Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

Sem stress

Terça-feira foi um dia que tudo deu errado. Já comecei o dia passando uns 40 minutos no ponto de ônibus. Esta espera já me deixou nervosa, afinal era um grande indício que eu me atrasaria para o trabalho. Sou muito cri-cri com horários e, mesmo sabendo que o atraso não é minha culpa, eu fico nervosa e com raiva. Ônibus passou, trânsito estava bem ruim e tive que andar bem rápido do ponto até o trabalho. Bati o cartão exatos 2 minutos antes do meu horário. Assim, comecei a trabalhar na correria, toda atrapalhada e isso deixou meu dia de trabalho péssimo. Resultado, estressei feio feio. Um horror. Odeio quando isso me acontece, odeio me deixar levar pelo stress.  Por isso  ontem acordei com o firme propósito de não me estressar, não importasse o que acontecesse. E deu certo. Tive um dia leve, apesar de ter trabalhado muito. O fato de estar já decidida para ter um dia bom e manter o astral positivo ajuda muito. Eu acredito que quando a gente está nervosa e cheia de pensamentos ruins acab…

Colorido

Gosto de cor, gosto de ambientes coloridos, fujo de coisas com cores  sem sal. A cor dá alegria ao dia a dia, mesmo estando em coisas tão simples como um guardanapo de papel. Sempre que encontro no supermercado eu compro os guardanapos coloridos. Acho os branquinhos muito sem graça, só os compro quando não acho os coloridos. Uma época havia mais variedade de cores, mas agora tenho encontrado apenas amarelo e azul. É fato  que  na hora da compra muitas vezes a cor do produto acaba sendo determinante para a minha escolha, como por exemplo os sabonetes líquidos que possuem embalagens transparentes. Escolho pela cor e não pelo perfume do sabonete! Claro que isso já me causou alguns desconfortos, já me deparei na hora do banho com um sabonete que odiei o perfume. Mas só experimentando para saber, né? 
Mesmo tendo fraqueza para o apelo estético dos produtos em geral, tem coisas que acho completamente exageradas e sem sentido. Outro dia veio em uma revista uma amostra de absorvente cuja  melh…

Ração tamanho família

Quando Nena veio morar com a gente não pensei que fosse impactar  muito o gasto com a ração. Pensava que o que seria mais afetado com a nova moradora seria o gasto com a areia, afinal  tive que colocar uma caixa de areia extra. O aumento do gasto com a areia sanitária foi sentido desde os primeiros dias que ela estava aqui. Com a ração demorou um pouco para eu notar que com 3 gatos não dava para continuar ração no mesmo ritmo que antes. Na era pré-Nena eu fazia compra de ração  a cada dois meses em média e comprava os pacotes menores, de 2 kg. Ela chegou e os sacos de ração começaram a esvaziar com uma velocidade nunca antes vista. A compra passou a ser mensal e mesmo assim chegava ao final do mês praticamente não tinha mais nada. Não que a Nena tenha um apetite de um pastor alemão, mas a presença dela aqui mudou a rotina do Frodo e Sam. Antes eles levavam a vidinha deles na calmaria, com algum agito vez ou outra. Agora Nena faz os dois se mexerem muito mais. A gatinha tem uma energia…

Expomusic

Sou amante de música, mas não sei tocar instrumento algum, assim, uma feira como a Expomusic passaria despercebida por mim. Mas agora que estou casada com um baterista, estou conhecendo um mundo novo. Nunca pensei que uma bateria poderia ter tantas configurações, tantas sonoridades diferentes. E por causa dos estudos de bateria do Wally q fui parar na Expomusic no sábado. Adorei. Primeiro porque a feira foi realizada num espaço com uma infra-estrutura muito boa. O Expo Center Norte foi reformado e ficou moderno e muito bonito. Fazia séculos que eu não ia em um evento lá, e as minhas lembranças anteriores não eram lá muito boas. Foi uma ótima surpresa. O evento em si também estava bem organizado, fiquei espantada com a praça de alimentação. Em geral, em feiras assim, a área destinada à alimentação é improvisada e só com opções de comida de qualidade duvidosa. Neste caso tinha até comida de verdade! A feira em si foi muito boa e bem abrangente. Além dos óbvios stands de instrumentos mus…

Destino dos sonhos

Esta semana comentei com Wally que fazia um tempo que  não participava em algum concurso de frase, que precisava arranjar algum para ganhar alguma coisinha. Ano passado passei por uma fase bem inspirada e ganhei alguns prêmios através de frases, comoeste, este e este. Ontem então fiquei sabendo de um concurso da KLM que envolve frases, sonhos e passagens aéreas. E o melhor de tudo isso é o jeito em que fiquei sabendo do concurso. A Cris me contou que ela ganhou 2 passagens no concurso esta semana e que eu tinha parte nisso! A minha participação nesta notícia tão incrível foi simplesmente ter postado aqui no blog sobre as etiquetas grátis oferecidas pelo site da KLM na semana passada. Ela foi lá fazer as etiquetas e fuçando no site descobriu a promoção das passagens. Se inscreveu e ontem descobriu que ganhou 2 passagens para a Ilha de Curaçao!!! Eu fiquei tão contente com a novidade!!! Ela está muito empolgada  com o prêmio. 
O concurso é através da página da KLM  no Facebook. Sim, prec…

Inevitável

"...Avassalador, chega sem avisar, toma de assalto, atropela, vela de incendiar, arrebatador..." 
Estes versos estão rodeando a minha cabeça há dias. Alguns podem dizer que a razão é óbvia, afinal é a letra da música de abertura da novela das 8,  que eu assisto todo santo dia. Mas não é só isso, pela primeira vez prestei atenção no que o Lenine canta. E a letra é de uma verdade imensa. Fala de amor e fala de como este sentimento nos toma de assalto. Sem que a gente queira ou mesmo permita.  O amor chega e pronto. Ele não nos pergunta se é o momento certo ou até mesmo se é a pessoa certa. Apenas acontece. O amor é inevitável. Não há como evitar que ele aconteça. Em geral quando a gente se dá conta já é tarde demais, o sentimento já é forte e nos domina. Não tem como fingir que nada acontece. Claro que a decisão do que será fará com o sentimento é nossa. Se vamos nos deixar levar pelo sentimento ou decidir que realmente não é o momento para aquilo e tentar fingir que nada acont…

Boa de briga

Preciso aprender a brigar. Não no sentido físico, não tenho a intenção de sair distribuindo socos e chutes por aí. Nem teria condição física de bater em ninguém. Preciso é aprender a dizer que não gosto de algo na hora que tudo acontece, na hora em que fico chateada. Na hora que tudo acontece eu tento não ligar, tento fingir que nada aconteceu, tudo isso porque sempre quero evitar brigas. Mas no fim das contas esta minha atitude só piora as coisas, pois fico remoendo aquilo que me incomodou e, inevitavelmente, vou acabar falando, reclamando. Assim eu apenas consigo adiar um desentendimento que poderia ter sido resolvido na mesma hora. Por tentar evitar um atrito, fico sofrendo e no fim das contas não consigo relevar o acontecido e acabo piorando tudo. Queria mesmo era ser uma pessoa mais despachada, daquelas que não engolem sapos e dizem tudo na cara. Tenho a impressão que pessoas assim sofrem menos, pois não ficam guardando mágoa dentro de si, aparentemente não.  Ao mesmo tempo tenho…

Tranquilidade

Sábado e domingo praticamente não saí de casa. Precisava de sossego e decidi que seria um fim de semana para descansar o corpo e desconectar a mente da vida agitada. Para muitos isso pode significar perder o fim de semana, afinal não fiz nada relevante. Nem cineminha, nem balada ou passeios no shopping. Só saí para almoçar fora no sábado e para ir ao supermercado no domingo. O resto do tempo passei em meu apartamento, com o Wally e os gatos. Eu mesma já considerei alguns finais de semana perdidos por não ter "aproveitado" os dias de folga. Mas o que adianta sair por aí e chegar na segunda-feira morta de cansaço? Esta crença de que para se aproveitar os dias de folga tem que se fazer muita coisa é danosa. Ficamos tentando preencher nossa agenda ao máximo e no final das contas nem curtimos muito. Estes dias de hoje onde tudo acontece ao mesmo tempo e tudo é rápido faz a gente esquecer como é bom ficar em silêncio, tirar um cochilo no meio da tarde, ficar largada no sofá ouvind…

Vampiros

Ando novamente imersa no mundo vampiresco. Mas não é a realidade vampiresca água com açúcar de Crepúsculo, que ao mesmo tempo que me encantou, me cansou pelo fato do Edward ser praticamente um santo. Estou relembrando agora as emoções, dores, amores, prazeres e conflitos de um mundo onde os vampiros são retratados de maneira mais forte, sem meias palavras, sem tratá-los como anjinhos ou diabos. São seres ambíguos, que sofrem  e, ao mesmo tempo, se deleitam com a sua condição de imortais.  Estou relendo o livro " A Entrevista Com O Vampiro" da Anne Rice. O livro que deu início às Crônicas Vampirescas. Li este livro na década de 90. Na época não li na ordem correta, o primeiro livro que me caiu nas mãos foi "O Vampiro Lestat", o segundo livro das Crônicas Vampirescas. Hoje tenho certeza que li na ordem "certa", pois se tivesse lido primeiro a "Entrevista" não teria me envolvido tanto com Lestat, talvez nem tivesse terminado de ler o livro. Não que…

Dormindo em pé

A pilha acabou. Nesta semana já estava acabada de cansaço na terça-feira. Foi muito problema, muita coisa para fazer no trabalho. Assim cansaço foi acumulando e minha energia diminuindo. No momento estou apenas tecnicamente acordada. Saí da cama pois tenho que ir trabalhar daqui a pouco, mas estou feito um zumbi.  Hoje é dia que tenho que tomar cuidado para não dormir no bus, pois corro o risco de perder o ponto e acordar só no final da linha.  Seria trágico, pois o final da linha que pego é longe, muito longe.  Mas pelo menos hoje é sexta, o que significa que amanhã vou poder dormir até tarde. Ufa. 
Agora vou terminar de tomar a minha caneca de nescau e me arrumar para sair. Estou em marcha lenta, então é melhor me apressar, pois já sei que vou demorar séculos até estar pronta para sair. Mas tenho menos de uma hora para isso.  Fui. Bom fim de semana!

Etiquetando

Todo viajante sabe que sua mala tem que estar com etiqueta com seu nome, afinal perder a mala durante uma viagem de avião não é uma coisa tão rara assim. Difícil é encontrar etiquetas bacanas. Mas ontem encontrei uma e quando eu viajar terei uma mala com uma etiqueta linda de morrer.  A Dany que passou a dica do site da KLM.  A companhia aérea está oferecendo etiquetas gratuitas e personalizadas. É bem fácil. Você acessa este site :
http://baggagelabel.klm.com/first.aspx 
Então é só escolher a foto que deseja na sua etiqueta, foto sua ou escolher alguma da galeria do site, preencher seus dados, informar para onde deve ser enviada sua etique e pronto. É só esperar. Não me atentei ao tempo que demora o envio, mas sei que chegam sim. A Dany já recebeu as dela e adorou!  Estou ansiosa para receber as minhas. E espero que eu  tenha que usar logo uma etiqueta na mala! :)

BU

Há algumas semanas quebrei meu cartão do Bilhete Único. Foi sem querer, num movimento brusco para pegar o meu cartão no meio da muvuca do ônibus, acabei usando força demais e quando me dei conta ele estava se partindo em dois. Naquele momento me bateu um desespero. Fiquei com raiva de mim e só pensava no transtorno que seria fazer um novo cartão. Neste dia assim que cheguei em casa acessei o site da SPTrans para saber o que teria que fazer. No site pareceu tudo muito simples e rápido. Confesso que senti uma alegria meio desconfiada, afinal parecia ser bom demais que todo o processo fosse descomplicado. Mesmo sem botar fé segui todas as orientações e pedi minha segunda via pelo telefone, anotei o protocolo e esperei os 3 dias do prazo informado. E não é que tudo saiu como o esperado?  Realmente a SPTrans merece parabéns pela sua eficiência na emissão da segunda via do bilhete único. Foi rápido e prático. Eu tinha mais receio  ainda por este meu cartão ser vinculado com o meu vale-trans…

Tem gato na caixa

Tem dias que a rotina felina aqui em casa é como dos quadrinhos acima. Fica cada um em seu canto no maior sono. O canto de cada um varia muito. Pode ser na frente da tv (Caquinha),  na caminha laranja ( Frodo)   ou  na cadeira da mesa de jantar (Sam). Claro que tem hora que mudam completamente de lugar e resolvem dormir onde nunca dormiram antes. Assim sempre encontro um gato em algum lugar diferente.  Gosto destes dias de calmaria felina, é bom ter a casa sossegada de vez em quando. Pois com 3 gatos em casa, o sossego é cada vez mais raro. Mas em dias de muito frio ou  de muito calor, o sossego é garantido, pois eles só fazem dormir.



Gatos gostam de caixas de papelão. O gato do Simon adora. Os meus também. Gostei muito do clipe, mostra bem como um felino fica maluco por uma simples caixa de papelão.  Aqui sempre que aparece alguma caixa de papelão eu  a deixo alguns dias na sala para que os meus filhotes se deleitem com ela. Então quase sempre tem uma caixa de papelão em algum canto d…

DVD do Lost

Sexta-feira recebi uma notícia que achei surreal. Na verdade, acho que nunca vou deixar achar isso surreal.  Descobri que eu apareço nos extras doDVDda série Lost.  Sim, estou eu lá fazendo parte da história oficial do Lost, mais precisamento no box com todas as temporadas da série lançado no mês passado lá nos USA. Claro que eu sabia da existência da possibilidade de ter a minha presença no DVD, mas eu achava uma possibilidade muito remota. Quando soube que a possibilidade remota virou realidade fiquei muito contente.
Eu acabei no DVD do Lost por causa de uma festinha que aconteceu em fevereiro deste ano. Na época eu relatei tudo neste post.A festa foi uma renião de fãs do Lost que aconteceu na casa do Marcelo e o objetivo da festa era fazer um vídeo para enviar para os produtores de Lost e tentar fazer parte do DVD. Aquele dia foi muito legal e no final o nosso objetivo foi alcançado. A cena em que eu apareço é bem rápida, uns 2 segundos no máximo. Mas não importa, eu estou lá! Além …

Os livros da minha vida

Depois de muita enrolação resolvi me cadastrar no site Skoob.  ARenata já havia me falado neste site há séculos, mas a minha preguiça era maior que a curiosidade. Assim fui adiando. Recentemente Wallysoube de uma promoção do site que daria um IPad para os usuários registrados. Guardei o e-mail que ele havia me enviado. Mais uma vez a preguiça venceu. Mas quando vi o Wally acessando o Skoob achei muito bacana e fiquei até com raiva de mim por ter me deixado levar pela preguiça. Devia ter me inscrito logo quando a Renata comentou sobre o site pela primeira vez.  O Skoob é um site de relacionamento onde o assunto principal é a literatura. É um lugar onde o usuário monta uma estante virtual, colocando ali todos os livros que já passaram pela sua vida. A cada livro adicionado é possível indicar qual a edição lida, se gostou ou não do livro, se ele faz parte da sua lista de favoritos e se o livro é seu ou emprestado Além disso pode-se informar se já leu o título, se está lendo, relendo, se d…

Meu Malvado Favorito

As primeiras vezes que vi o trailer de "Meu Malvado Favorito" (USA - 2010) achei o desenho esquisito e só. Não me chamou a atenção. Mas quando eu vi um segundo trailer, onde a história era mostrada com um pouco mais de detalhe, fiquei muito curiosa. O segundo trailer é bom, mas não faz jus ao filme. O filme é muito divertido, meigo e com falas muito inspiradas. A história é simples e o filme conquista o espectador nas cenas, digamos, cotidianas dos personagens. Eu vi a versão dublada em Português, aliás a única versão em cartaz nos cinemas da cidade. A dublagem é um espetáculo à parte. A voz de Gru, o malvado fofo do título do filme, é muito engraçada. Ele fala com um leve sotaque alemão que dá às suas falas um charme único. Fica realmente cativante.  Quem fez a voz em Português foi o ator e comediante Leandro Hassum. Ele foi perfeito. Sua dublagem é mágica e encaixou com perfeição com a personagem. Gostei tanto que nem quero saber da dublagem original, para mim a voz de Gru…

Música de Brinquedo

Meu feriado foi animado com as novas músicas do Pato Fu. Segunda-feira voltei do trabalho e uma caixa da Saraiva estava me esperando. Eu tinha comprado o CD no sábado pelo site e estava muito ansiosa para ouvi-lo. Desde queouvi sobre a proposta deste álbum pela primeira vez fiquei muito curiosa. Afinal, era uma proposta bem inusitada, um disco onde a banda usou somente instrumentos de brinquedo para tocar as músicas. E eles conseguiram fazer um disco muito bacana, divertido e alto astral. "Música de Brinquedo" é composto por músicas de outros artistas em versões bem com a cara do Pato Fu. São 12 canções, sendo 7 brasileiras e as demais estrangeiras. Difícil dizer qual foi a música que mais gostei. Mas é fato que me emocionei muito ao ouvir "Pelo Interfone", sucesso de Ritchie nos anos 80. Não sabia que a música estava no disco, foi uma linda surpresa. Todas as músicas são cantadas pela Fernanda Takai, que divide os vocais com a Nina, filhinha dela de 6 anos e com m…

O tempo não pára!

E aqui estamos nós em setembro. O ano passou como um raio. Mais uma piscadela de olhos e já estarei comemorando meu aniversário. Outra piscada e estaremos comendo panetone e contando os minutos para 2011. E em dois mil e onze estarei pela primeira vez na minha vida preocupada com o meu aniversário. Nunca liguei para a idade. Se ligasse não teria me casado com um homem 6 anos mais novo que eu. Mas a proximidade dos 40 anda me assombrando. Quando penso nisso fico com os "entas" ecoando pela minha mente. Os trinta não me abalaram. Mas os quarenta estão me encucando. Não me preocupo com a questão da aparência, até porque acho que estou muito melhor hoje do que quando eu tinha 20 anos e ainda tenho cara de mocinha. Estou longe de virar uma coroa.  O que me perturba é que acho que a minha mentalidade ( ou seria espírito?) não condiz com todos estes anos de existência. Não me sinto uma mulher de quase 40 anos. Me sinto mais uma menina de 38. Tanto que no meu trabalho a grande maior…

Meio post.

Ontem tive que optar entre ir ao supermercado ou blogar. Claro que escolhi pelo carrinho cheio. Hoje é dia de faxina e faltavam itens essenciais. Assim umas 10 da noite estava no super fazendo compras.
E de manhã sem chance de blogar, pois estou entrando mais cedo no trabalho. Finalmente mudei de horário de trabalho. Viva! Logo conseguirei reorganizar minha rotina de mulher trabalhadora, dona de casa e blogueira, para entrar em sintonia com o meu novo fuso horário.

Hilda Furacão

Sempre lembrei com muito carinho da minissérie Hilda Furacão (Globo - 1998), foi uma história que me encantou e emocionou muito na época. Tanto que a minha vontade de revê-la acabava se confrontando com um certo receio de que a minha memória poderia ser um tanto condescendente com a minissérie e que, ao revê-la, eu pudesse constatar que o programa que tanto gostei não era tão bom assim. A mémoria pode nos iludir, maquiar a realidade, deixando as coisas do passado muito mais lindas do que realmente foram. Mas no caso da Hilda Furacão a minha memória foi fiel à realidade. Pude comprovar isso na semana passada. O Canal Viva começou a reprisar a minissérie e eu estou revendo a história da Hilda. Estou encantada e emocionada novamente. A história é envolvente, os cenários caprichados e os atores estão primorosos em seus papéis.  Uma produção impecável e apaixonante. 

Ana Paula Arósio é a protagonista e Rodrigo Santoro faz o seu par. Ele é o Frei Malthus, o menino criado para ser santo e que…