Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2009

2010 já vem aí!

Escrever aqui no blog é uma atividade cotidiana para mim, faz parte da minha rotina, por isso o blog só fica na ativa enquanto eu estou levando a minha vida rotineira. Quando saio do meu roteiro cotidiano, o blog sai do ar. Por isso, neste finzinho de ano ele está semi fora do ar. A minha rotina anda deliciosamente bagunçada nestes últimos dias, a parte cotidiana do trabalho continuou igual, mas as horas livres estão cheias de agito e pequenas surpresas encantadoras. Para terem uma idéia como as coisas estão fora do normal, reparem no bichinho de pelúcia da foto. Uma arraia de pelúcia! Nem sabia que existia e a ganhei ontem do Wally. Foi uma lembrança que ele trouxe de sua visita ao aquário de Santos. Wally na praia no meio da semana? Sim, ele está de guia turístico estes dias, levando nossas visitas para passear. Estão por aqui minha sogra Raquel, Gabriela, minha cunhada e Daniel meu sobrinho. Vieram passar o fim de ano aqui. Assim, como todos são argentinos, aqui em casa eu ando co…

Já é Natal!

O Natal chegou e eu não cumpri o que tinha prometido a mim mesma ano passado, não enviei um cartão de Natal sequer, nem virtual. Uma lástima, pois é uma tradição desta época que eu acho linda, o gesto de escrever um cartão desejando coisas boas para quem a gente gosta é algo que me emociona. Há uns 5 ou 6 anos que não envio um cartão de Natal de verdade. Posso aqui relacionar um monte de desculpas, mas acho que não há desculpas que justifiquem o abandono deste costume. Neste eu me lembrei dos cartões de Natal em cima da hora, aí entrei em férias, viajei e quando me dei conta o dia já estava chegando e eu nem havia comprado os cartões. Então desisti da empreitada. Pelo menos por este ano. Prometo que ano que vem enviarei cartões de verdade, do jeito tradicional via correios, para os meus queridos que estão espalhados por este mundão. Mas hoje, o meu cartão será este post, não é tão bonito e marcante como um cartão de verdade, mas as palavras são sinceras.

Desejo à todos vocês que passa…

O Pequeno Príncipe

Eu li o livro do Pequeno Prínce quando criança. Sempre tive carinho pelo principezinho, mas nunca fui uma grande fã. Mas a Cris é uma fã ardorosa do livro e por isso eu a esperei chegar no Brasil para irmos juntas à exposição "O Pequeno Príncipe na Oca" no Parque Ibirapuera. Domingo foi o último dia da exposição, com medo de filas Wally e eu fomos para lá cedo para comprar os ingressos. Mas demos sorte, estava bem tranquilo. Só começou a ficar cheio quando estávamos saíndo de lá. Acho que ficamos umas 2 horas passeando pelo mundo do Pequeno Príncipe e pela história de seu autor, Antoine de Saint-Exupéry.




Na primeira parte da exposição fomos seguindo as estrelas projetadas no chão e vivenciando trechos do livro. Tudo muito caprichado e delicado. A exposição nesta parte tem uma atmosfera de sonho e consegue fazer a gente se sentir dentro da história.


Uma das partes que mais gostei foi a que "empinamos" os pássaros. Uma bola vermelha era a "linha" e quando …

Viagem de férias

A maior parte da minha semana de férias passei curtindo o sossego de Campos do Jordão, mais precisamente neste chalé da foto. Como eu tinha apenas uma semana de folga, Wally propôs uma viagem e escolhemos Campos, já que tínhamos gostado tanto de lá quando fomos em outubro. A escolha foi acertada, pois nos deparamos com uma cidade semi-fantasma. Na parte onde a real Campos do Jordão existe o movimento era normal, afinal fomos para lá durante a semana, mas na parte turística da cidade, na Vila Capivari, havia pouca gente, muitas lojas e restaurantes fechados. Assim pudemos caminhar com calma pela cidade e apreciar a beleza do lugar. Uma parada obrigatória foi a chocolateria Montanhês. O melhor chocolate da cidade. Eu virei fã incondicional destes chocolates e já trouxe um bom estoque para cá.

Desta vez fomos experimentar o pastel do Maluf. Eu tinha ficado bem curiosa com o tal Pastelão do Maluf, afinal é um tanto estranho uma pastelaria com o nome de um político. O lugar é bem pitoresco…

Visitando a Bia

Domingo, dia 13, foi um dia muito especial. Wally e eu fomos até Sorocaba para conhecer a Beatriz, filhinha da Renata e do Gabriel. A Bia nasceu em setembro, esperamos ela crescer um pouco para visitá-la, mas mesmo a distância eu acompanhei tudo de pertinho. Renata sempre manda lindas fotos de sua bebê, aliás, a Bia será a criança com o álbum de fotos mais lindo do mundo, pois a Renata é uma fotógrafa maravilhosa. A Bia está com 3 meses e já tem uma coleção de fotos invejável. A Bia é um bebê lindo e calmo. Fiquei impressionanda como ela é tranquila.
Passamos o dia na casa da Renata, jogamos videogame, almoçamos e terminamos o dia jogando Banco Imobiliário. Sim, era o Monopoly, mas não adianta, não sei chamar o Banco Imobiliário pelo nome original, mesmo que isso esteja escrito bem grande no tabuleiro. Foi bem divertido e a Renata se mostrou uma capitalista e tanto! Arrasou com todos nós! Virou dona de tudo e deixou todo mundo falido! Placar final: Renata em primeiro, eu em segundo, …

Voltando aos poucos

As férias estão quase no fim. Já na segunda-feira tudo volta ao normal. Mesmo sendo poucos dias aproveitei bem e estou com a sensação que fiquei no sossego mais tempo do que o calendário marca. Nestes dias fui até Sorocaba conhecer a Bia, filhinha da Renata e do Gabriel, passei 4 dias em Campos do Jordão e ontem ainda fui na festinha de amigo secreto do trabalho. Aliás, o presente da foto foi o meu presente para a minha amiga secreta. Deu tudo certo, adorei o presente que recebi e minha amiga adorou o que eu dei para ela. :) E os últimos 2 dias de férias prometem, pois a Cris acaba de chegar da França e a gente já tem a agenda cheia para o fim de semana!


Tudo isso significa que estou aqui perdida em meio a um montão de fotos, tentando me decidir quais eu coloco aqui. Missão difícil, mas logo eu organizo as fotos e posto tudo por aqui para contar um pouco melhor como foram as minhas curtas, mas deliciosas, férias. Como fim de ano é sempre diferente das outras épocas, não sei se vou c…

Férias!

Eu já nem contava mais com férias este ano. 2009 foi um ano um tanto instável, profissionalmente falando. Tudo por conta do meu contrato temporário de trabalho que gerou uma situação bem inusitada. Troquei de emprego no papel 4 vezes este ano mas continuei trabalhando na mesma empresa, isso aconteceu em virtude da legislação trabalhista ter limitações para a renovação de um contrato de trabalho temporário. Assim, para continuar no meu emprego fiquei fazendo malabarismos burocráticos o ano todo. Foi cansativo, eu já nem aguentava mais fazer exame médico admissional e tudo mais que vem junto com uma admissão. Mas agora isso é passado, pois finalmente sou funcionária efetiva da empresa que trabalho.Ufa.
O fato de ser contratada somente agora, significa que somente terei direito a férias a partir de dezembro de 2010, assim já estava me conformando em trabalhar 2 anos direto sem descanso. Mas fui agraciada com uma semana de descanso, em recompensa ao bom trabalho durante o ano todo e por…

Compras boas

Esta é a minha nova caneca. Linda, né? Comprei no Bazar do Adote Um Gatinho que fui no último domingo. Já posso dizer que tenho uma pequena coleção de canecas do Adote, esta preta é a número 3. Como sempre tem canecas no bazar ano que vem compro mais uma e assim vou fazendo uma bela coleção e ajudando os gatinhos. Comprei também caneta, caderninho e calendário de mesa . Desta vez não comprei camiseta, pois a que comprei da última vez ainda está novinha e linda. Aliás, estou usando a camiseta neste exato momento em que escrevo este post.


Fui ao bazar de manhã, por volta das 11 horas. O local estava cheio, além de produtos com a marca do Adote, tinham produtos de parceiros deles, mas todos os produtos sempre tendo os gatos como tema principal. Para os amantes de gatos este bazar é uma tentação e tanto, pois há muita coisa legal mesmo . O bazar foi um sucesso, com certeza rendeu muito dinheiro para os gatinhos carentes. Gostei muito de ter ido e fiquei contente em ver o sucesso do baza…

Espera sem fim

Eu sou uma pessoa paciente. Se me dão um prazo eu respeito, espero calmamente, mesmo que o prazo absurdamente longo. Afinal, se eu aceitei o prazo não faz sentido reclamar dele. Assim foi com a compra da bateria do meu notebook. Em 16 de novembro decidi comprar uma bateria, afinal não aguentava mais ter que desligá-lo toda vez que queria levar o notebook de um lugar para outro aqui no apê. Desde a pane dele em setembro que estou nesta situação, com um notebook que perdeu a sua qualidade principal, ser portátil. A única solução era comprar uma bateria. Fiz questão de comprar um produto original , diretamente com a Dell, a fabricante do meu note. Comprei pelo telefone, paguei caro e aceitei com conformismo o prazo de 15 dias úteis. Depois de alguns dias fui checar o status do pedido e constava em produção e com previsão de entrega para 3 de dezembro. E assim está congelado neste estatus desde então, a data de entrega já passou e nada da bateria e nada de respostas concretas sobre a min…

Crepúsculo, o livro

"Crepúsculo" é um livro delicioso de ler. Stephenie Meyer tem um estilo de narrativa simples e direto, o que faz a leitura fluir com muita facilidade. A história é narrada em primeira pessoa, Bella nos relata todo o seu encanto e encucações em relação ao Edward. A história é bem estruturada e o amor de Bella por Edward é muito mais convincente no livro do que no filme. Aqui tudo acontece aos poucos, não é aquele amor mágico e instântaneo como no filme ,que ficou carente de força. A cumplicidade do casal é encantadora e Edward é um cara apaixonante, realmente não havia como Bella resistir à ele. Bella é uma personagem cativante também, gostei do seu jeito desencanado de ser, uma menina meio moleca, que não tem muita vaidade ou frescura, mas sem deixar de ser uma menina delicada. Eu li o livro bem rápido, sempre no ônibus, indo e voltando do trabalho. A leitura me envolveu de tal maneira que algumas vezes quase perdi o ponto! Ficava tão entretida com a leitura que nem repara…

Comprinhas no interior

Pensar em pegar a estrada para fazer compras me dá preguiça, ainda mais que eu moro praticamente ao lado do Shopping Ibirapuera, tão pertinho que dá para ir até lá a pé. Mesmo com toda a preguiça do mundo, no sábado fui conhecer o Outlet Premium, que fica no KM 72 da Rodovia dos Bandeirantes. Para meu espanto cheguei lá até que rápido, a estrada estava bem tranquila. Saí de casa umas 8 e pouco da manhã e antes das 9 e meia já estava dentro do Outlet. É fácil de chegar, ele fica bem perto do Hopi Hari. Ao passar pelo parque é só virar no próximo retorno. O único problema é que o retorno é bem ruinzinho, ruim de se ver e muito estreito, a Meriva quase entalou na curva do retorno.
O Outlet é com se fosse um shopping a céu aberto, as lojas ficam em corredores que são interligados por calçadas , no meio de tudo ficam as vagas do estacionamento. Por ser aberto, o Outlet parece ser um centro comercial de cidade pequena, fica um clima bem agradável mesmo, como se a gente estivesse passeando…

II Bazar do Adote Um Gatinho - Domingo - 06/12

Domingo, dia 06, eu tenho um compromisso imperdível: o Bazar do Adote Um Gatinho! Este será o segundo bazar promovido pelo Adote. Ano passado eu fui no bazar e adorei. Tem muita coisa linda para comprar, mas o melhor mesmo é poder ajudar os gatinhos abandonados. Toda a renda do bazar será revertida para os gatinhos abandonados que são cuidados pelas protetoras. Elas fazem um trabalho sério e precisam muito de ajuda.



Eu adoro as coisinhas, sempre são lindas e de boa qualidade. Ainda não sei o que vou comprar, mas com certeza comprarei muitas coisinhas. Me encantei com a caminha, mas caminha não vou comprar, aqui temos muitas já e os meus filhotes sempre preferem caixas de papelão às caminhas fofinhas. Eu tenho um grande apreço pelo Adote Um Gatinho, pois foi através deles que eu adotei o Frodo e o Sam.


Além de comprar os itens do bazar, outro jeito de ajudar é comprando uma sacolinha de Natal para um dos gatinhos que ainda estão sem lar. É um kit com areia, ração e outros itens essenc…

Aumento

Quando 2010 chegar nós paulistanos teremos um baita aumento na conta do IPTU. O prefeito resolveu aumentar o imposto, primeiro disse que seria um aumento de 40%, depois recuou um pouco, quis parecer bonzinho e reduziu o aumento para 30%. Mas este ato de "bondade" dele em nada adiantou, pois um aumento de 30% assim de repente é muita coisa. A prefeitura justifica o aumento dizendo que muitas regiões da cidade foram valorizadas e o valor dos imóveis está defasado, consequentemente o valor do imposto também está. Isso é fato, há muitas áreas da cidade que estão bem mais valorizadas hoje em dia, mas isso não aconteceu da noite para o dia, assim o imposto também deveria ser gradual. Não se pode jogar para o cidadão uma despesa 30% maior de uma vez só. Isso é um assalto. O pior de tudo que não vemos retorno desde dinheiro. A cidade tem ruas péssimas, calçadas idem. Além disso o prefeito aumentou o número de imóveis isentos de pagar o imposto. Eu acho isso injusto, pois a conta s…

Alto risco

Meu cabelo sempre corre sérios riscos durante o calor. O calor me deixa mal, fico desesperada por passar tanto calor. Tenho muito calor na região da nuca, então o cabelo fica sempre preso, ou num rabo ou numa trança. Mas como está grande, fica pesado e acaba ficando incômodo mantê-lo preso direto. Assim, nestas temporadas de calor infernal, sempre me passa a idéia de passar a tesoura no cabelo. Cortar tudo mesmo, curtinho. Fico numa batalha interna enorme, pois sei que se cortar no impulso, motivada pelo desespero de passar calor, vou me arrepender, como já aconteceu. Por isso tento resistir ao máximo à tentação de cortá-lo. Até o momento estou conseguindo me manter firme no propósito de deixá-lo comprido, afinal ele anda muito bonito. Vale o sacrífico de passar um tanto de calor a mais e manter o cabelo longo. Além disso não estou afim de enfrentar os pequenos contratempos de um corte de cabelo novo. Esta época de fim de ano já tem muitas coisas para eu me preocupar, como prese…

No alvo

Definitivamente eu não tenho o mesmo talento que o Legolas, que no filmes dá um show com o arco e flecha. Eu já desconfiava disso desde o dia que usei o arco pela primeira vez na viagem do feriadão de outubro, mas no domingo eu tive a confirmação. Fui acompanhar o Wally no evento promovido pelo arqueiro Luís Panizo, campeão mundial na modalidade. O evento é na verdade é uma aula coletiva, onde a gente aprende noções do esporte. Eu não tinha intenção de participar, ia somente como espectadora, mas Wally insistiu em me inscrever e lá fui eu tentar fazer alguma coisa. Minha performance foi um fracasso, além de pontaria, falta força também. O modelo de arco composto (o de cor mais escura) eu não consegui usar, não conseguia puxar a corda. Fazia força e ela nem se movia, o instrutor tinha que puxá-la para mim. Um vexame. Assim, só usei o arco amarelo, mais levinho.

Wally foi muito bem. Somente na primeira rodada que saiu tudo errado. Ele foi usar o arco para canhoto, mas o instrutor ( d…

Julie & Julia

Bem temperado. Esta é uma boa definição para este filme onde a história das duas protagonistas estão ligadas à culinária. Julie & Julia (USA- 2009) é um filme leve e que sabe bem mesclar momentos divertidos com momentos difíceis, com pitadas de emoção. O filme me encantou e me emocionou, nem senti as mais de duas horas de filme passarem. A história, baseada em fatos reais, se passa no passado (década de 50) e nos dias atuais, mais precisamente em 2002. Julie Powell (Amy Adams) está passando por momentos difícies, mudou-se para um lugar que não gosta, tem um emprego estressante e ainda tem que aguentar as amigas que fazem questão de esnobá-la por ela não ser uma profissional bem-sucedida. Ela é fã da cozinheira americana Julia Child (Meryl Streep) e um dia, estimulada pelo marido (um fofo!), resolve criar um blog onde contaria as etapas de seu desafio de fazer todas as receitas do livro de culinária de Julia no período de um ano. Assim o filme nos conta simultaneamente a história d…

Finalmente é sexta!

A semana está chegando ao fim. Finalmente. Parece que estes 5 dias foram multiplicados por 6. Foi tanto trabalho, tanta chuva, tanto calor e trânsito insuportável, que a semana foi difícil de passar, os dias pareciam eternamente longos. Para piorar tudo andei arrastando um cansaço enorme a cada dia. Hoje acordei com um pouco mais de pilha, mas na quarta-feira a sensação que eu tinha era que a minha pilha tinha acabado mesmo. Mas hoje é sexta e é motivo de sorrir, pois o fim de semana está logo ali. E o fim de semana promete. Se tudo sair como planejado matarei as saudades de uma amiga querida que está na cidade ( conciliar as agendas sempre é uma tarefa complicada) e ainda vou me aventurar em um picnic esportivo. Mas vou deixar para contar tudo isso quando tudo acontecer. Resolvi já começar a sexta com algo diferente e coloquei um novo wallpaper aqui no notebook, esta imagem que ilustra o post. Fazia tempo que não trocava. Gostei do azul, dá tranquilidade. :) Mas neste exato momen…

Ano repleto de gatos

A única certeza que tenho para 2010 é que terei a companhia de lindos gatos o ano todo. Gatos lindos que ilustram o meu calendário de 2010. Ganhei este lindo calendário da Mari, que o enviou diretamente de Buenos Aires. Eu estava bem curiosa para ver o famoso calendário, que ela já havia anunciado que mandaria para mim, mas estava fazendo um mistério e eu não fazia idéia de como seria o meu presente. Chegou ontem e eu adorei!


Mari acertou em cheio, escolheu um calendário bem no estilo que eu gosto, com bastante espaço para escrever. Gosto pois assim dá para marcar os compromisso e datas especiais direitinho. O calendário tem um gato lindo por mês.




Todos os gatos são lindos, mas teve um que me encantou mais. O gato do mês de novembro. O achei deslumbrante. É um gato bem grandão, eu adoro os grandes. Fiquei com vontade de apertar todos os gatos do calendário. Adorei mesmo!

Mari, gracias por el regalo! :) Te extraño amiga!


Sonhos motorizados

Quando eu ando de carro sempre estou no banco do passageiro. Tenho carta de motorista, tirada logo que fiz 18 anos, mas acho que não sei mais dirigir, pois faz muito tempo que não pego no volante. Vez ou outra penso em tirar o pó da minha carta e reaprender a dirigir, mas a vontade ainda não foi tão grande e tudo ainda fica em um plano hipotético. Mas há alguns carros me fazem pensar seriamente em encarar o volante.




Toda vez que vejo um Smart aqui pelas ruas do bairro eu páro para olhar. Se ele estiver estacionado chego pertinho para ficar admirando cada detalhe. Sou encantada por este carrinho há um tempão, desde que ele surgiu lá no exterior. Antes era bem raro vê-lo rodando por aqui, mas desde que ele começou a ser vendido oficialmente aqui no país, todo dia vejo ao menos um na rua. Fico alegre quando me deparo com ele, realmente este carro me encanta de verdade. E como sou pequena, ele é perfeito para mim. Um dia ainda dou um passeio nele.


Carros pequenos me encantam mesmo. O mai…

Estranha aflição

Tenho uma aflição que me acompanha desde a época pré-internet. Não consigo ler ou escrever com alguém me observando. Eu fico incomodada, a leitura não flui e se estou escrevendo eu fico inibida, ficou titubeando para escolher as palavras. É como se o olhar do outro me intimidasse. Não importa o que eu esteja escrevendo, pode ser um post ou um chat via MSN, basta eu notar que me observam e pronto, eu travo. Quando estou escrevendo um post eu até consigo entender o meu bloqueio, pois o que estou digitando ainda não é um texto pronto, eu ainda estou jogando as palavras na tela em branco, tentando traduzir os meus pensamentos. Assim não acho bacana alguém ler algo que está incompleto e mal escrito. Mas quando se trata de uma conversa via MSN eu ainda não consigo entender o desconforto que sinto. Isso ocorre mesmo se estou tendo uma conversa trivial, sem nada importante ou particular. Acho que na verdade eu não gosto de ser observada no geral, gosto de ficar no meu canto, fazer as minhas …

Já é Natal?

Eu bem que tentei, mas não consegui fugir do clima de Natal antecipado que invadiu a cidade. No final de outubro já comecei a ver decorações de Natal aqui e ali, mas foi novembro chegar para que instaneamente a cidade toda ficasse pronta para as festividades natalinas. Me incomoda esta antecipação das datas festivas, gosto de tudo ao seu tempo. A antecipação parece que tira um pouco da magia da época, pois o que acontecia somente durante um mês, agora dura quase 3 meses. A decoração de Natal deixa de ser tão especial e passa a fazer do cotidiano do último trimestre do ano. Do jeito que vai, logo teremos decoração de Natal em julho. A antecipação não é exclusividade no Natal, o clima de copa do mundo também já invadiu nossa TV, até parece que a copa vai começar amanhã e não somente no meio do ano que vem. Realmente eu não entendo isso mesmo, apesar de saber que tudo tem o motivação econômica, ampliam-se as datas festivas para lucrar mais com elas. Só espero que esta antecipação toda nã…

Put a ring on it!

Eu não gosto da Beyoncé. Mas hoje tem uma música dela que me faz sorrir e até dançar. Tudo culpa do Kurt do seriado americano Glee. O quarto episódio da série começa com Kurt e duas amigas dançando a música Single Ladies. A cena é um arraso. No dia em que vi eu delirei e morri de rir, desde então peguei afeição à esta canção. Não me canso de ver a cena. Aliás, Glee é um seriado repleto de cenas musicais empolgantes. Glee é um High School Musical de meninos e meninas nada bem comportados e por isso que eu gosto. Eu gosto do tom ácido e irônico do roteiro. A história se passa em um colégio público americano, onde é criado o Glee Club, um grupo de dança e canto, onde os alunos ensaiam para as competições entre as escolas. O grupo é formado pelos losers do colégio e enfrenta todo tipo de preconceito, até de professores. Todo episódio tem vários números musicais empolgantes. É a parte que mais gosto, me entusiasmo com as apresentações dos alunos. Kurt é um dos meu persongens preferidos, …

Civilizados?

O trânsito é sempre crítico por aqui. Muitos motoristas parecem que só pensam em chegar em seu destino o mais rápido possível, não se importando em fazer barbeiragens ou desrepeitar as leis de trânsito para atingir a sua meta. Para tentar mudar este cenário o governo iniciou uma campanha, com comerciais na TV, para estimular a direção responsável e a gentileza no trânsito. A intenção e ótima, mas eu acho a abordagem equivocada. São mostradas cenas que habitualmente vemos no trânsito transportadas para outras situações corriqueiras, como a fila do supermercado ou o elevador. A pessoa passa na frente dos outros e atropela tudo e todos só para chegar mais rápido. A idéia é mostrar que é muito feio agir assim no trânsito. As propagandas foram concebidas como se a pessoa que não tem cortesia no trânsito, só é assim quando está atrás do volante e que na vida cotidiana o mau motorista é uma pessoa que respeita as regras e as outras pessoas. Eu discordo disso, pois acredito que quem não res…

Crepúsculo

Me rendi aos encantos do vampiro Edward Cullen. Desde que o fenômeno da série literária "Crepúsculo" de Stephanie Meyer começou, eu implicava com esta história de amor entre o vampiro Edward e a adolescente Bella. Nem sem explicar o motivo da implicância, apenas achava que deveria ser tudo muito bobo. Mas agora virei fã. Pelo menos do primeiro filme, que vi no domingo no Telecine. A história me cativou e gostei dos vampiros do filme, apesar de achar um tanto esquisito o lance de eles ficarem brilhando quando expostos à luz do sol. Vampiro e purpurina são coisas que não combinam. Mas este detalhe não compromete em nada a história, que é muito bem construída e envolvente.



Adorei o casal de protagonistas. Kristen Stewart e Robert Patinson são lindos e estão ótimos em seus papéis. A história gira em torno do amor entre Bella e Edward, ambos adolescentes, sendo que ele não é um garoto normal, é um vampiro. Bella é a garota nova da cidade e por isso vira assunto no colégio e aca…

500 Dias Com Ela

Tom é um jovem que está à espera do amor da sua vida, ele é do tipo romântico que acredita que um dia vai aparecer a mulher que vai transformar a sua vida, que vai fazer seu mundo se tranformar e tudo ficar maravilhoso. É um bom rapaz, trabalhador e tímido. Um dia se encanta por Summer, sua nova colega de trabalho, linda e com lindos olhos azuis. Mas Summer é enigmática, não se aproxima e quando o faz é bem comedida, sem demonstrar muita simpatia ou afeição por Tom. Mas ele se apaixona à primeira vista, acredita que ela é a mulher da sua vida. O filme "500 Dias com Ela" (USA- 2009) conta esta história de amor com simplicidade, se baseando nos momentos cotidianos do casal. Não há grandes momentos no filme, como sempre vemos nos filmes românticos, só há um momento assim e é propositalmente bem forçado, um momento que adorei e me fez rir e notar como a gente fica bobo quando está enebriado de paixão. O filme é focado nos sentimentos de Tom, que fica perdido sem saber o que S…

Sexta 13

Eu sempre digo que estou muito bem acompanhada em datas como dia das bruxas ou sexta-feira 13. Sempre estou com dois gatos pretos por perto, que para mim representam alegria e não azar ou maldição como dizem por aí. Aliás, eu adoro estas datas. Tenho um apreço especial pelas sextas 13, pois acho curiosa a apreensão que surge nas pessoas neste dia. Seja uma apreeensão folclórica ou real, acho engraçado ter medo de um dia apenas por causa da combinação do dia da semana com o dia do mês. Para mim é um dia normal que deixa de ser tão normal pois eu, ao contrário do geral, acho que sexta 13 é um bom dia e não um dia de azar. A sexta 13 já é um bom dia apenas porque é sexta-feira, já fico contente pois já vislumbro o sossego do fim de semana. Não tem como ver o último dia da semana como algo negativo, não tem crendice que me faça achar uma sexta-feira ruim, salvo que tenha neste dia algum compromisso muito, mas muito chato e que eu não tenho como escapar. Aliás, a minha sexta já vai ser bo…

No escuro

São Paulo na última terça à noite


Passava das 10 da noite. Terça-feira. A novela tinha acabado e assim desliguei o computador e planejava assistir o novo episódio de Big Bang Theory. De repente a luz pisca. Pisca de novo e começa a piscar como se fosse um spot de luz de discoteca. Foi aquela correria para desligar tudo, tirar tudo da tomada. Medo de que algo queimasse por conta da instabilidade da energia elétrica. Tudo desligado, velas acesas e começa a espera pelo retorno da luz. A luz demorou muito para voltar e a falta de luz foi algo mais grave que eu poderia imaginar. Eu achava que era algo local, de faltar luz somente aqui no quarteirão. Achei que a falta de luz nem chegava até a casa da minha mãe, que fica a poucas quadras daqui. Mas foi ligar o rádio para descobrir que quase todo o país estava as escuras. Um apagão tomou conta do país. Não esperava vivenciar isso novamente, realmente achava que as redes de transmissão elétrica estavam mais bem estruturadas hoje em dia, que …

Caixa de Presentes

Segunda-feira cheguei em casa e havia uma caixa vinda do outro lado do mundo esperando por mim. Eu já estava esperando pela caixa, mas me surpreendi quando a abri e vi o tanto de coisas fofas que havia lá dentro. A Mel, que vive no Japão, depois de ler este post aqui, me disse que mandaria algumas coisinhas fofas da Hello Kitty para mim. Adorei quando ela me contou, mas eu esperava algumas coisas e não o montão de coisas que ela enviou! Fiquei surpresa e encantada com tudo que ela me mandou. Mel, muito obrigada ! :)


Até o momento não sei do que mais gostei. É tudo muito fofo mesmo. Na foto acima tem garfo, envelope, necessaire, caderno, lapiseira, lenço de papel, cadeado e a própria Hello Kitty numa pelúcia muito macia. Literalmente fofa.


Aqui estão os hashis e os pauzinhos para prender o cabelo. Aliás, qual será o nome para os prendendores de cabelo? Dentro da latinha há cotonetes e band-aids. A cartela de adesivo é deslumbrante. Um adesivo mais lindo que o outro. Alguns vão enfeit…