Curtindo na Vida Virtual


Há uns dias eu li uma reportagem que falava que as pessoas ficavam deprimidas quando suas postagens no Facebook e afins tinham poucas curtidas. Que a baixa repercussão virtual fazia destas pessoas tristes na vida real. Fiquei pensando nisso e cheguei à conclusão que é muito bom que as minhas postagens não tenham sempre grande quantidade de curtidas. Se tudo que eu publicar for curtido por todo mundo da minha timeline não é garantia que as pessoas estão de fatos gostando do que eu publiquei, a curtida pode ser apenas uma ação automática, a pessoa nem está prestando atenção ao que foi publicado.  Por isso gosto da variação de likes, pois sei que é algo real.  Gosto de ter gente que me segue que curte as publicações que realmente gosta. Curtir por curtir é algo vazio. Não entendo realmente as pessoas que ficam cobrando likes dos seguidores, se querem isso,  programem robôs para serem seus seguidores e darem curtidas para tudo sem o mínimo de critério! 

Noto que quando posto algo realmente relevante, sobre um acontecimento bem importante para mim, as curtidas são altas e sempre vêm acompanhadas de comentários bacanas. É bom saber que as pessoas páram para prestar atenção ao que realmente importa e não somente curtem as selfies tolas ou fotos de comida.

Eu nunca curto tudo que meus amigos publicam, curto o que realmente gostei. Acho que não pode existir esta obrigação de curtir todas as fotos que aparecem no meu meu Instagram. Mesmo que não requeira nenhum esforço parar eu dar um coraçãozinho ali, só dou quando realmente gosto. Não faço média com ninguém. Quando receberem um coraçãozinho meu, podem ter certeza que é sincero. 

Sempre tentei ser bem honesta na minha vida virtual. Não conto tudo, claro, um pouco de privacidade é essencial nesta vida! Mas tudo que compartilho é real.  Não exagero na alegria e não finjo que minha vida é um mar de rosas, mas evito fazer a minha timeline um muro de lamentações. Muitas vezes me questiono se devo postar algo, quando isso acontece, geralmente não posto. Se pensei muito, é porque não me sentirei bem com aquilo sendo publicado. Eu evito polêmicas, não tenho mais paciência para discussões internéticas. Ainda mais em uma época em que as pessoas não sabem discordar sem partir para a ignorância. Prefiro  ter um Facebook mais leve, sem fazer dele algo panfletário. Tem hora que não tenho como fugir, escrevo, aperto e enter e deixo a polêmica me atingir. Mas isso está cada vez mais raro, prefiro ter conversas assim ao vivo, cara a cara. São bem mais produtivas e menos problemáticas. 

A imagem que ilustra o post é feita pelo Facebook. De tempos em tempos, o app do Facebook no celular me traz este ranking de interatividade. Acho engraçado o app tentar me estimular a postar cada vez mais. Comigo não tem muito resultado, continuo postando no mesmo ritmo de sempre.  Será que outras pessoas ficam animadas com este tipo de ranking? Animada em saber quantas interações suas publicações resultaram? Talvez, senão eles já tinham parado com isso. 









Comentários

  1. é o mesmo que ocorre com os blogs. tem gente que quer uma infinidade de gente lendo e comentando. eu tenho uns dessa linha e copiam e colam o comentário com o link do blog deles mas vc percebe q não leram. gosto com há interatividade real. eu tenho vários assuntos no meu blog e tenho amigos que só comentam em um tema. e acho legal. pra q comentar em algo que não tem interesse? só por comentar? eu prefiro tb q as curtidas e comentários sejam mais seletivos e verdadeiros. tenho amigos que recebem inúmeras curtidas só pq estão em alguma posição de poder. confesso achar podre. basta a pessoa mudar de posto e todos somem. melhor ter curtidas de verdade. ah, e gatos são sempre badalados, em geral são as postagens que chovem curtidas. mudar a foto do perfil tb. ah, tenho amigos que vivem mudando a foto do perfil só pra ser percebido. ai, quanta pobreza. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedrita, gatos merecem :) Mais do que gente, eu acho, rsrs!

      Excluir
    2. Concordo, os gatos sempre merecem muitas curtidas! rs As fotos dos Queijinhos são sucesso garantido! ahahah

      Excluir
  2. Acho que as pessoas viram escravas das ferramentas da rede social sem nem perceber. Curtidas viraram termômetro de validação mesmo. Também prefiro ter curtidas sinceras do que só números e nós, que temos uma rede "limitada" perto dessas pessoas que colecionam amigos, conseguimos perceber quem curtiu porque gostou de verdade de uma postagem ou porque está no modo automático.
    Eu estou bem por fora de redes sociais por opção, mas leio bastante artigos sobre o assunto e fico triste por ver tanta gente se deixando consumir pela vida virtual, sem buscar um balanço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Re, tem gente que cobra curtida dos seguidores! Fico passada com isso. Eu acho que é um perigo se deixar escravizar pelas redes sociais. É uma vida de aparências bem pobre. Beijos

      Excluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta