Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

Em clima de Copa

Andava preocupava, já estava praticamente me conformando que esta seria a Copa do Mundo que eu veria poucos jogos. Os horários dos jogos não ajudam e a empresa que eu trabalho nunca libera a gente, nem feriadões eu tenho. Claro, folgo no feriado em si, mas na ponte do feriado não. Sempre é dia normal. Assim estava um tanto desanimada, achando que nem os jogos do Brasil eu conseguiria ver. Mas ontem veio a boa notícia! Meu setor, o setor que nunca pára, vai parar nos dias de jogos do Brasil!!! Quando os jogos forem de manhã, assistiremos lá na empresa mesmo e depois voltamos à rotina normal. Quando forem os jogos das 15 horas, seremos liberados. Fiquei contente mesmo. :)  É curioso, eu não estava lá muito animada com a Copa, na verdade já estava meio enjoada porque as TVs daqui andam falando da Copa há séculos. Mas agora que está se aproximando o início do evento já estou ansiosa para ver os jogos. Queria mesmo estar de férias nesta época para pode ver tudinho.  Mas a maioria vou ter q…

Esperando pelo frio!

Pronta para o inverno!
Sou até bastante controlada quando o assunto é compras. Sempre penso muito antes de sair comprando, evito comprar por impulso. Geralmente consigo me controlar. O meu problema é quando o inverno está chegando e as lojas ficam com as vitrines só com roupas de frio. Eu fico querendo comprar tudinho. Sou louca por roupas de inverno, adoro os casacos, as blusas de lã de gola alta, os cachecóis, as meias, enfim, tudo que é roupa quentinha eu gosto. Ontem não resisti. Fui ao shopping buscar uma bota que deixei na sapataria para arrumar e saí de lá com uma sacola lotada de roupas de frio. Lindas, lindas! E o melhor de tudo, encontrei duas calças que couberam direitinho em mim, não vou precisar mandar cortar a barra! Um milagre, pois como eu sou baixinha, as calças sempre sobram um monte no comprimento. Fico tão feliz quando encontro uma que serve direitinho. E desta vez encontrei 2 modelos assim! Agora é torcer para o frio chegar de vez! Pois esta semana o clima anda num…

Os primeiros 100

100 meses são um tempo considerável. Muito tempo. Mas ainda não é o suficiente para mim. Ainda é pouco perto do tempo que quero ficar ao lado do Wally, no mínimo a vida toda. Hoje completamos 100 meses da casados. Temos o costume de lembrar do dia 26 todo mês, fazemos questão fazer este dia especial e celebrar cada mês que estamos juntos. Não que façamos grandes comemorações todo santo mês, mas ficamos feliz por estarmos completando mais um mês de casamento, mais um mês juntos! Então todo dia 26 é especial para mim. Dia em que me lembro do dia do sim na frente do juiz, da felicidade imensa que senti naquele dia. Dia de lembrar  de um pouco de tudo que já passamos juntos, das alegrias, dos problemas e das conquistas. Penso nos 100 meses e me vem um baita sorriso no rosto. Superamos muitas coisas para chegarmos até aqui. E chegamos até aqui porque nos amamos e nos respeitamos. Aprendemos que nada é perfeito e que nosso desafio é driblar as nossas imperfeições, cultivar a paciência e ser…

É o fim.

Passei o dia de ontem longe dos portais de internet. Um dia todo sem ler notícias. Tudo para ficar longe das informações sobre o último episódio da série Lost. O capítulo final do seriado foi ao ar no domingo à noite nos USA. Desisti de ver "ao vivo", pois as transmissões via internet estavam lentas. Então esperei, baixei o episódio e assisti ontem à noite. E assisti do jeito que eu queria, sem saber informação alguma sobre o final. Eu estava ansiosa e até um pouco receosa, afinal havia chances de eu odiar o final. Seria péssimo odiar o final de uma série que segui desde o comecinho e não perdi um episódio sequer. Uma série que mudou meu jeito de seguir as séries. Foi com Lost que comecei a ver as séries via download. Com Lost abandonei de vez a programação das séries nas TVs a cabo daqui, passei a fazer a minha própria grade de programação, vendo as séries conforme minha agenda e não a agenda do canal. Enfim, Lost foi marcante. Foi uma série que garantiu momentos inesquecív…

Robin Hood

Fiquei com vontade de ver "Robbin Hood"( USA/UK - 2010) depois que assisti ao trailer do filme. Trailer vigoroso, com cenas de lutas impactantes. E o trailer não é enganador, o filme tem cenas incríveis de luta. Pena que seja só isso. Ontem fui assisti ao filme no Cinemark do Market Place e saí da sala do cinema com a sensação que faltou roteiro, ou melhor faltou um roteiro mais contundente. O filme mais parece uma sequência de batalhas, a história em si fica vaga, faltando um direcionamento mais forte. Mas mesmo assim é um baita filme. Épico. As cenas das batalhas e a reconstituição de época são impressionantes. Um filme de encher os olhos. Na tela não se vê aquela Robin Hood conhecido por todos, o filme foca no que seria  em um Robin pré-hood, ainda um membro do exército do Rei Ricardo. Acompanhamos sua a saga para entender o motivo que o levou a viver às margens da sociedade e virar o mito que conhecemos por roubar os ricos para dar aos pobres. Robin é interpretado por Ru…

Procura-se um lar

Têm momentos que a gente se encontra sem saída. Onde os problemas parecem não ter solução. Dá desespero não ver a tal luz no fim do túnel. Estamos numa situação assim. Uma gata da família está praticamente sem teto. É a gata da foto, a Nena. Como é a gata do meu primo Marcelo, ela não poderia ser retratada de forma normal, por isso está foto estilosa e linda, como as fotos que ele costuma tirar. Ela é uma pretinha básica de 4 anos de idade. Muito boazinha, amorosa e falante com o Sam. Gosta de "conversar" com a gente. A questão é, Marcelo está em trânsito no momento, saíndo da casa onde mora, que será vendida, e ainda não tem um destino certo. Por agora vai ficar na casa da irmã dele. E por que a gata não vai junto???  Não pensem que a minha prima é má e não quer a gata, ela é tão gateira como eu e Marcelo, mas a casa dela está lotada. 3 gatos, sendo que um é novo na casa e ainda está aquele clima de guerra, brigas e mais brigas. Sem chance de colocar uma nova gata no meio d…

Cadê o gato?

Tem dias que busco os gatos e não acho. Parecem que sumiram. Eles têm o talento de se esconder no apartamento. Se escondem tão bem que mesmo eu revirando tudo não os acho. Só acho quando eles resolvem aparecer ou quando eu apelo e os chamo para comer feitiço (um snack para gatos que eles amam). Às vezes nem estão se escondendo, mas eu olho e não os vejo. Ser preto dá a eles muitas chances de se camuflarem. Como na foto acima.

Neste dia eu não vi o Sam dormindo na minha cama. Ele praticamente "sumiu" no travesseiro preto. Eu passei pelo quarto, acendi a luz e não o vi. Ao vivo a visão que eu tinha era  praticamente a mesma da foto tirada sem o flash. Ao vivo ele ficou mais camuflado, realmente não dava para notar que ali estava um gato. Eu me divirto com estas coisas e às vezes até levo algum susto. Eles são mestre em aparecer do nada ao meu lado. Parecem que se teletransportam. Gatos são mestres em andar com leveza, mesmo com a medalhinha e o guizo da coleira, os dois consegu…

Canal Viva

Ontem às 20:30 h eu estava sintonizada no canal 36 da Net esperando pela estréia doCanal Viva. Estava ansiosa, afinal este canal promete ser onde a gente vai poder matar saudades das novelas que nos emocionaram e divertiram. O canal entrou no ar com um clipe com imagens de novelas, seriados e programas da TV Globo acompanhadas de uma narração que explicava o estilo do canal.  Depois disso a programação começou para valer com o primeiro episódio do seriado "Mulher" (1998). Escolherem bem o programa para inagurar a programação, este seriado é maravilhoso, na época eu assisti inteirinho.  Eu vi apenas metade, pois o horário batia com a novela "Passione" que está no ar na Globo. Claro que entre a novela nova que está boa e uma reprise, eu optei pela novela. Mas não pense que vou abandonar o seriado. Como o horário sempre vai bater com o horário da novela, já programei meu gravador e gravarei todos os episódios e aí vou assistindo num horário melhor para mim. Aliás, os …

Colecionando craques

Já estou entrando no clima da Copa do Mundo. Comecei a entrar no clima quando ganhei a minha tabela da Copa. Adoro preencher a tabela com o resultados do jogos. Mas no fim de semana entrei de vez no clima da Copa, comecei a colecionar as figurinhas do álbum oficial da Copa da África do Sul. Eu já tinha notado a febre sobre as figurinhas, muita gente colecionando e tentando completar o álbum. Claro que fiquei curiosa, mas não me animava em gastar dinheiro com isso. Então fiquei só observando de longe a loucura pelo álbum até que descobri que no site da FIFA dá para fazer o mesmo álbum. É exatamente o mesmo álbum que está nas bancas, reprodução fiel e muito bacana, a gente até folheia o álbum!

O que achei mais bacana é o fato de a gente "rasgar" o pacotinho das figurinhas. É só arrastar o mouse perto da borda do pacotinho e pronto. Ele rasga e as figurinhas ficam disponíveis. Cada vez a gente recebe 3 pacotes. Não sei direito depois de quantas horas do último o login o site lib…

Vacinada!

Vacinada. Sugarbaby cumpriu o que prometeu e me levou para tomar a vacina da H1N1. Eu não estava muito disposta, mas a minha irmãzinha foi insistente e conseguiu atingir seu objetivo, mesmo depois de 2 tentativas frustradas. A primeira tentativa foi na sexta-feira, ela e Dany foram me buscar no trabalho para me levar ao posto. Chegando no local onde existiria um posto de vacinação perto do meu trabalho, nos deparamos com um prédio abandonado, digno de cenário de videogame de mata-mata. Como já era fim de tarde, escapei da vacina naquele dia. Sábado de manhã Sugarbaby veio me buscar em casa e lá fomos nós em busca de um posto de vacinação aberto. O primeiro que passamos estava fechado, eu já estava me animando, pensando que escaparia, mas que nada! Ela me levou num posto lá na Av Paulista. Aí não escapei. Foi tudo bem rápido. Em menos de 10 minutos já estava saindo de lá devidamente vacinada. Na hora nem doeu, mas depois... Fiquei o sábado todo com o braço doendo, uma dor ardida e chat…

Qual vai ser a virada deste ano?

Todas as vezes que fui na Virada Cultural  fiz um programa bem diferente. Na primeira vez em2007, Wally e eu passeamos de madrugada pelo centro e vimos um lindo show de tango. Em2008, a minha virada foi bem diferente e especial, fomos (Wally, Sugar e eu) ao Planetário em uma sessão às 2 da manhã. Ano passado a farra já começou antes, foi um sábado com agenda cheia, fui à virada acompanhada de uma grande turma e terminei comendo de madrugada no restauranteO Gato Que Ri lá no centro. Estou curiosa para saber como será a minha virada deste ano. Confesso que estou num ritmo de preguiça aguda, quando penso na programação de madrugada da virada já penso no frio e acabo pensando que a melhor opção da virada é a minha cama quentinha! Mas é um baita desperdício eu fazer uma virada dorminhoca quando a cidade toda estará acordada, com milhares de atividades culturais em todo canto. É um evento magnífico, pois realmente abrange toda a cidade e todas as manifestações culturais. Tem programa para t…

Almoçando

Esta semana está atípica. Vou  contabilizar dois almoços nos dias úteis. Na minha rotina habitual não há tempo para almoço, em 20 minutos não consigo comer, por isso virei adepta dos lanchinhos rápidos durante o expediente. O que tem dado bem certo, sacia minha fome e consigo comer sem afobação. Mas esta semana fui convocada para fazer hora extra na empresa, tendo assim direito à hora de almoço. Perto no meu trabalho praticamente não há opções para refeições. Aliás, não há nada de nada por ali. Somente uma  loja  de conveniência de posto de gasolina e um restaurante mais ou menos. Assim sou obrigada a comer no restaurante mais ou menos, para tentar almoçar da maneira mais próxima do ideal. A comida até que não é ruim, mas está longe de ser algo delicioso. Mas o que mais me incomoda é o tal do PF. É bem prática e barata esta idéia de pedir um prato pronto, mas não é nada fácil  comer um PF. Pelo menos para mim não é. O prato vem literalmento lotado, não há um espacinho de louça à vista…

El Doble

Comer no restaurante que a gente gosta é ótimo. Comer no restaurante que a gente gosta pagando somente 10%  do valor do prato predileto é melhor ainda! Ontem fui jantar noEl Kabong (sim, eu sei, mudou de nome há séculos para Sí Señor, mas sempre será El kabong para mim!) aqui de Moema e usei o cupom de desconto El Doble. É uma promoção bem bacana e que favorece de verdade o cliente.  Você ganha o cupom quando vai ao restaurante de fim de semana. Alguns pratos do cardápio participam da promoção, como o meu prato preferido, quesadillas de carne. O cupom, válido por um mês, dá direto ao cliente pedir o mesmo prato pedido no fim de semana e pagar somente 10% do valor. Válido para segundas e terças à noite. E vem o prato na porção completa mesmo. Ontem, aliás, as quesadillas vieram  muito bem recheadas, tanto que nem consegui comer tudo! Chegou a ser até engraçado, a porção estava mais farta do que nos dias que  pago o preço do cardápio. Por isso, quando for ao El Kabong de fim de semana, …

Hora da vacina

Estamos em Maio e assim chegou a hora de eu decidir se tomo a vacina contra a gripe suína. Não sou muito amiga de agulhas, fujo de injeção o máximo que posso, afinal já tomei injeções suficientes para a minha existência toda quando eu era criança. E era injeção doída. Penicilina. Então, mesmo quando todo mundo garante que a injeção não dói, eu fico receosa. Trauma mesmo de infância. Além disso ando com medo da vacina em si, medo de tomar e ficar doente. Não acredito nas teorias conspiratórias e exageradas que já li por aí, que a vacina mata ou que provoca o mal de alzheimer! Se acreditasse estaria assinando o atestado de ignorância. Tenho medo sim das reações residuais, de ficar ruim, um pouco gripada. Tanto que até hoje nunca  tomei a vacina contra a gripe comum. Talvez seja medrosa em excesso e devesse criar coragem e ir logo tomar a vacina. Ou posso ser cara de pau e escapar, afinal a vacina é para quem tem até 39 anos, e ano que vem eu já pulo para os 40, assim estou à um passo de…

Iron Man 2

Finalmente fui assistir ao filme "Iron Man 2", sábado, sessão do meio-dia do Cinemark do Market Place. Estava ansiosa, afinal o protagonista é o Robert Downey Jr, que amo de paixão. Além disso, gostei muito do primeirofilme. Esta sequência deveria se chamar Tony Stark, pois o astro do filme é o Tony e não o herói, o Homem de Ferro. A história desta vez é focada na personalidade do Tony, do seu jeito irônico que, aparentemente, não leva nada à sério. É um filme com menos cenas de ação que o primeiro. E isso não é um defeito, eu pelo menos adorei ver o Robert em cena a maior parte do tempo em vez o Iron Man. Alias, este filme é quase auto-biográfico, a personalidade anárquica do Tony Stark parece fundida com a história do Robert, algumas falas poderiam ser ditas pelo ator que soariam espantosamente verdadeiras. Definitivamente o chamariz do filme é o ator principal e não o Homem de Ferro. 


Neste filme Tony Stark já está consagrado como Homem de Ferro, mas não faz a mínima quest…

Cantando junto

Ontem estava lutando contra o sono para assistir o episódio de Glee desta semana até o final. Já era quase meia-noite e as minhas baterias estavam no fim.  Mas aos primeiros acordes da última música do episódio eu despertei, o sono sumiu e fiquei entusiasmada. Era Rachel cantando "Total Eclipse Of The Heart"! Eu não sabia que a música faria parte o episódio. As playlists dos episódios são divulgadas com antecedência, mas eu prefiro não saber. Se eu soubesse perderia o fator surpresa e não teria ficado tão entusiasmada ontem. Sou louca por esta música, desde seu lançamento há séculos, quando eu era uma menina de uns 11 ou 12 anos. Era uma época onde para se conseguir uma letra de música era uma dificuldade, a tradução então nem pensar! Esta foi uma das músicas que eu traduzi sozinha com meu dicionário de Inglês do lado, caçando todas as palavras que eu não conhecia,  que na época eram muitas. Esta canção faz parte da minhas  preferidas de todos os tempos, mesmo com o passar d…

Garras afiadas

Fotos tiradas DAQUI
Gatos são lindos, fofos, carinhosos e sabem fazer cara de santo como ninguém. Cara que usam sempre que fazem algo de errado. O mais comum quando se tem um gato em casa é encontrá-lo afiando as unhas onde não pode. É algo inerente ao gato. É da natureza dele arranhar, é algo que ele gosta e precisa fazer. Uma prática diária. Mesmo tendo arranhadores em casa, não há como escapar de ter um sofá destruído pelas garras do seu lindo gatinho. Não adianta ficar histérico quando isso acontece. Há que se conformar. Antes de se ter um gato tem que pensar muito o quanto você ama seu sofá. Se for uma pessoa que vai ter uma crise nervosa ao se deparar com o estofado do sofá à mostra, não tenha gatos. Tenha apenas se for um gato de pelúcia. Assim ele não vai estragar nada e será um belo enfeite. Eu já tentei de tudo para manter as garras dos meus filhotes longe do meus sofás e poltronas. Mas nada adiantou. Eles tem um arranhador grande, eles adoram o arranhador, mas mesmo assim nã…

Casórios

Estamos no mês das noivas e por isso casamento é assunto em vários  programas de tv. Num destes programas estavam discutindo a organização da cerimônia e da festa, o que era certo e elegante em uma festa de casamento. Palpite daqui, palpite dali e de repente alguém especializado em organizar casamentos diz: "O noivo tem que fica quieto, não pode dar palpite, afinal o dia do casamento é o sonho da noiva!"  Como assim ???  O noivo também está se casando! Ao meu ver ele tem todo direito de dar opinião e decidir junto com a noiva o que ele quer ou não em seu casamento. Se ele não pode opinar, então ele não passa de mero figurante da festa, a noiva podia escolher qualquer fulano apenas para ficar lá paradão no altar só para dizer o sim. Achei isso de um profundo desrespeito com os noivos. Se  a noiva não liga para o que o noivo pensa ou sente por que se casa com ele então? Apenas para fazer social com a família, impressionando todos com um festão? Que belo jeito de iniciar um cas…

Quase sem fumaça

Esta semana a lei anti-fumo que vigora no estado de São Paulo completa um ano. Felizmente a lei pegou e desde então nós podemos freqüentar bares, restaurantes e afins  sem sair dos lugares fedendo à cigarro. Uma bênção. Mesmo depois de um ano, leio em fóruns de sites de jornais  comentários de fumantes ainda revoltados com a lei, se achando descriminados e coisa e tal.  Parece que eles não entendem que a fumaça do cigarro que eles fumam incomoda muito as pessoas que estão no mesmo ambiente.  Não inventaram ainda um cigarro sem fumaça ou algum que tenha como direcionar a fumaça. Assim, a lei é necessária sim para preservar o direito dos que não fumam e que desejam sair de casa para se divertir sem ter que ficar aturando a fumaça alheia. Talvez a lei pudesse estebelecer alternativas, como bares para fumantes. Não veria problemas nisso, seriam locais onde o fumante poderia fumar e só iria nestes lugares quem estivesse disposto a enfrentar um ambiente esfumaçado e com cheiro de cigarro. M…

Revistas

Início de mês é época de chegar em casa as revistas que eu assino. Eu adoro estes dias, pois é uma delícia estar com uma revista novinha em folha nas mãos. Claro que eu fico meio confusa, sem saber qual ler primeiro, mas passada a confusão fico é contente de ter tanta coisa para ler.  Quando pego uma revista nova eu primeiro a folheio inteirinha, para ver o que tem de bom ali. Raramente eu páro para ler alguma matéria logo na primeira folheada, salvo seja algo que atraia muito meu interesse. Depois vou lendo as matérias que mais me interessam. Nunca leio uma revista na ordem certa. Sempre vou deixando por último as reportagens que não me chamam atenção. Geralmente leio a revista inteirinha, só pulo se achar a reportagem muito, mas muito chata mesmo.  Agora vou lá escolher qual revistar vou colocar na bolsa para ler hoje no ônibus!