33 º C




O termômetro registra 33 graus e eu estou em São Paulo. São Paulo! Uma cidade que nunca foi quente, sempre teve uma temperatura mais fresca, pendendo sempre para o frio. Mas de uns anos para cá, o verão por aqui tem sido realmente quente. Este janeiro deve ter batidos todos os recordes de temperaturas altas, pois está algo surreal. Quente em qualquer hora do dia. Nem a noite temos um refresco. Calor a full. Andar na rua é uma tortura, o sol queima, basta alguns segundos parada esperando para atravessar a rua e a pele já começa a arder.  No ônibus é um sufôco, parece que estou em uma sauna ambulante, tamanho o calor que faz lá dentro. Até o chão do ônibus fica quente!  Chego em casa derretida e chateada, amaldiçoando este calorão. 

Eu já estou resignada, este calor não deve ir embora até março. Até lá terei que viver neste inferno. Simplemente é horrível conviver com este calor 24 horas por dia. Pois não refresca em momento algum do dia. Seja 5 da manhã ou 10 da noite, está quente. Só refresca um pouco quando chove, mas nem chovendo mais está.  Anda tão quente que, quando faz 25 graus, eu acho que tá fresco! 

Como não tenho como fugir daqui até  verão acabar, vou sobrevivendo e tentando não ficar muito insuportável.  Que logo seja inverno e que venha um friozão daqueles!




Comentários

  1. O verão deve estar mesmo fora do normal esse ano aí. Nunca vi tanta gente reclamando tanto! Estou tão feliz por ter escapado, espero que durante esse mês as temperaturas melhorem até eu voltar, rs... E não tem jeito mesmo, é quente na rua, em casa, no ônibus, no trabalho, impossível escapar e difícil ficar disposta e de bom humor com uma sensação dessas.
    Beijos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono