sexta-feira, 1 de maio de 2015

Fui de bike! #ShoppingCenter





A pedalada do feriado foi diferente. Pela primeira vez usei a bike como um meio de transporte mesmo, como meio de locomoção para chegar a um destino. Todas as outras vezes, sempre fiz um bate e volta.  Desta vez fui de bike até o Shopping Santa Cruz e almocei por lá. 

Antes de sair, conferi se o shopping tinha um bicicletário, não ia deixar minha bike na rua de jeito algum. Mesmo com a trava de segurança, não tenho coragem.   Bom, para guardar a bike no shopping é bem tranquilo. A entrada é pela Pedro de Toledo, na Doca 2. Lá a gente pegou o elevador de serviço e paramos no piso de estacionamento G1.   Como em todos os outros shoppings que têm bicicletários, a gente não paga nada para 'estacionar' as bicicletas. Só tem que seguir a regra de deixar a bicicleta presa, o que é uma questão de bom senso, né?  Na plaquinha diz que não pode deixar o capacete lá, mas Wally deixou o dele, mas devidamente preso na bike com a trava de segurança.  O meu levei comigo, na minha mochila. Sempre fico impressionada como a minha mochilinha de pedalar acomoda bem o meu capacete. 

Almoçamos no KFC, demos uma volta no shopping, compramos presente de aniversário para uma amiga e ainda tomamos sorvete. Como chegamos lá meio-dia, a praça de alimentação ainda estava tranquila, deu pra almoçar na paz. 

Na hora de voltar eu estava meio preocupada, me perguntando se eu ia aguentar, pois estava com uma preguiça épica de pedalar! Estava com a barriga cheia, já estava me dando aquela moleza pós-almoço.  Mas na hora que subi na bike, tudo mudou, a disposição voltou imediatamente e voltei para casa numa boa. 

Gostei muito de ir até ao shopping pedalando, o único senão é ficar com a roupa suada no friozinho do ar condicionado. Claro que hoje pedalei com roupa 'normal'. Usei uma calça que é bem justa e que assim não tinha risco de enroscar no pedal ou na correia.  Deu super certo! 

Quero repetir a experiência outras vezes.  :) 

sábado, 25 de abril de 2015

New Look!





Hoje foi dia de uma grande decisão: A escolha dos óculos novos! Sempre é um momento muito difícil, pois tem que usar óculos o tempo todo, sem eles nem consigo andar na rua! Por isso, tenho que decidir bem o que vai ficar na minha cara por meses, anos a fio.  Para alguém um tanto indecisa como eu, esta decisão é quase torturante! 

Desta vez tive um complicador adicional, as lentes multifocais.  Continuo enxergando perfeitamente de perto, porém, com o aumento do grau da miopia,  com os novos óculos eu teria muita dificuldade para ler ou usar o computador. Eu já sinto uma certa dificuldade com a leitura. Por exemplo, para ler textos com fonte muito pequena, eu tenho que tirar os óculos, senão não leio.  Agora, este problema ficaria generalizado com o aumento da graduação. Então o oftalmo recomendou fortemente um multifocal.  Resolvi seguir a recomendação médica e daqui a umas duas semanas estarei com as lentes multifocais. 

Com este tipo de lente a armação não pode ser muito pequena, como as que amo usar.  A lente precisa de mais área para 'funcionar' diretinho.  Aí foi um choque quando comecei a experimentar os modelos maiores. Achei tudo bem horroroso. Mas depois fui me encantando com alguns modelos. Fui colocando e tirando, olhando no espelho, tirando foto para me decidir qual seria o meu novo look.  O escolhido foi o terceiro, da esquerda para direita. 

Outra novidade, foi comprar uma segunda armação. Aproveitei a promoção que dava a segunda armação grátis e fiz uma armação para andar de bike, só para miopia e com as lentes transitions, aquelas que escurecem quando está muito claro.  

Agora que a escolha já foi feita, estou cheia de ansiedade, morrendo de vontade de usar os meus óculos novos!


domingo, 19 de abril de 2015

30K!





As pernas doem um pouco, cansaço é  evidente, mas estou feliz!  Hoje fiz a minha maior distância com a bike: Pedalei 30 quilômetros!  Fui até a Av. Paulista!  Adorei pedalar por lá, ver a avenida por um ângulo inédito. 

Todo o percurso, ida e volta, fiz em 2 horas e 21 minutos.  Para chegar até lá, segui o caminho proposto pela ciclofaixa, indo pela Av. Indianópolis, Domingos de Moraes e Vergueiro. O único ponto crítico do trajeto é o começo, a subida da Indianópolis, que é muito cansativa, mas passando por isso, tudo fica tranquilo, pois o resto do caminho é predominantemente plano e as poucas subidas que existem, são bem fracas.  

Fazendo este percurso, descobri que há uma rota para ir pelo centro histórico da cidade. A rota começa um pouco antes de entrar na Av. Paulista. Já está nos meus planos, farei este trajeto em breve!  Eu gosto muito de pedalar por lugares diferentes, é um jeito muito bacana de passear pela cidade. 

Claro que não fui sozinha, Wally em acompanhou e foi ele que me deu força para ir até lá. Eu tinha um pouco de medo, tinha receio de não aguentar o tranco, ficar cansada e depois não conseguir voltar para casa.  Mas consegui e voltei na boa. Cansada, mas sem estar morta! 

E terça tem mais!  Vou aproveitar a ciclo-faixa do feriado para pedalar mais! :)

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Contagem Regressiva!

Adorei o envelope! Tudo a ver comigo! 



Resolver tirar a poeira do blog logo no dia que estou explodindo de TPM não é lá muito indicado, mas como somente que a vontade de escrever resolveu aparecer, não vou desperdiçá-la! 

Não sei explicar o motivo, mas a vontade de blogar andou sumindo, o que me preocupa, afinal tenho muito apreço pelo meu blog e não quero que ele morra, ainda mais no ano em que completa 10 anos de existência! Talvez eu esteja em um momento mais  tímido da minha alma, onde eu só queira compartilhar meus pensamentos comigo mesma. Ou talvez a selvageria dos comentários internéticos também esteja me  intimidando um pouco. Estes tempos de radicalismos para todos os lados, onde ninguém parece saber debater civilizadamente qualquer idéia, me assusta.  Muitas vezes parece que estamos em tempos medievais, tamanho o ódio pelo diferente!  

Mas a vida anda boa,  com momentos bem interessantes, ou seja, não é falta de assunto da blogueira o motivo da escassez de posts! Enfim, chega de tentar me endenter,né?  Vou deixar as coisas fluírem. Se tiver vontade de escrever, escrevo e pronto.

A foto que ilustra o post é do envelope onde veio a camiseta que comprei semana passada. Uma camiseta para o show do mês que vem. Claro que não consigo pensar praticamente em mais nada, só penso como será a minha estréia como cantora!   Tudo indica que será boa, estou me dedicando  e ensaiando bastante.  Toda a banda está empenhada, faremos uma ótima apresentação. Nosso show terá 7 músicas, destas eu canto uma como leading vocal e faço  2 backing vocals.   Impossível não estar ansiosa e um pouco nervosa.  No começo, confesso, andava apavorada.  Aos poucos, o nervosismo durante os ensaios foi dando lugar a uma alegria imensa de estar ali cantando.  Arrisco a dizer que a alegria veio como consequência da confiança que fui ganhando e a confiança é resultado direto do meu empenho nas aulas e em casa, ensaiando sozinha. Estou cantando direitinho! 

Na School Of Rock a gente também recebe orientações de perfomance, para que o show seja pra valer, com emoção e não  seja apenas alunos de escola de música tocando tudo burocraticamente.  Com a data chegando, estamos já cantando sem as letras e bolando como vamos nos portar no palco. Até detalhes como a apresentação da banda são pensados! 

Além de me empenhar em cantar bem no dia, procurei montar um visual legal para o dia da apresentação. Hoje chegou o último item: A camiseta!   Encarei o envelope da loja cheio de fitas como um sinal do universo que a minha escolha foi a certa.  Exageros à parte, o envelope é lindo demais, tanto que guardei! Não vou entrar em detalhes sobre o que vai compor o meu visual, quero surpresa total. Pouca gente sabe, como a Sugarbaby e o Wally. Aliás, a minha irmãzinha me ajudou  a escolher a camiseta, me indicando os sites. :) 

Uma coisa eu prometo, vou contar tudo aqui sobre a apresentação!   


Espero voltar logo a escrever aqui.  :) 




sábado, 28 de março de 2015

Cinderela



O poster do filme 'Cinderela' (USA - 2015) dá a idéia de um filme sombrio, mas o que se vê na tela do cinema é um filme iluminado, que faz o espectador sorrir e se emocionar. Hoje eu saí sorridente da sala do Kinoplex do Shopping  do Vila Olímpia, entusiasmada com o filme. A nova versão é muito envolvente e preserva todos os elementos do conto de fadas que todos nós conhecemos. Gostei disso, nada de invencionices, a história segue o rumo de sempre, com final feliz! 



O casal de protagonistas é encantador,  Lily James e Richard Madden são lindos e carismáticos! Fazem a gente acreditar no amor à primeira vista. Mas nesta versão o amor não é tão a primeira vista assim,  há o encantamento instântaneo quando eles se encontram na floresta pela primeira vez, mas depois, já no baile, os dois passam um bom tempo juntos, conversando. Achei legal isso de ter tipo um 'namorinho' entre os dois, mostrar os dois tendo um contato mais próximo e vendo o encantamento virar algo maior. Me emocionei quando o final feliz acontece! 




Confesso que o que me animou mesmo a ir ao cinema foi o curta-metragem com os personagens do 'Frozen', estava morrendo de saudades de todos!  Adorei o filminho, lindo e bem engraçado. Traz bem espírito  do filme original e ainda faz piada com a música da Elsa, mas não vou contar aqui para não estragar a surpresa para quem ainda  não assistiu. Olaf continua super divertido neste curta, garantindo muitas risadas! Elsa e Anna estão lindas, os vestidos estão maravilhosos. Nesta foto,  o vestido de Anna ainda é o simplesinho, antes de ela 'ganhar' da Elsa o vestido para a festa de seu aniversário. 

A sessão de 'Cinderela' vale muito a pena para quem é fã das  princesas da Disney. Adorei rever a Elsa e a Cinderela.  E vale a pena  também para quem é romântico como eu e gosta de uma linda história de amor, daquelas que nos fazem suspirar.