Intensidade


O povo que está no BBB sempre costuma dizer que lá tudo é intenso, que tudo é muito mais complicado do que parece. E deve ser mesmo, pois isso acontece com todo mundo. Quando a gente está vivenciando a situação, sempre tudo parece mais nebuloso, intenso e difícil de lidar. Quando estamos olhando de fora, tudo parece simples e até óbvio, sabemos qual é o melhor caminho, mas quando é a gente que está ali vivendo aquela situação não conseguimos perceber as coisas tão claramente. A falta de dicernimento que acomete a gente nestas situações é determinante para que fique mais dramático tomar a decisão certa para escapar da rotina que nos atormenta. E isso não acontece quando estamos em momentos de crises, a felicidade em excesso também perturba a nossa razão e nos impede de notar a realidade como ela é. É bem comum histórias de pessoas que entraram em roubadas por estarem enebriadas de amor e alegria, por conta da euforia não viam mais nada na frente. Estando de fora é muito fácil julgar e chamar o outro de bobo por não perceber a real situação. E como este julgamento é tão fácil fica difícil evitar tal conduta, todo mundo julga todo mundo, todo mundo sempre tem o conselho certo. Eu tento me controlar e não dar muitos palpites na vida dos outros, mas tem hora que não me seguro e me pego dizendo que a pessoa é tonta e tudo mais por estar presa numa condição que não lhe favorece em nada. Nem sempre um conselho adianta ou mesmo um esculacho, só mesmo quando a pessoa percebe que aquilo não lhe faz bem que ela vai tomar a atitude necessária para se desprender daquilo tudo e virar o disco. De perto nada é fácil, mesmo que a gente saiba a "receita" perfeita para sair de uma encrenca, quando é a gente que está lá não sabemos mais de nada e nos embananamos muito e infelizmente perdemos um tempão para resolver tudo. Enfim, como a vida não tem manual de instruções a gente só aprende na marra. Apesar do desnorteio, acho bom viver momentos intensos que me atordoam, de vez em quando é bom ter uma chacoalhada na vida, mas claro que prefiro os desnorteamentos que pendem para o lado bom, pois de problemas eu quero é distância. Enfim, o jeito é ir vivendo e tentar não ficar desnorteado por muito tempo, pois assim corremos o risco de perder o rumo e isso nunca pode acontecer.


Comentários

  1. Eu tento não dar palpite na vida dos outros porque eu sei bem como isso pode ser desagradável. Odeio gente que fica querendo resolver meus problemas. Tem situações que nos tocam tanto que é difícil ficar alheio, mas nesses casos eu compartilho minhas opiniões com meu marido, com meu diário ou com meus gatos, mas nunca com a pessoa :) Acho isso arriscado, pois se alguém pedir seu conselho e não gostar, pode acabar criando um clima ruim. E é como você disse, só quem está na situação vê o dilema real, por fora é tudo mais fácil mesmo. E a gente só cresce resolvendo conflitos, então acho que cada um sabe o que é melhor pra si mesmo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. nós gostamos de palpitar e julgar. acho que é do ser humano. e no bbb isso é bom pq a gente faz literalmente de fora, não diretamente a eles. eu já vi conversas nesse deles dizendo que qd viam julgavam e eles dizerem que só quem tá lá dentro é quem sabe o que eles sentem. e q eles mesmo julgavam fora quem dizia isso. eu fiquei uma vez uns meses em outro estado, em situações profisisonais adversas e me sentia exatamente como a mirla se sente hj. hj talvez eu me sentisse diferente pq estou em outro momento e reagiria diferente. não me isolaria tanto. pq se isolar e não dividir o que sente pira mesmo. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. ah, esqueci. acho que o sucesso do bbb é exatamente por essa indefinição. a gente palpita a vontade, mas a mente humana é tão imprevisível que nos deparamos com muitas surpresas. acho que muitos entenderiam se a ana dissesse que queria sair. ela entrava em confronto direto com um participante. sofria com isso. se estressava. mas não, foi o leo, que estava enturmado, alegre, se divertia, tinha amigos, que não suportou e saiu. acho que essa humanidade que encanta no bbb. nós descobrirmos que mesmo alguém aparentemente equilibrado não aguenta pressões e abandona o barco. perceber que todos nós somos humanos e não nos sentirmos sozinhos em nossas decisões diferentes.

    ResponderExcluir
  4. Rê, no fundo é isso mesmo só a gente sabe o que é o melhor , mesmo que este melhor parece absurdo aos olhos dos outros.

    Pedrita, estar em uma situação nova com pessoas novas é bem difícil mesmo. Para mim é bem difícil, pois eu sou muito na minha e demoro para pegar confiança e ficar à vontade com os outros. Mas a gente tem que superar isso, pois senão não se vive!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. por mim o horário de verão acabava sempre e a gente ganhava uma hora sempre! adoro o fim do horário de verão e recupara a uma hora perdida... devia ter isso toda a semana, hahaha
    :*

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono