Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2011

Chuva e Frio!

Uma coisa que me faz ficar chateada  é ter que sair na rua com chuva em dias de muito frio. Eu simplesmente fico resmungando o tempo todo. Um horror.  Mas durante a viagem, o meu espírito de turista falou mais alto e nem a chuva acabou com o meu ânimo. Na terça-feira, 23 de Agosto, fez um tempo muito feio em Canela. Um friozão com uma chuvinha insistente durante todo o dia.   Assim, todo o passeio daquele dia foi molhado. E foi um dos dias que mais gostei da viagem, pois visitamos lugares lindos!  Nesta foto estou no Lago Negro em Gramado. E literalmente estava dançando na chuva! :)




Naquele dia o Lago Negro parecia mais um lago branco de tanta névoa que tinha pelo local.  A névoa acabou dando um charme ao nosso passeio, ficou tudo tão lindo. Pena que por causa do mau tempo o passeio de pedalinho estava fechado naquele dia. 




Além do pedalinho de cisne, há por lá o pedalinho em forma de barco.  Os barquinhos no meio daquela névoa toda pareciam que estavam em um filme de terror. 






Eu gostei …

Fartura

Durante a viagem me deparei com muita fartura e muita comida deliciosa.  A fartura chega a impressionar, tudo sempre é servido em quantidades generosas. Eu não consegui dar conta de tanta fartura,  não consigo comer tanto (infelizmente!), mas me deliciei com cada gostosura que provei. Os passeios gastronômicos  aconteciam durante o jantar, mas durante os passeios diurnos acabamos nos deparando com restaurantes ótimos também. Comida feita com capricho e muito bem temperada. 




Nosso primeiro passeio gastronômico foi na noite de domingo, quando chegamos em Canela. Fomos para a "Noite Suiça", que nada mais é que um rodízio de fondue, que lá é chamado de sequência de fondue. Lá tem um monte de restaurantes que servem fondue, fomos no D'Alpes Verdes. Achei o local muito bonito e aconchegante. Mas achei o fondue meio estranho. O que me causou estranhamento foram duas coisas: a goiabada no fondue de queijo e o fondue de carne ser feito na pedra e não no óleo.  Claro que peguei um …

Vida de Turista

Para espanto de muitos, eu sou fã ardorosa do clima frio. Como o inverno aqui em terras paulistanas deixou um pouco a desejar, orientei o meu destino de férias pelo  clima. Procurei um lugar frio, bem frio.  Acertei em cheio!  Peguei um frio importante em Canela (RS), onde fiquei por 5 maravilhosos dias. Na maior parte do tempo, a temperatura ficou bem próxima de zero grau. Algumas noites ficou zero grau mesmo. Uma delícia!  Além do clima agradável, me deparei com uma região linda.  Fiquei realmente encantada com a beleza das cidades da serra gaúcha. O encantamento foi tanto que eu nem queria voltar. Se pudesse, eu tinha estendido a viagem por mais uma semana.




A viagem foi maravilhosa, mas também cansativa. Vida de turista é puxada! Passávamos os dias passeando, visitando os pontos turísticos da região. Acordando cedo e dormindo tarde. Eu tirava o atraso do sono nos ônibus e nas vans. Como visitamos locais em várias cidades da região, pegamos muita estrada. A parte mais chata de tudo e…

Na TV !

As férias estão agitadas. Mal cheguei de viagem e ainda não consegui parar para dormir um pouco.  A minha pilha está acabando, confesso, mas está valendo a pena! Cheguei de viagem ontem e hoje já estava  pulando da cama às 5:30 da matina!  É até engraçado, bastou voltar para Sampa, para voltar a acordar no horário de sempre. Mas desta vez o motivo para acordar tão cedo foi bem diferente do usual.  Fui a companhar a Sugarbaby na gravação do programa Patati Patatá no SBT. Quando ela me chamou para ir junto eu até titubiei, afinal estou com o sono pra lá de atrasado, mas  a vontade de conhecer um estúdio de TV de uma grande emissora falou mais alto. Então driblei o sono e fui acompanhá-la na gravação.  Foi muito, muito legal! 



A gravação estava marcada para às 7 da manhã. Chegamos ao SBT por volta das seis e meia. Logo de cara fiquei impressionada com o tamanho  do lugar. Muitos estúdios enormes e uma cidade cenográfica.  Praticamente uma cidade.  Para chegar ao estúdio 05 tivemos que per…

Encontrei a Mel!

Tenho alguns  amigos espalhados pelo Brasil e pelo mundo. Tudo por obra  da internet. Sem a internet eu não teria conhecido estas pessoas legais que vivem tão longe de mim.  Um desses  amigos é aMel. Ela vive no Japão (com o marido paquistanês e as duas filhas) e nos conhecemos na comunidade Casadas com Estrangeiroslá no Orkut.  Já faz alguns anos que nos conhecemos e eu sempre achei improvável conhecê-la ao vivo. Afinal o Japão é muito longe, eu não tenho perspectivas de ir até lá ( apesar de querer muito!) e sei que é difícil para a Mel vir para o Brasil. Mas o improvável aconteceu hoje, Mel e eu nos encontramos ao vivo! 
Nos encontramos no Shopping Vila Olímpia. Wally foi comigo e com ela estavam suas filhas, Letícia e Lala, e uma amiga, a Rebeca. Almoçamos no restaurante  árabe Kalili. Que delícia! Nunca tinha comido lá. Virei fã.  Foi um almoço longo, ficamos horas conversando.  Foi muito bom. Adorei a Mel! A conversa fluiu, foi bem bacana.  :)
Fazia um bom tempo que não encontrava…

Pausa

Eu sempre achei que férias para serem boas tinham que ser de 30 dias.  Achava que tirar menos dias não compensava. Assim, sempre tirei férias no esquema padrão: 30 dias a cada ano. Achava isso ótimo. Quando entrei no meu emprego atual fui informada que no meu setor era sugerido que os funcionários tirassem férias em duas etapas : 20 e 10 dias. Achei estranho e não curti muito a idéia naquele momento.  Agora, depois de vivenciar o esquema, acho que é a fórmula ideal.  Acabo tendo um perído de descanso, em média, a cada 6 meses. O que é uma bênção para quem tem um dia a dia corrido e, muitas vezes, estressante no trabalho.  Minhas últimas férias foram tiradas em Janeiro, quando tirei 20 dias.  Hoje, sete meses depois, entro em férias novamente. Uma maravilha! Eu não aguentaria esperar um ano de trabalho para tirar férias. Acho que estaria estourando de stress no décimo segundo mês. Muito melhor tirar períodos de férias menores, mas  com maior frequência. E já tenho as próximas férias pr…

Praticamente no Deserto

Só acredito que não estou deserto porque ainda não vi camelos andando pelas ruas. Mas o clima está igual.  Agora posso dizer como se sente alguém no deserto, ou ao menos, dizer que já vivenciei algo bem próximo. Aqui em São Paulo o índice de umidade do ar está bem baixo, ontem estava 19%. Não lembro de ter ficado tão baixo assim. E também nunca tinha sofrido tanto com esta condição climática.  Eu nunca tive problemas respiratórios ou alergias, nunca soube como era ter estes problemas. Agora estou vivenciando isso intensamente. A baixa umidade do ar está me castigando.  Estou tentando sair de um resfriado e  este clima está deixando tudo pior. Está difícil de respirar, a garganta fica sempre seca, mesmo tomando água direto. E por causa de tudo isso estou ficando de mau humor. É muito ruim ficar assim!  Só embaixo do chuveiro é possível respirar direito. Mesmo com o umidificador de ar ligado o tempo todo, a situação não melhora muito. A única coisa que pode nos salvar agora é uma boa ch…

Receitas

Leio alguns blogs de culinária, apesar de não ser  muito amiga do fogão. Uns eu dou uma olhadinha de vez em quando, mas tem um que leio sempre, o blog "Cozinha da Gertrudes". Cheguei ao blog  depois que a autora deixou um comentário aqui no blog algum tempo atrás. Fui fazer uma visita de retribuição e tive uma ótima surpresa. A autora do blog é uma ex-colega de trabalho, a Beta.  Nunca imaginei que ela gostava de cozinhar e muito menos que tinha virado blogueira! Na época que a gente trabalhava na mesma empresa, início dos anos 2000, o meu blog ainda engatinhava, não passava de um rascunho do que é hoje. E acabou que nos reencontramos na blogosfera!  Adorei este reencontro. 

As receitas do blog da Beta sempre tem uma cara ótima, mas eu nunca tinha provado nenhuma receita.  Semana passada vi o post sobre a sopa de mandioquinha e fiquei com água na boca. Receita bem simples. Pedi então para Wally fazer para mim. Ele não seguiu exatamente a receita, como sempre ele deu o seu toq…

Super 8

O filme "Super 8" (USA/2011) tem um grupo de crianças como protagonistas e a história se passa em 1979. Nesta época eu era criança também, mas um pouco mais nova que os protagonistas, que estão na casa dos 12 anos. Talvez pela pouca idade, naquela época eu ainda não tinha consciência de quem eu era ou de como eram as coisas no mundo. No filme os meninos estão ainda com um pé no mundo da fantasia e outro na realidade. Estão tomando ciência que a realidade é dura, principalmente Joe (Joel Courtney), que acaba de perder a mãe em um acidente de trabalho. Mesmo com tanta tristeza, Joe tenta continuar levando sua vida normalmente. E a vida normal dele, além da escola, é ajudar seus amigos a fazerem um filme de suspense em Super 8. Um dia, melhor, uma noite, eles estão filmando na estação de trem e presenciam um acidente de trem monumental. Nada acontece com eles, só levam um baita susto. O pior vem depois. A vida na cidadezinha onde vivem tem sua rotina tranquila quebrada pela …

Espaçoso

Usar o computador quando o Sam está com a carência atacada é uma tarefa complicada. Ele chega sem cerimônia e se joga na mesa. Fica em cima de tudo. Não se importa em incomodar a gente. Na verdade a intenção é esta, incomodar a tal ponto que a gente desista do computador para dar atenção somente para ele.  No sábado ele estava empenhado em se fazer notar. Subiu na mesa e lá ficou um tempão. Chegou até a dormir! 



Ele estava tão espalhafatoso neste dia, que tive que registrar o momento. Peguei o meu celular e gravei um pouco o Sam tentando ser o centro das atenções.  Ele estava bem 'falante'. Uma graça!  


Happy Hour

Pela primeira vez fiquei a frente da organização de um festinha do trabalho. Senti um misto de entusiasmo e medo. Afinal, eu sugeri o local (restaurante  Los 3 Amigos) e ainda fiz campanha para que todos votassem nesta opção para a festinha. Havia 3 opções: Outback, Los 3 Amigos e o bilhar ao lado da delegacia (assim mesmo, pois ninguém sabia o nome do tal bilhar!). A escolha foi bem democrática, cada um votou no seu preferido.  E minha campanha de boca de urna deu certo e venceu o restaurante mexicano.  Reservei a mesa, criei o evento no Facebook para gerenciar as confirmações, publicar mapa do local e ainda animar a galera. E tudo correu bem! 
Ontem foi a nossa happy hour e, para minha alegria, quase todo mundo foi! Até quem nunca vai em nossas festinhas foi! Sucesso total de público, tanto que a mesa grande que reservei, acabou ficando pequena!  Foi uma noite muito gostosa, ontem todo mundo estava alegre  por estar ali. 
Gosto muito dos meus colegas de trabalho. Gente bem alegre, ent…

Show do Erasure

Status atual da blogueira: sono atrasado e praticamente rouca. Mas feliz da vida e ainda animada por causa do show do Erasure que aconteceu na última terça-feira no Credicard Hall. Ir em shows durante a semana sempre é puxado, mas quando o show é bom, vale  muito a pena. Erasure fez uma apresentação memorável na noite de terça e que me empolgou muito. Estou tão empolgada que desde então não páro de escutar suas músicas. O show reavivou todo a paixão que eu tinha por eles quando eles estavam no auge do sucesso.  Para meu espanto, eu conhecia todas as músicas do show, exceto a música nova, 'Save'. Parece que uma chavinha da minha cabeça foi ligada na noite do show e de repente eu lembrava de todas as músicas e das letras! Foi realmente emocionante vê-los no palco depois de tanto tempo.  O show foi bem simples. Nada de efeitos visuais grandiosos no palco. Somente iluminação combinando com as canções. Nada de instrumentos. Somente um notebook, um teclado e uma guitarra. Tudo comand…

Os Mais Lidos!

Esta semana coloquei uma novidade aqui no blog, o ranking com os posts mais acessados. Estava fuçando na parte de configuração do blog  e encontrei esta função nova. Gostei da idéia de saber quais os posts mais acessados e deixar isso público para quem visita o blog.  Através do  contador do blog eu consigo visualizar isso, mas é algo privado, que só eu acesso.  Agora todo mundo vai poder ver. E o mais bacana de tudo é deixar posts mais antigos listados na primeira página, assim  quem vem por aqui pode achar interessante o post destacado e dar uma lida.  Pena que o ranking não reflita  a realidade da preferência dos leitores do blog.  Muitas pessoas chegam aqui através de pesquisas no Google, e estes acesso que acabam sendo decisivos para a escolha dos 5 primeiros posts que compõem o ranking.  Por isso o primeiro lugar é do post 'Bonequinhas'.  Desde que ele foi publicado, em 2009, ele é o campeão de audiência do blog. Imbatível.  Nunca pensei que as pessoas buscassem tanto por…

Atravessando

Eu sempre tento atravessar a rua direitinho. Espero o sinal ficar verde para mim e atravesso na faixa. Nem sempre o jeito correto de atravessar é o mais seguro. É um paradoxo, mas às vezes me sinto mais segura atravessando quando o sinal está vermelho para mim e vejo que o fluxo de carros cessou.  Geralmente faço isso para atravessar a esquina da Macuco com a Jauaperi. Para eu atravessar tenho que esperar o sinal da Jauaperi ficar vermelho para os carros. Neste momento o sinal fica verde para os carros na Macuco e a conversão para direita é permitida. E eu estou bem na esquina onde os carros podem virar. Resultado: Ninguém pára para eu atravessar! Todo mundo vira  na esquina pisando fundo e quase ninguém dá seta. Eu me sinto o  sapinho do videogame tentando atravessar a rua!   É muito complicado e perigoso.  Em outros cruzamentos, os que têm farol para pedreste, eu só atravesso depois que eu vejo que todos os carros pararam.  Não confio nos motoristas. Sempre tem o risco de alguém não…

Filhos

As pessoas me olham com cara de espanto quando descobrem que eu ainda não tenho filhos, mesmo estando casada há quase 10 anos. A cara de espanto se transforma em cara de desaprovação quando eu falo que não pretendo ter filhos. Sempre é um momento desagradável porque me sinto no banco dos réus, sendo julgada e condenada. Pois, para grande parte das pessoas, é obrigação de uma  mulher casada ter filhos. E encaram como pecado mortal uma mulher que decide não ter filhos. Já escutei cada coisa nestes anos! Tento abstrair, mas não nego que tudo isso me deixa revoltada. Ter um filho é uma decisão que somente Wally e eu temos direito de opinar. Ninguém mais. Afinal, nós que criaremos o filho. Nossa vida que vai mudar, nós que temos que estar dispostos a nos dedicar a esta pessoa que vamos colocar no mundo. Mas nós não queremos. Não sentimos falta de filhos humanos e estamos felizes com nossos filhos felinos.  E se um dia tivermos um filho (biológico ou adotado) é porque mudamos de opinão e nã…

Uma Menina Quieta

As meninas mais quietas são tidas como santas. As pessoas acham que elas são incapazes de  fazer coisas erradas , pensar em sacanagem ou mesmo dizer um palavrão. As meninas quietas acabam sendo alvo de espanto quando agem como pessoas normais e não como santas.  Espanto que não deveria existir, afinal, uma menina quieta é uma pessoal normal. Apenas mais na sua que o resto das meninas. Fica na sua por não se sentir à vontade de ser mais expansiva ou de não querer expor sua intimidade. Corre ainda o risco de ser taxada de metida. Santa e ainda por cima, metida! Que sina! Só por ser o que é, acaba sendo vista como alguém diferente das outras meninas e uma pessoa que não quer se misturar com os outros. O melhor jeito é continuar sendo que se é e abstrair os comentários inconvenientes vindo de pessoas que parecem querer caçar algum pecado da moça quietinha, apenas pelo prazer para espalhar para todos que aquela ali é mais uma santinha do pau oco.  Claro  que  as que se fazem de santa exist…

Meu Novo Amor

Estou apaixonada. Um gatão novo apareceu em minha vida e roubou meu coração. Sam e Frodo nem sonham com isso. Ainda bem, senão o Sam entrava em depressão, pois para ele já é complicado ter que dividir o meu amor e atenção com o Frodo e Nena. Imaginem se ele sabe que estou derretida por mais um gato. 
O meu novo amor é o Lucky, gato da minha prima Claudia. Eu só conhecia o Lucky por foto e na semana passada fui jantar na casa da minha prima e conheci  o gatão ao vivo. Ele é um gatão literalmente. É um gato da raça Maine Coon, raça dos gatos gigantes.  Ele é um fofo, pena que muito tímido. Assim, só consegui fazer alguns cafunés bem rápidos nele. Pegar no colo então, nem pensar. Com gatos não adianta forçar a barra. Então me conformei a ficar admirando sua beleza de longe.  
Fiquei com vontade de trazê-lo para casa. Se o apê não estivesse com lotação esgotada, eu o traria. Não, não pensem que eu roubaria o gato! Longe disso, a questão é que a Claudia está de mudança para Londres e o Lucky…

Infância

Adoro ver fotos antigas. Posso ficar horas revendo fotos que não me canso. São como lembranças instântaneas, que me trazem à tona momentos que muitas vezes estavam bem escondidos na minha mente.  No fim de semana senti como se eu estivesse olhando as caixas de fotos que têm na casa da minha mãe. Mas desta vez foi uma caixa virtual. Minha prima Leti publicou no Facebook várias fotos da época que ela era um bebezinho, época que eu era bem pequena também. Fiquei um tempão olhando as fotos e acabei pegando algumas para mim. Momento de nostalgia total.

A grande estrela destas fotos é a Leti. Ela está em todas as fotos publicadas aqui neste post. Nas fotos acima, ela está com seus pais, Tia Tecla e Tio Florencio. Eu apareço em algumas fotos, mas não vou dizer em quais. Vamos ver se vocês me reconhecem. 


Leti com nossa querida abuelita  Trifona. Na outra foto estamos com nossa bisavó Victoria. Quando a gente era criança, sempre que era possível, as férias eram passadas no Paraguay. Juntava tod…