O Pequeno Príncipe


Eu li o livro do Pequeno Prínce quando criança. Sempre tive carinho pelo principezinho, mas nunca fui uma grande fã. Mas a Cris é uma fã ardorosa do livro e por isso eu a esperei chegar no Brasil para irmos juntas à exposição "O Pequeno Príncipe na Oca" no Parque Ibirapuera. Domingo foi o último dia da exposição, com medo de filas Wally e eu fomos para lá cedo para comprar os ingressos. Mas demos sorte, estava bem tranquilo. Só começou a ficar cheio quando estávamos saíndo de lá. Acho que ficamos umas 2 horas passeando pelo mundo do Pequeno Príncipe e pela história de seu autor, Antoine de Saint-Exupéry.




Na primeira parte da exposição fomos seguindo as estrelas projetadas no chão e vivenciando trechos do livro. Tudo muito caprichado e delicado. A exposição nesta parte tem uma atmosfera de sonho e consegue fazer a gente se sentir dentro da história.


Uma das partes que mais gostei foi a que "empinamos" os pássaros. Uma bola vermelha era a "linha" e quando era movimentada, os pássaros mudavam seu rumo de vôo. Ao vivo o efeito ficou muito bonito, a foto não conseguiu captar toda a beleza. Estas fotos foram tiradas quando Cris e eu juntas "empinávamos" os pássaros.



A sala com os bonecos dos personagens é um encanto. Tiramos muitas fotos ali, Sylvain clicou a Cris muito, acho alías que ela tirou fotos de todas as partes da exposição. Nós 4 nos divertimos muito lá.


A segunda parte da exposição foi dedicada à vida de Saint-Exupéry. Eu não sabia muita coisa sobre ele, na verdade sabia praticamente nada, só que ele era francês e piloto de avião. Descobri que o autor do livro que encantou e encanta gente de todas as idades, teve uma vida incrível, que foi um homem que se aventurou pelo mundo, até pelas bandas de cá ele esteve, e que tinha uma personalidade cativante. A exposição é repleta de itens pessoais dele como fotos, cartas que ele escreveu aos amigos e reportagens de jornais, que ilustram a história da sua vida que é minuciosamente narrada em pequenos textos distribuídos em painéis, que também ilustram como era a época em que ele viveu. Saí da exposição fã de Saint-Exupéry, ele foi um homem incrível. E a exposição também me deu vontade de reler o livro. Farei isso logo, logo, basta encontrar o exemplar que tenho por aqui.

Foi uma linda manhã de domingo! E um encerramento perfeito para as minhas curtas férias! :)


Comentários

  1. Eu nunca li o livro, vc acredita?

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Natal é uma época de muita felicidade e de muita alegria, onde as pessoas querem visitar e ser visitadas, procuram parentes e pessoas amadas. São filhos em busca dos pais, irmãos um em busca do outro, são avós, são tios e todo mundo em busca daquele sentimento especial que sentimos nessa época.

    Muitos em busca do presente do Papai Noel, de uma nova esperança, de uma novo amor e de muitas alegrias. Cheios de esperança de uma vida melhor à partir desta data e já pensando no novo ano que vai entrar.

    Eu também quero um presente de Papai Noel, escrevi uma cartinha para ele e fiz um pedido de todo meu coração, que esse ano as pessoas se preocupem com a segurança, que ninguém se machuque, que ninguém morra, que nenhuma criança tenha que sofrer por erros de seus pais.

    Eu pedi para o Papai Noel que esse ano o TRÂNSITO seja mais seguro, que todo mundo respeite seus limites e que se importem em respeitar regras e leis, e que todos tenham em mente que o seu ato pode trazes tristezas para todo mundo.

    Eu desejo de todo coração um Feliz Natal e principalmente, uma Natal de muita segurança.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono