Escapando Um Pouco da Realidade





Eu já perdi a conta de quantas vezes fui ao Escape 60, já devem ter sido mais de 10 vezes. Acho que nunca me cansarei de ir, pois, além de curtir ser desafiada, lá eu me isolo de tudo. É realmente um descanso para a cabeça, mesmo que  isso pareça uma contradição, pois temos que usar muito a cabeça para desvendar as pistas e escapar das salas. 

Os ambientes das salas são bem caprichados, o que ajuda para que a experiência seja bem imersiva. Outro ponto importante é a total ausência de comunicação com o mundo exterior. Celulares não são permitidos, tudo fica guardado nos lockers. No momento que o cronômetro começa, a única coisa que eu penso é em achar as pistas e desvendá-las. Naquele momento isso é tudo o que importa. Esqueço tristeza, problemas do trabalho, as contas para pagar, a crise financeira do país e tudo mais que existe em minha volta. 

Em um mundo conectado como o nosso, é um privilégio poder ficar focado em algo sem distrações. Claro, sempre há a opção de desligar o celular, mas eu consigo? Não. Só desligo quando estou no cinema ou no teatro. Fora isso, meu celular ficar no ar 24 horas por dia. Me acostumei e sinto falta. Mas quando estou em uma das salas do Escape 60, nem lembro que celular existe! Vou lembrar dele somente depois de escapar, parar tirar a tradicional foto com o cronômetro. 

Eu tinha receito de perder o tesão pela brincadeira, medo da dinâmica das salas ficarem repetitivas, mas não. A cada vez é melhor! O fato de ter experiência neste tipo de jogo ajuda sim, mas não garantem a vitória, pois as pistas sempre são diferentes e bem criativas. Nesta última, que foi a Sala do Cassino Paket, fiquei preocupada no começo, pois empacamos feio em um momento. Mas depois deslanchou e vencemos todos os enigmas. A adrenalina de jogar contra o relógio é muito boa! 

Cada ida ao Escape 60 rende muita diversão e renovação da mente!  Nem faz uma semana que fui e já quero ir de novo! 


Nota da blogueira: Até hoje não saí de duas salas e dá uma frustração danada! Mas mesmo assim é bom! 

Comentários

  1. deve ser divertido!deve ser com o q acontece comigo qd vou ao teatro. desligo de tudo e embarco na trama. e melhor, vivo outra vida. muito bom escapar de mim. eu era assim no jogar the sims, achava q uma hora ia enjoar. anos se passaram e a sensação de prazer é a mesma. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, a fissura que tenho com o Escape é a mesma que vc tem com The Sims. Beijos!

      Excluir
  2. e eu abri mais um cadeado só na dedução eheheheh

    ResponderExcluir
  3. Deve ser legal demais, cada vez que vc posta que foi lá eu fico com vontade! Quem sabe quando eu estiver no Brasil vcs me levam lá? :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta