Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010

Bela enconomia

Comecei a evitar a fazer grandes compras no supermercado. Comecei a ir mais vezes e comprar tudo aos poucos. Foi um hábito que acabou tornando-se freqüente. Gastar menos tempo dentro do supermercado é o maior atrativo deste hábito, com poucas coisas na lista de compras, o circuito pelo mercado é bem mais curto. Mas esta prática se revelou um tanto atrapalhada, pois vez ou outra eu acabava esquecendo algo, não fazia a lista de compras tão atentamente quando eu ia fazer a compra do mês. Assim chegou um dia que quase houve um colapso de infra-estrutura no meu lar. Faltavam um monte de itens de limpeza e afins. O jeito foi respirar fundo e encarar uma ida demorada ao supermercado. Mas para meu espanto a grande compra não tomou mais que uma hora do meu tempo. Fui ao super em um horário diferente do usual e a diferença foi absurda. Em geral eu estava costumada a ir fazer as compras no fim de semane durante a tarde. Assim me deparava com supermercado lotado, grandes filas, gente atravancand…

Melissa

Semana passada Miss Oak publicou umas fotos de suas Melissas no Orkut. Me encantei com uma e elogiei. Dias depois eis que a tal Melissa estava aqui em meus pés. A Melissa que eu havia gostado estava à venda, como esta aqui ainda está, assim que fiquei sabendo resolvi comprá-la. É do jeito que eu gosto baixinha, vermelha, confortável, além de ser bem estilosa. Fazia séculos que eu não usava uma Melissa. Quando era criança eu tive algumas e amava. Depois que a Melissa voltou ao mercado com lançamentos lindos eu ainda não tinha experimentado. Miss Oak é uma especialista/viciada em Melissas e vez ou outra coloca alguns pares à venda. Para mim deu certinho, afinal calçamos o mesmo número e, além disso, sei que nela posso confiar 100%. Comprou , chegou. Se alguém gostar de alguma coisa do Baú Hype pode comprar sem medo. A blogueira aqui garante!



Quando abri a caixa, depois de tirar a Melissa, me deparei com um presentinho maravilhoso: um esmalte vermelho fosco! Eu nunca tinha visto um e…

Meu Knut

Gosto de entrar em lojas de brinquedos. Gosto de ver os brinquedos de hoje e de rever os brinquedos da minha época de infância. Um passeio por uma loja de brinquedos sempre me deixa sorrindo. Invarialvelmente eu busco pelo Gary (o "gato" do Bob Esponja), busca inglória pois nunca acho um boneco do Gary, só existem bonecos do Bob ou do Patrick. Gosto também de apertar os brinquedos barulhentos, às vezes me arrependo, pois alguns entram em looping e não param de fazer barulho, aí eu saio de fininho, com cara de não "fui eu". Claro que a seção das bonecas continua a me encantar, mas nada mais me encanta hoje do que a parte dos bichos de pelúcia. Fico encantada com a diversidade dos bichos, na minha época de criança só havia cachorrinho, ursinho ou gatinho. Hoje tem de tudo, de coruja, pinguim e até dragão de pelúcia! E um mais fofo e bom que apertar que o outro. Ontem durante um passeio em uma loja de brinquedo no Shopping Vila Olímpia me deparei com o ursinho da fo…

Altinha, eu?

É comum as pessoas falarem que não conseguem me imaginar bêbada ou que até seria bizarro me ver altinha. Umas morrem de curiosidade de me ver altinha. Outras até se espantam em saber que eu bebo bebida alcóolica, acham que eu fico só no refri ou no suquinho. Dizem que tenho cara de séria, de pessoa que não bebe. Eu gosto de beber de vez em quando, mas nunca fiz da bebida um ingrediente essencial para a minha diversão. Por isso são raras as pessoas que me viram altinha até hoje. Bebo mas sempre com moderação, quando percebo que estou ficando "flutuante" já manero ou mesmo páro de beber. Faço isso não para preservar a imagem de séria ou controlada, e sim porque não gosto de perder a consciência dos meus atos. Além de ter medo de dar vexame, é claro. Mas acho que nunca daria vexame, das vezes que passei da conta nada demais aconteceu. Eu fico até bobinha quando estou altinha, fico rindo e totalmente tonta. Dizem que os olhos ficam brilhando também, mas isso nunca comprovei, p…

Versões

Sou bem difícil de gostar da regravação de uma música que gosto, ainda mais de uma música que amo de paixão. Geralmente acho que o artista que fez a regravação matou a música. Raros são os casos em que me encanto com a regravação.Uma das músicas que fazem parte da playlist da minha vida é Wicked Game do Chris Isaak. Adoro a melodia, a letra, a voz dele e o clipe. Enfim, umas das músicas que considero perfeita. Sempre que escuto me emociono. E estes dias me deparei uma regravação desta canção. A música ganhou uma versão rock pesado. O que pode parecer bizarro resultou numa versão encantadoramente forte e envolvente.




Esta versão é do grupo finlandês Him. Eu não conhecia o grupo. Me encantei no primeiro instante que identifiquei os acordes da canção que tanto amo. A voz do vocalista me agradou muito, voz forte. E o clipe é bem bacana também. Agora tenho dois jeitos bem diferentes de curtir uma das músicas que mais gosto. :)



Tum tum tum

Sempre gostei de bateristas. Não sei exatamente quando isso começou ou qual a razão de eu sempre prestar atenção no cara que fica no fundo do palco. O primeiro baterista que me encantou fortemente foi o Roger Taylor do Queen. Eu era uma menina de uns 11 anos quando comecei a gostar do Queen e o Roger atraiu o meu olhar, fiquei fã dele. Desde então o encanto pelos bateristas só aumentou. Claro que que vez ou outra este encantamento saía do âmbito artístico e eu chegava a pensar como seria bacana namorar um baterista. Mas nunca aconteceu e eu já dava por encerrado este item na minha lista de desejos, afinal estando casada as chances de isso acontecer são nulas. Mas eu estava enganada. Muito enganada.



Eu de repente me vi casada com um baterista. Não, não mudei de marido não! Wally que está virando baterista e eu estou adorando esta história. Tudo começou por causa do Guitar Hero, ele descobriu que tinha muita facilidade em tocar a bateria do jogo e começou a se interessar por bateria pa…

Noite Agitada

Gatos são seres noturnos. Dormem boa parte do dia e ficam bem despertos durante a noite. Isso é uma complicação para quem convive com gatos e, principalmente, dorme com eles. Salvo exceções, como um gato dorminhoco além da conta ou as noites de inverno, dormir com gatos é garantia de noites agitadas e , em geral, mal dormidas. Pois eles não páram. Aqui em casa os meus filhotes dormem na minha cama quase sempre. Há noites que a situação fica complicada, que não tenho outro jeito a não ser sair da cama e colocar os dois para fora. Já aconteceu de os dois brigarem em cima da gente. Jeito bom de acordar no meio da noite , não? Dois gatos enormes se estranhando, numa luta frenética. Mesmo quando dormem direitinho com a gente, basta o dia amanhecer para se agitarem. Afinal querem ter o café da manhã logo! Assim, não importa se é dia de semana, domingo ou feriado, eles fazem questão de me acordar bem cedo e são insistentes nisso. Me cutucam, mordem o cabelo, miam, fazem bagunça, derruban…

Wally 3.3

Finalmente o post da festa de cumpleaños do Wally. Fotos by Marcelo Quiñónez.


A hora do parabéns foi bem animada. Afinal eram dois aniversariantes naquela noite, Wally e Leo.



O bolo de aniversário foi na verdade uma torta holandesa. Uma não, várias tortas! Wally caprichou na fartura e comprou logo 4 tortas mais um quindinzão! Resultado, passei a semana passada toda me empanturrando de doces! Uma delícia!


Esta torta holandesa é realmente deliciosa!



Eu bem pertinho do aniversariante. :)



Todo mundo estava bem contente naquela noite.



Muitas risadas, muita conversa boa.



Muita cerveja também!



O fotógrafo só apareceu em uma foto!



Saboreando a deliciosa torta.




Depois do bolo, Lambrusco.



E acabou! A festinha deixou boas recordações!

Equilíbrio

Um amigo veio comentar comigo que estava um tanto chateado com o namorado, pois achava que não estava recebendo muita atenção dele. Conversando percebi que o namorado não era o único culpado da situação, pois o meu amigo estava querendo mais atenção do que o outro moço estava disposto a dar. Me reconheci nas palavras do meu amigo, pois percebi que ele é como eu , carente e assim tem uma necessidade enorme de atenção do ser amado. A gente que é carente geralmente exagera nos mimos que faz para a pessoa amada e fica na expectativa de receber atenção semelhante, sejam telefonemas, emails, sms ou presentinhos. Mas isso sempre dá errado, pois o outro é diferente e tem necessidade de dar e receber atenção diferente da nossa. Não parece distante por mal, apenas é do jeito que é, demonstra o afeto da maneira que para ele é o ideal e o ideal dele muitas vezes é bem diferente do nosso. Assim é gerado um descompasso que poder gerar brigas se o carente não tomar as rédeas da situação e se contro…

Eclipse

Eu enrolei um pouco para começar a ler "Eclipse", pois estava um tanto traumatizada com a chatice de Bella em "Lua Nova", estava com receio que a situação poderia piorar e que o livro poderia ficar difícil para ler. Mas felizmente a Bella quando tem Edward por perto fica menos chata e até uma pessoa capaz de receber a simpatia do leitor. Claro que ela ainda tem suas chatices, mas neste livro ela tem até razão de ficar contrariada. Pois a menina está louca pelo Edward, querendo a todo custo transar com ele e Edward fica falando não, pois ele não quer transar com ela antes do casamento!!! Histórias envolvendo vampiros são surreais por si só, agora um história onde um vampiro se preocupa com a pureza de sua amada é absurdamente irreal. Pelo menos a autora reconhece isso e na voz de Bella critica o moralismo de Edward. Vampiros nunca foram bom moços, só Edward que é um poço de virtudes. Bom, em "Eclipse" Bella e Edward estão juntos o tempo todo e decididos …

No post today

Acordei tarde e a conexão tá + ou -. Volto amanhã.

Lancheira

Durante a semana eu não almoço. Não dá tempo, pois como a minha jornada de trabalho é de 6 horas, a pausa na hora do almoço é de 20 minutos, assim é impossível para mim comer comida de verdade neste pequeno intervalo de tempo. Eu sou bem lerda para comer, devo mastigar aquelas vezes todas que os médicos dizem que é o ideal. Sempre fui assim, nunca consegui comer rápido e das vezes que tentei passei mal. Refeição e pressa são coisas que não coexistem na minha vida. Assim optei por levar lanches para o trabalho acompanhados de um suco ou toddinho e afins. Antes esta situação era mais cruel, e a fome me atacava terrivelmente quando eu estava chegando em casa, mas agora tudo é melhorou, pois o tempo de pausa aumentou para 40 minutos fracionados em 3 pausas ( 10, 20, 10 ), assim durante as pausas pequenas eu petisco um pouco, como uma barrinha ou bolachas e com isso controlo bem a fome. Gostei muito destas novas pausas, que são uma exigência do Ministério do Trabalho para os turnos de 6 ho…

E a noite foi boa

Leo, Wally, o presente e Gui

A noite de sábado foi muito boa. Na verdade, o sábado todo foi bom, o dia de aniversário do Wally foi bem agitado e ele comemorou bastante a chegada de seus 33 anos. O churrasco na hora do almoço foi ótimo, comemos muito bem e nos divertimos também. E no final nos distraímos a tal ponto que esquecemos de fotografar a festinha. Mas a festa noturna foi bem fotografada, podem ficar tranquilos. O fotógrafo oficial do evento foi o Marcelo, que munido de sua câmera sempre tira fotos muito bacanas. Mas as fotos bacanas ainda estão na máquina dele, nem eu vi ainda. Estou tão ansiosa como todos que já me pediram fotos da festa durante o domingo todo. Eu tirei algumas fotos com a minha máquina, como esta que ilustra o post, mas são poucas e eu quero ter todas as fotos para colocar as melhores aqui.
A festinha contou com dois aniversariantes: Wally e Leo, namorado da Dany. Achei bem legal esta coincidência de datas, foi uma surpresa para mim e para a Dany, a gente de…

A noite vai ser boa

Tudo pronto. Ontem à noite voltamos do supermercado com o porta-malas do carro lotado. Lotado de itens para fazer a festinha de aniversário do Wally perfeita. Este ano ele resolveu comemorar para valer seu aniversário, terá duas festas! A primeira será um churrasco com os amigos do trabalho na hora do almoço e à noite ele convidou uns amigos para celebrar aqui em casa. Ele está animado e eu também. Adoro festas, ainda mais quando é a festa de aniversário do meu amor. A festinha aqui será do tipo para não dar trabalho ao anfitrião, que sempre cuida de tudo e sempre fica um tempão perdido na cozinha. Desta vez encomendamos tudo, salgados e doces. O trabalho será apenas montar a mesa e colocar as bebidas para gelar. Aliás, a minha geladeira está parecendo geladeira de homem solteiro: só tem cerveja dentro! A festa vai ser boa, gente que a gente gosta, comida boa e bebidas geladinhas!

Meu sábado promete! :)


Bom fim de semana!

Aperto

Viajar de avião na classe econômica é sinônimo de ficar espremido. As empresas aéreas colocam o máximo de fileiras de poltronas que a aeronave comporta, assim o passageiro fica apertado, sem espaço para mexer as pernas e a situação piora quando o passageiro da frente reclina o seu encosto, aí o passageiro fica praticamente imobilizado, sem espaço para mais nada além de respirar. Eu que sou baixinha já me sinto bem incomodada com esta falta de espaço entre as poltronas, fico imaginando o sofrimento de uma pessoa mais alta tendo que ficar ali sentadinha, sem poder se mexer direito até o vôo terminar. A companhia aérea quer sempre fazer o vôo render o máximo possível e assim conforto do passageiro fica em segundo plano. Eu sempre viajei de classe econômica e a cada ano que passa a distância entre as poltronas vem diminuindo. Lembro que anos atrás as distância era razoável, mas hoje beira quase o insuportável. Realmente não vejo melhoria neste cenário, nem o selo lançado pela Anac, onde …

Recordando

Publicado AQUI



Tem dias que eu me torno leitora do meu blog. Fico lendo os posts antigos e às vezes pensando como escrevi algo tão bacana. O distanciamento de um texto faz eu conseguir apreciá-lo melhor do que na época em que escrevi. Tenho até um ranking improvisado na minha cabeça dos melhores posts da minha vida. Mas não é nada formal com ordem de preferência, até porque eu não teria capacidade de escolher o meu melhor textos e mesmo se escolhesse com certeza mudaria de idéia em seguida, pois como os assuntos que povoam o blog são tão variados é complicado eleger o melhor de todos os tempos.

No fim de semana eu virei uma leitora voraz do meu blog antigo, que até hoje está hospedado no UOL, li vários posts sem parar. Foi um momento nostalgia na verdade, me deparei com um dos post sobre a viagem que fiz para Alemanha em 2007 e quando vi tinha lido todos os posts sobre a viagem. Sem dúvida, este conjunto de posts são especiais para mim, pois são registro de uma viagem que foi magnífica…

Buzz

Mês passado apareceu um ícone diferente na minha inbox do Gmail. Claro que, como curiosa que sou, já fui clicando no tal ícone para ver o que era. Descobri que era o Twitter genérico da Google, o Buzz. E para meu espanto notei que eu já tinha seguidores e que também já seguia algumas pessoas, o Google assumiu que todo mundo para quem eu tinha escrito um dia na minha vida e que tinha um email do Gmail era meu amigo e assim teríamos interesses em comum e portanto o cidadão podia ver tudo o que eu ali escrevia e vice-versa. Achei isso um tanto invasivo, afinal eu tenho que decidir quem eu quero que compartilhe as coisas comigo e não o gerenciador do email que eu uso. Com um pouco de esforço, pois no início as ferramentas do Buzz estavam bem escondidinhas, consegui deixar na minha listinha só quem me interessava e vedar o compartilhamento de coisas que eu não queria que todos vissem. Até a minha lista do Google Reader ficou aberta para todo mundo ver! Não que eu esconda o que eu leio na …

Just me

Hoje é o dia internacional da Mulher. Nunca vi razão para celebrar esta data ou receber os parabéns por ser mulher. Sou mulher por uma circustância biológica e não me sinto especial por isso. Nasci assim e por isso não vejo razões para receber parabenizações por ser o que sou. Vejo a data até com uma certa tristeza, pois se ela existe é porque muitas mulheres ainda sofrem descriminações mundo afora. Eu sinto alívio por ter nascido em um país, e em uma época, onde as mulheres têm liberdade para se expressarem e ser o que desejam ser. Acho que não aguentaria viver em uma sociedade onde a mulher é tida apenas como um objeto do homem, primeiramente pertence ao pai e depois ao marido. É uma existência sofrida, pois a mulher não pode deixar aflorar a sua personalidade, tendo que viver sob as regras que os homens de sua família impõe. Deve ser sufocante. Claro que aqui a gente, infelizmente, ainda vê situações de mulheres que são exploradas e humilhadas, mas aqui ainda há chances de elas …

A surpresa

Ontem quando estava voltando para casa vi que a Sugarbaby havia me ligado no celular, liguei de volta e esta ligação me fez mudar de rumo no fim da tarde. Fui diretamente ao supermercado mais próximo procurar ração para filhote de gato e de lá segui para o apartamento da minha mãe. Sugarbaby estava saindo com o carro quando ouviu um miado em plena garagem do prédio. Procurou da onde vinha, chamou o gatinho e se deparou com a pretinha da foto. Uma gatinha que deve ter uns 6 meses no máximo, muito mansinha e carinhosa. Na hora pegou a gatinha e levou para o apartamento, como ela tinha aulas para dar me ligou para providenciar a alimentação emergencial para a gata, afinal lá só tem ração para gato adulto. Eu fiquei toda animada com a história e ansiosa para conhecer a gatinha. Me encantei com ela, um amor de gatinha, surpreendentemente muito tranquila para toda a situação. Dei comida, que foi rapidamente devorada por ela. Estava com uma fome de dar dó! Arrumei uma caixa de areia para ela…

W7

Eu tinha planos de trocar de notebook no fim do ano, pois andava com raiva da Dell por todos os problemas com a bateria do meu note. Mas agora tudo mudou, pretendo ficar com o meu notebook no mínimo até 2012. Andei gastando com ele mais do que eu pretendia e assim não há como ter o mesmo retorno financeiro no caso de uma venda. Meu note andava se desentendendo fortemente com o Windows Vista, panes começaram a acontecer e ele andava lento demais. O Vista nunca foi um exemplo de bom desempenho, mas ultimamente estava ficando um entrave na hora de eu usar o meu computador. Assim resolvi tirar dinheiro do bolso e comprar o Windows 7, um investimento de 400 contos. Caro como a bateria. Mas valeu a pena, a máquina é outra. Liga em menos de 2 minutos, o que antes levava séculos, tanto que eu sempre hibernava a máquina, mas quando havia atualizações e a máquina desligava por completo, eu ligava e ia fazer outras coisas, pois demorava muito tempo para ligar. Além disso tudo ficou mais rápid…

Estressante

Eu sei, eu sei, já deveria estar acostumada com os clientes histéricos e mal educados depois de tanto tempo trabalhando no setor de atendimento, mas não adianta, não consigo me acostumar com gente que acha que pode resolver tudo no grito. É impressionante como as pessoas são pedantes e grosseiras, acham que são donas do mundo e só porque contrataram um serviço tem direito de maltratar a pessoa que lhes atende. Quando um cliente começa a ser irônico, falar alto e dizer grosserias eu falo para ele que assim não há como continuar o atendimento e desligo o telefone. Não sou paga para ouvir desaforo. Ontem uma ligação me abalou, atendi uma louca sem educação que já começou a ligação gritando. Assim do nada. O problema dela estava devidamente encaminhado, as providências cabíveis já tinham sido tomadas e a madame tinha que esperar, afinal não dá para fazer milagre e resolver um problema instantaneamente. Mas quem disse que eu consegui falar isso para a fulana? A mulher gritava, falava absu…

Lugar preferido

Esta é uma cena recorrente em casa. Se repete ao menos uma vez por dia. Sam tem fixação por fios e sempre está metido embaixo da mesa do computador. Se ele ficasse assim como está na foto não haveria problema algum, mas ele não se contenta apenas em ficar entre os fios. Ele tem que se enroscar neles e puxá-los. E puxa com força, tanto que se a gente descuidar, ele é capaz de provocar um acidente e tanto, derrubando o monitor e tudo mais que está na mesa. Não estou exagerando não. Ele é um gato muito forte e quando se empenha no puxa-puxa dos fios faz o monitor balançar de maneira perigosa. Por isso quando eu o vejo embaixo da mesa já o tiro de lá. Claro que ele não gosta e fica insistindo, voltando para o lugar preferido dele logo que percebe que eu estou distraída. E fica neste vai e vem até eu perder a paciência, colocando-o para fora e fechando a porta do quarto. É complicado e ele consegue me tirar do sério pois é muito insistente. Este hábito dele me preocupa pois é muito perigos…

Noite de parabéns!

Fim de fevereiro é sempre sinônimo de comemorações para mim, afinal minha mãe faz aniversário no dia 27. Uma celebração é sagrada. Desta vez o lugar escolhido para os parabéns foi o Applebees. Sugarbaby escolheu a mesa bem grandona para aque a gente ficasse à vontade e sem apertos, pois estávamos em 9 pessoas. Até meu padrinho apareceu por lá! Ele está passando uns dias (vários, aliás) aqui na cidade, mas vive viajando para o interior e para praia, assim eu nunca conseguia achá-lo. Mas no sábado finalmente me encontrei com o tio Chacho, que foi com Simone para lá. :)

Claro que não podiam faltar os presentinhos de aniversário. Eu dei para ela um kit com cosméticos bem perfumados, da tia Messias ganhou uma bolsa linda e ela ganhou um bonsai do tio Chacho. Achei linda a pequena árvore, agora é saber se ela vai sobreviver à curiosidade da Lara e Marion, as gatas da minha mãe.


A hora do parabéns foi aquela bagunça, com todos os garçons fazendo o maior auê e cantando para ela. O curioso é q…