenas para     satisfazer suas vontades, ou como diz o coronel Jesuíno, para serem usadas por eles. Eles respeitam apenas a mãe e as mulheres dos outros coronéis, afinal, não querem morrer. Porque ali tudo é resolvido na bala.  Com suas mulheres são secos, brutos, as tratam desprezo ou as fazem de idiota descaradamente. Mulher serve para fazer filho e aliviar as necessidades de macho dos maridos. Nada mais. Uma sociedade machista e nojenta. 
Mas não só os homens me chocam, as igrejeiras também são terríveis, gente da pior espécie, elas vivem rezando, mas são incapazes de praticarem uma boa …

Lindo e Colorido

Ter uma irmã criativa e com muito talento para criar coisas lindas é bem bacana, pois eu acabo sendo a beta-tester das criações dela. Seja para dar um palpite ou mesmo para  testar/usar  alguma coisa que ela fez.  Assim fico sempre cheia de novidades lindas por aqui.  A última é este case para celular.


Pela primeira vez  Sugarbaby está se aventurando pelo mundo das costuras. Ela sempre trabalhou com papéis, fazendo origamis, agora ela comprou uma máquina de costura e resolveu criar cases para o celulares, tablets e afins.  A primeira peça desta nova linha de produção foi este case feito de algodão para patchwork. 
Ficou lindo! Eu adorei. Agora o meu celular sempre ficar neste case quando estou em casa. Fica protegido e ainda enfeita a minha sala.
Espero que este seja apenas o começo de coisas lindas que a Sugarbaby vai fazer com a máquina de costura.

Noveleira sim, alienada não!

Eu sou noveleira. Gosto de ver novelas, novelas da TV Globo, pois é a emissora brasileira que sabe fazer novela boa. As outras tentam, às vezes até conseguem, como extinta TV Manchete ou mesmo o SBT, que fizeram novelas dignas do padrão globo de qualidade. O fato de eu assistir às novelas não me faz uma pessoa alienada, burra ou muito  menos alguém que tem a mente controlada pelo sinal  diabólico da TV. Burro para mim é quem dá à televisão ou a uma novela mais poder que ela tem. E me dá uma raiva enorme quando eu me deparo com gente assim ou com manifestações de teorias conspiratórias  a respeito do sucesso da novela das 9.  Isso anda acontecendo com uma frequência irritante internet a fora. Eu prefiro não dar pitacos nas postagens de Facebook, Twitter e afins. Não tenho paciência para polêmicas  em timelines, ainda mais quando eu sei que quem posta coisas assim não sabe lidar com uma opinião diferente e vai partir para a agressão pura e simples.  Assim, prefiro ficar no meu canto e i…

Churros Caseiros

Churros, para mim, sempre foi o tipo de coisa que se come fora de casa. Seja como sobremesa em restaurante, comprado na padaria ou mesmo no carrinho de churros. Nunca vislumbrei a possibilidade de comer churros feito em casa.  Por isso achei bem estranho quando Wally começou com a idéia de fazer churros, cheguei a pensar que era apenas uma idéia que cairia no esquecimento depois de um tempo. Mas que nada! Ele falava sério, tanto que encomendou para Gaby uma churreira. Ela trouxe a encomenda da Argentina e ontem Wally testou a novidade.
Como toda receita feita pela primeira vez, houve um certo receio de sair algo errado. Mas deu tudo certo e ficou uma delícia!  A receita rendeu bastante, uns 10 churros grandes. Para deixar tudo mais gostoso, comemos com sorvete de creme, calda de chocolate e Wally ainda colocou no prato dele dulce de leche argentino.  Uma sobremesa perfeita! 
A  foto dos churros fez um sucesso enorme no Facebook, todo mundo querendo experimentar. Acho que teremos que faz…

A Chance

Vivemos em um país  que  a corrupção é comum, seja na política ou mesmo no dia a dia. Muitas vezes as pessoas nem percebem que o tal jeitinho brasileiro para se resolver as coisas, não passa de uma modalidade de corrupção.  Uma regra está sendo quebrada e alguém está sendo favorecido ou prejudicado para que a pessoa consiga o que quer sem seguir as vias normais. Seja para  abreviar o tempo de um trâmite burocrático ou pagar meia-entrada no cinema com uma carteirinha de estudante falsificada, a pessoa acaba fazendo uso de uma prática nada ética. É errado. Não há como aceitar que uma prática desta tipo seja considerada normal.  Dizer que todo mundo faz também não é argumento. Infelizmente é isso que eu vejo diariamente, pessoas burlando regras para benefício próprio e não vendo nenhum problema nisso. Precisamos mudar esta mentalidade e estamos em um momento que isso pode começar a acontecer.
Começou no Supremo Tribunal Federal o julgamento do Mensalão e agora o Brasil tem a chance de mos…

Kevin, a chinchila

Animais fofinhos sempre derreteram o meu coração. Sou louca por gatinhos, coelhinhos, koalas, ursinhos e mais um montão de bichos fofinhos que existe por aí.  Mas nunca fui encantada por chinchilas, achava apenas um bicho bonitinho, mas nunca me derreti por uma.  Mas isso foi até alguns dias atrás, quando eu descobri que o índice de fofura de uma chinchila é enorme. 
Esta semana fui com a Sugarbaby  e mamãe cuidar dos bichos do meu primo Marcelo, que viajou para o enterro de seu pai. Então fomos  cuidar da Nina, uma poodle branca muito linda  e do Kevin, a chinchila. Cuidar da Nina não teve mistério, afinal eu já tive cachorros e sei o que fazer. Agora, cuidar de uma chinchila foi uma aventura. Eu nem imaginava o que ela comia (come ração e frutas secas!) e nem  sabia como limpar a gaiola. Fiquei comedo de fazer algo errado, pois a chinchila parece ser um bicho bem delicado. Mas tudo correu bem, pois a Nayara, a 'mãe' desta duplinha, explicou tudo para a Sugarbaby. 
Meu primeiro…

Emoções Fortes

O mês de julho foi intenso. Foi extremo, não teve meio termo. Aconteceram coisas muito ruins e coisas maravilhosas. Quase tudo ao mesmo tempo. Foi uma montanha-russa emocional de tirar o fôlego. Foi muito estranho me sentir extremamente feliz  tendo no coração a tristeza imensa pela morte do meu padrinho.  Mas a vida me provou que estes sentimentos tão opostos podem coexistir. Mas a tristeza consegue ser mais forte, quando a euforia da alegria passava, a tristeza voltava com tudo. Não quis fica chorando pelos cantos, confesso que estou fugindo da tristeza, até que estou conseguindo. Mas na semana passada não teve jeito, novamente algo muito ruim aconteceu. Outro tio faleceu, irmão do meu pai e do meu padrinho. Foi um baque tremendo para todos nós, duas perdas na família em menos de um mês.  E tudo o que eu senti no começo do mês passado veio à tona com força total. Complicado lidar com tantas perdas, ver que minha família está diminuindo, que pessoas que fizeram parte da minha vida de…