Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

Reclamando do Calor

Se o calor continuar tão intenso assim, os meus seguidores do Twitter vão me dar unfollow logo logo. Estou ficando muito chata e só tuíto para reclamar do calor.    A volta do trabalho ontem foi torturante. E pelo jeito os dias vão continuar terrivelmente quentes , assim eu vou ficando cada vez mais reclamona e cada vez mais chata.  Coitadas das pessoas que estão ao meu redor. 
Verão, acaba logo! 

A Vida Não É Uma Novela

A novela "A Vida da Gente" está em seus capítulos finais e eu já estou curiosa para saber quem vai ficar com quem.  Todo fim de novela é a mesma coisa, sempre queremos saber quem vai fazer casal com quem, esperamos pelo final feliz dos casais que ficaram se desencontrando a novela toda. Na vida real acaba sendo assim também, a gente sempre esperando por um final feliz, esperando ver as pessoas ao lado do ser amado. É tão automático pensar assim que a gente nem questiona se este é o único jeito de ser feliz. 
Eu sou do tipo de pessoa que acredita que só se pode ser feliz quando alguém que a gente ama, romanticamente falando, está ao nosso lado.  Mas  em um mundo com pessoas tão  diferentes não é limitador demais  achar que há apenas uma maneira  de ser feliz, não? Além de limitador, este tipo de pensamento acaba gerando uma cobrança enorme em cima das pessoas que estão sozinhas, sem namorado, marido, amante ou mesmo um simples ficante.  A pessoa que está sozinha é vista como c…

Medianeras

O subtítulo do filme "Medianeras" (Argentina - 2011) dá uma ideia equivocada do filme. Não há um caso de amor virtual no filme, há sim , em alguns momentos,  o uso da Internet como tentativa de fugir da solidão extrema em que se encontram os protagonistas Martín (Javier Drolas) e Mariana (Pilar Lopez de Ayala), mas em momento algum há realmente um namoro virtual no filme.  Mesmo tendo me deparado com um filme completamente diferente do que e esperava, eu adorei "Medianeras" e me comovi com a situação do Martín  e da Mariana.  
Os dois vivem sozinhos em Buenos Aires, em apartamentos minúsculos. Eles não se conhecem, embora vivam na mesma avenida, mas vivenciam  situações bem similares. Os dois tentam sobreviver à solidão que os assola.  Praticamente não tem vida social ou mesmo amigos. Trabalham  para sobreviver e só. Como já sofreram muito por causa de amor, eles se fecharam em seus mundos. É uma realidade triste de ver e é melancólico constatar que nas grandes cida…

Samba e Alegria

Sábado foi noite de muito samba e muita beleza. Foi a  segunda noite dos desfiles de carnaval das Escolas de Samba do Grupo Especial  aqui de São Paulo e eu estava lá no Sambódromo do Anhembi vendo tudo bem de pertinho. Gostei muito dos desfiles, as escolas estavam lindas. As que mais gostei foram, na ordem de aparição, Dragões da Real,  Pérola Negra, Águia de Ouro e Tom Maior. Este ano não houve nenhum desfile que eu realmente não gostasse, mas as outras não me empolgaram muito, apesar da beleza das fantasias e carros alegóricos. 



Este ano foi a  estréia do Daniel no sambódromo. Foi tudo novidade para ele, até a 'refeição' disponível por lá,  espetinhos de carne e frango!  Ele adorou os espetinhos e curtiu muito os desfiles. Ficou surpreso com o tamanho dos carros alegóricos e com o fato da gente conseguir ver realmente tudo de bem pertinho.  


A primeira escola a entrar na avenida foi a Dragões da Real. Eu estava bem curiosa para ver a escola da torcida do meu time, mas confess…

Triste Fim Para Um Lindo Carnaval

Este ano eu estava apreensiva com o desfile das escolas de samba. Nunca enfrentei problemas nestes anos todos que vou assistir ao desfile lá no sambódromo. Tudo muito bem organizado e o público muito pacífico, público interessado em ver as escolas e se divertir. O motivo da minha apreensão era a presença de duas escolas ligadas às torcidas de futebol: Dragões da Real e Gaviões da Fiel.  Estava realmente com medo de surgir alguma confusão por conta o encontro de torcidas rivais, que já geraram embates violentos antes/durante/após partidas de futebol.  Mas nada de diferente aconteceu. Foi uma noite animada e sem confusões nas arquibancadas do sambódromo. Na segunda-feira a noite eu cheguei a elogiar para Tininha, uma corintiana roxa,  o comportamento dos torcedores corintianos que lotavam o sambódromo. Eu fiquei muito contente ao ver o ótimo comportamento deles perante ao desfile da Dragões, escola dos são-paulinos e primeira escola a entrar na avenida.  Não houve vaias e eles até comem…

Letrinhas dos Infernos

Ando muito chateada com o Blogspot.  Pensando até em mudar o blog para outras bandas. Há alguns anos, por conta de uma frequência muito alta de spams na caixa de comentários, eu ativei a verificação de letras para os comentários.   Sempre tive implicância com  estas letras, mas  não havia outra maneira e , além disso, as letras de verificação do Blogspost eram amigáveis, fáceis de entender.   Depois da ativação desta verificação nunca mais tive ocorrência de spams nos meus comentários. Tudo funcionava perfeitamente bem até semana passada, quando Blogspot resolveu alterar o modelo de letras de verificação e colocou as letras indecifráveis como na imagem que ilustra o post. 
É péssimo.  São letras difícieis de entender e quem quer comentar tem  tentar umas três vezes, sendo bem otimista, até digitar as letras certas e o comentários ser finalmente publicado.  É frustrante não conseguir acertar as letras, a gente se sente um ignorante.   Eu mesma fujo desta letras, deixo de comentar quando…

É Carnaval!!!!

Acordei hoje em ritmo de carnaval, com um monte de sambas e marchinhas antigas na cabeça. Estava contando as horas para que o carnaval chegar. Estou ansiosa pelo desfile de amanhã no Sambódromo do Anhembi, que irei ver ao vivo pelo sexto carnaval seguido! Além disso, anseio pela folga. Quatro dias de folga são uma dádiva! Vou aproveitar bem para descansar e me distrair. 




Para o blog entrar no ritmo do carnaval também, posto hoje um dos sambas-enredo que mais gosto : "O Amanhã", que foi o samba da União da Ilha de 1978.  Lindo samba, linda letra! Aqui o samba na interpretação do grupo Monobloco.


Bom carnaval para todos!!!

Cupom Furado

Estava tudo planejado. Hoje usaríamos os cupons para almoçar no Kampai, Daniel estava animado com a idéia de comer sushi pela primeira vez e usar os palitos na hora da refeição.  Para garantir que nada desse errado, eu segui as regras do Groupon à risca.  Fiz a reserva utilizando o site disponibilizado por eles.  Como estava difícil arrumar datas de fim de semana, acabei reservando durante a semana.  Escolhi o horário das 14:30 h, para que eu conseguisse sair do trabalho e chegar à tempo no restaurante para almoçar com o Wally e Daniel. 
Mas saiu tudo errado e não almoçamos comida japonesa. Eu estava chegando ao Kampai quando Wally me liga e diz que o restaurante estava fechado já, que não aceitava mais clientes naquele horário.  Fiquei sem entender nada. Wally me explicou que foi erro do Groupon, que colocou no site de reservas horários errados para a reserva. O Kampai já havia notificado o Groupon da falha, mas o Groupon não se deu o trabalho de avisar as pessoas que fizeram as reser…

Amor x Privacidade

Semana passada li  numa reportagem que  a moda entre os casais adolescentes é compartilhar todas suas senhas de internet, ou seja, senhas de e-mail, MSN, Twitter, Facebook e etc e tal. Dizer a senha para o ser amado seria uma prova de amor e confiança. Uma prova de entrega total, afinal, desta maneira não haveria  segredos entre o casal. Enfim, um ter a senha do outro seria uma maneira de demonstrar que o relacionamento é realmente para valer.
Fiquei  um tanto chocada com o que li. É um absurdo acharem normal abrir mão da privacidade para agradar o ser amado. O que dizem ser prova de amor, eu entendo como falta de confiança e insegurança. Um não é capaz de confiar no outro, só fica tranquilo se puder fuçar em tudo que o outro faz na internet, acessar suas conversas , espiar os e-mails e controlar as publicações de status. Assim pretende-se garantir que não haverá traições e enganações.  Apenas uma boba pretensão. Com a facilidade que existe para criar uma nova conta em qualquer meio de…

Lime, Otaru e Saudades

Começou agora há pouco um papo aqui em casa entre Wally e Daniel sobre o canal Animax, conversa vai, conversa vem, a conversa foi parar no canal Locomotion, que era o nome antigo no Animax. Até então eu estava prestando atenção na novela das 9  e navegando pela Internet, sem participar da conversa para valer. Mas bastou escutar o nome Locomotion que pipocou na minha mente a imagem da Lime histérica correndo atrás do Otaru. Lime quem?
Lime é personagem de um anime chamado " Saber Marionette J" que passava neste canal no começo dos anos 2000. Ela era a minha personagem favorita, me fazia rir muito e até conseguia me emocionar. O Otaru é o guardião da Lime e de mais duas 'marionetes' (Cherry e Bloodberry), que na verdade são mulheres-robôs que foram criadas para salvar a humanidade, que está correndo risco de extinção porque não há mais mulheres no mundo e a população é formada por homens que são clones de outros homens. As 3 marionetes são diferentes das outras mulhere…

Falta de Respeito

Dois cantores morreram esta semana. Um recebeu gozações de todos e outro reverência. Antes de serem cantores, foram duas pessoas que morreram. Não importa se Wando fazia música brega e não tinha o mesmo respaldo da crítica que a Whitney Houston tinha. Foram duas pessoas que morreram. Simplesmente não consigo entender piadas com alguém que morre. O mais triste que isso parece tão normal nos dias de hoje. Acho que as pessoas perderam a noção das coisas. Uma coisa é você não gostar de um artista, outra coisa é você desejar a morte dele ou ainda ficar feliz com esta morte. Tem muito cantor/cantora/banda que eu odeio, sou bem chata com música. Mas nem por isso vou querer que as pessoas que produzem ou interpretam uma música que eu acho que não presta, morram. Outro dia o vocalista do Restart levou uma pedrada na cabeça durante um show e foi um espetáculo de comentários cheios de ódio nas redes sociais. As pessoas diziam que  quem atirou a pedra tinha má pontaria, que tinha que…

Calorão

O verão enrolou para começar, mas  quando resolveu aparecer, veio com tudo. A temperatura em São Paulo está nas alturas. Tem feito mais de 30 graus todos os dias. Durante as noites não refresca muito, fica tudo muito abafado. As noites, que deveriam ser momentos de descanso, tem sido para mim momentos de aflição. Mesmo com o ventilador de teto ligado, eu não consigo dormir direito  e já acordo morrendo de calor. Um inferno. 
Estou tentando não reclamar muito do calorão, pois quero que ele continue até o carnaval. A noite de sábado de carnaval tem que estar bem quente para eu aproveitar bem o desfile das escolas no sambódromo. Assim, meio que fiz uma promessa de não ficar reclamando  para garantir o meu carnaval quente. Mas está difícil não reclamar, está difícil até sobreviver ao calor. 
Além do calor, ando sofrendo com a chuva. Ontem tive azar e estava na rua, parada no ponto de ônibus, quando o temporal caiu.  Fiquei molhada até a alma e a enxurrada quase me levou. Como não quis saber…

Shampoo do Momento

Escrevo com o cabelo molhado.  Neste calorão é uma delícia deixar o cabelo secar naturalmente, é algo bem refrescante. Mas deixar o cabelo secar desta maneira sempre foi um tanto arriscado para mim. Pois  o meu cabelo é meio rebelde, ainda mais quando está curto, e eu nunca sei como ele vai ficar depois de seco. É uma loteria.  Ou melhor, era uma loteria.  Hoje estou bem tranquila, pois sei que ele ficará do jeito que eu gosto, comportados e sem armar.  Há uma semana consegui esta tranquilidade,  graças ao shampoo e condicionador Liso Perfeito e Sedoso da Seda. 
Fiquei curiosa com o shampoo logo que vi a propaganda na TV. Na propaganda é prometido que o cabelo vai se  manter comportado e liso depois de seco.  Adorei o que vi, mesmo não tendo pretensões que meu cabelo fosse ficar ultra-liso como o cabelo da propaganda. Afinal, meu cabelo é ondulado. Mas o que me seduziu foi a promessa de manter o cabelo controlado depois de seco e isso era tudo que eu precisava no momento.
Gostei muito d…

Madonna !

Recomeçou a minha histeria.  Estou sentido um misto de alegria, ansiedade, medo e euforia. A culpada desse turbilhão de emoções só poderia ser a Madonna.  Tudo começou no domingo, com a fantástica apresentação dela no intervalo do jogo da final do futebol americano.  Foi  absurdamente perfeito. Desde a montagem instantânea do palco no meio do campo, como a perfeição das coreografias e figurinhos. Fiquei encantada e emocionada.   Mas a histeria veio mesmo com o anúcio da turnê que vai promover o novo CD "MDNA" e que a turnê vai passar pela América do Sul! 
Pronto, fiquei maluca já. Pensando nas estratégias para garantir o meu ingresso sem o sufôco da última vez.   Hoje já me informei de tudo e vou compartilhar com vocês o jeito de comprar os ingressos sem aquela confusão toda que sempre acontece quando um grande show acontece por aqui.  A solução é compra na pré-venda.  Fiz isso nos  últimos shows do Iron Maiden  e do U2, e comprei os ingresso sem stress. 
No caso da Madonna, o…

Ooops...Foi Mal!

Hoje, ao contar no Facebook um incidente com uma taturana no trabalho (a bendita caiu no meu ombro e eu quase tive um treco!), descobri que durante a minha vida toda eu falei o nome deste bicho nojento errado. Quando eu comecei a falar a palavra errada? Quando eu acrescentei um 'R' onde não tinha?  Nem idéia. Para mim sempre foi assim e levei um susto quando googlei a palavra e vi que o Google me corrigiu. Mas aí já era tarde, meu tópico já tinha vários comentários, não dava mais para apagar e corrigir, com isso, não consegui evitar de ser trolada por ter escrito 'tarturana'. Uma tragédia completa, não bastava o bicho ter me assustado, eu ainda escorrego na ortografia e passo vergonha virtual.  Péssimo. 
Depois disso comecei a pensar em palavras que eu falo/escrevo errado.  Como eu aprendi a palavra de forma errada? Ou será que aprendi certo e de tanto ver outras pessoas errando, acabei errando por tabela? Nunca saberei.  Até há pouco tempo eu escrevia (e falava!) sobra…

Daniel em SP

Desde a semana passada Wally e eu estamos no papel de pais de um adolescente. O adolescente em questão é nosso sobrinho Daniel, que veio de Buenos Aires para passar um mês conosco. Ele chegou semana passada e veio fazer um curso intensivo de Português. É a terceira vez que ele vem passar as férias aqui em São Paulo, nas outras vezes ficou em torno de 10 dias e veio somente passear. Agora veio para estudar e está vendo como é nosso dia a dia normal, afinal,  Wally e eu estamos trabalhando.  Daniel estuda de manhã e almoça com a Sugarbaby e minha mãe, pois eu chego em casa somente depois das três da tarde. O tempo livre ele divide entre passeios com a Sugarbaby, as lições de casa, videogame, tocar música com Wally (Daniel na guitarra e Wally na bateria!) leitura de livros e revistas em Português e passeios  comigo e Wally, de noite e nos fins de semana.


Além do idioma, ele tem aprendido sobre os costumes daqui e experimentado coisas novas, como algodão doce, que experimentou no jantar …

Quase Uma Viagem

Semana passada viajei sem precisar sair da cidade. Mesmo estando em meu território, senti como se estivesse passeando por terras desconhecidas. Foi uma sensação bem curiosa e ao mesmo tempo deliciosa. Gostei de me sentir turista na minha própria cidade. 
Pela primeira vez me hospedei em um hotel paulistano, o fato de entrar no hotel para fazer o check in, já deu uma aura de viagem ao nosso passeio de comemoração  do aniversário de casamento. A vista da janela do quarto já me encantou. Nunca tinha visto aquela região da cidade do alto. Aliás, adorei a janela, passei longos minutos sentada ali admirando a beleza das ruas iluminadas.  



Fiquei impressionada com o tamanho do Shopping Morumbi, nunca tinha o visto de cima. Agora entendo perfeitamente porque me perco  no meio de seus corredores. 
Naquela noite fomos jantar no  Shopping Market Place, como estávamos praticamente ao lado do shopping, fomos a pé. Nunca ando a pé por ali, foi bem diferente e parecia que eu estava passeando por uma no…

Enfeitando o Blog

Enquanto o post de quinta não sai, vou deixar o Sam enfeitando o blog. :) 

Novo post só no fim da tarde ou noite.

Dando Um Jeito No Caos

Eu andava com a sensação que meu guarda-roupa estava desfalcado, estava sentindo falta de algumas peças. Como isso acontecia no momento que eu estava me trocando para sair para o trabalho e sem muito tempo para procurar ou mesmo pensar onde poderiam estar as peças sumidas, eu deixava pra lá e esquecia do assunto. Ontem eu encontrei as tais peças, estavam perdidas no buraco negro do meu cesto de roupas para passar! 
Esta situação é um ótimo demonstrativo de como anda caótica a minha relação com o ferro de passar. Nem sei quando a situação começou desandar, mas com certeza foi nos últimos meses de 2011. Em algum momento deixei de passar roupa uma semana e nunca mais consegui tirar o atraso. A montanha de roupas para passar só aumentava e eu não conseguia dar conta do recado. Chegou a um ponto que já nem tinha mais espaço no cesto! As roupas recém lavadas iam ficando em cima da tampa do cesto, pois dentro já estava mais do que  lotado.  Um cenário desolador. Eu bem que tentava dar um gás,…