Há lugar para todas as torcidas!




Neste comecinho de Copa do Mundo até que consegui assistir a mais jogos do que eu esperava. O fuso horário desta copa não é muito bom para  quem está nas bandas de cá, afinal os jogos caem bem no meio do expediente do trabalho. O jeito é então apelar para as reprises dos jogos que passam sem parar na TV a cabo durante à noite. Claro que eu não vejo tudo, não sou fanática assim, mas gosto de dar uma espiada para ver como foi o jeito do jogo e, claro, dar uma olhadinha nos lindos jogadores gringos. 
Eu tenho optado por ver os jogos na SporTV, pois a narração dos jogos é muito boa, os locutores e comentaristas são tranquilos, não apelam para a locução histérica, muito comum em outros canais, e também não ficam fazendo comentários preconceituosos sobre as seleções estrangeiras. Eles se atém ao jogo em si, fazendo elogios ou críticas ao que acontece em campo, sem levar em considerações as rivalidades rídiculas ( que a mídia adora  incentivar) e sem querer enaltecer a qualidade da seleção Brasileira, mesmo quando o jogo não tem nada a ver com a nossa seleção. Uma locução com um profissionalismo raro na TV brasileira dos dias atuais.  
Eu me empolgo com os jogos, mas não sou mais tão entusiasmada com futebol em geral. As rivalidades e o tom de guerra que a imprensa dá aos jogos me incomodam muito mesmo. É vinculado ao esporte uma aura de guerra, de vingança e ódio. A imprensa em geral sempre critica a ação dos torcedores violentos, mas nunca parou para pensar que é a própria imprensa que incentiva este clima de ódio entre as torcidas ( seja de times ou seleções) quando utiliza em suas reportagens termos que poderiam muito bem ser usados em uma cobertura de batalhas de guerras. Uma pessoa mais despreparada emocionalmente (e culturalmente!) assimila estas informações como verdade absoluta, que ela tem que odiar o adversário dentro e fora do campo e assim vemos a violência entre torcidas se tornar algo cada vez mais cotidiana. Realmente eu me desanimo em torcer por causa destas coisas, seria tão melhor que todos pudessem enxergar um jogo apenas como um jogo, uma disputa que se inicia e se encerra ali no campo. Que os brasileiros não olhassem torto para alguém que usa uma camisa de outra seleção. Que encarassem isso não como uma afronta, e sim como sendo uma opção da pessoa. Não é porque estamos aqui que somos obrigados a torcer pelo Brasil. As imagens das torcidas estrangeiras que mostram nas tvs, com os brasileiros achando tudo lindo e maravilhoso, são ilusórias. Experimente sair com uma camisa de outra seleção em tempos de copa. Não importa se você é cidadão do país da camisa que usa, os brasileiros que cruzarem seu caminho vão te olhar torto, falar absurdos e até dizer que você não pode usar a camisa da sua seleção.  Uma demonstração de preconceito absurda. E depois dizem que aqui não tem preconceito.  Por tudo isso eu prefiro torcer em casa, para poder torcer à vontade para as seleções que moram no meu coração, sem me preocupar se serei xingada na rua apenas por torcer diferente da grande maioria.




Nota da blogueira: Infelizmente já vivenciei experiências desagradáveis com o preconceito do torcedor brasileiro e estas experiências se renovam a cada copa. Será que um dia as pessoas saberão respeitar o torcedor de outro time? 


Comentários

  1. Oi, Patry. Adorei o novo look do blog! parabéns! Tá cada vez mais caprichado.
    Com relação ao comportamento dos torcedores daqui com relação às pessoas de outros países, eu acho normal. Na copa passada, por exemplo, eu morava na Argetina e houve gente quer parou de falar comigo só pq eu sou brasileira e "poderia ser um oponente à Argentina na Copa". Detalhe: as duas seleções nem jogaram entre si. Houve um episósio que foi até engraçado (porque não foi comigo! hahaha). Víamos sempre os jogos do Brasil num bar brasileiro de Buenos Aires e, um determinado dia, estávamos na calçada, uma pessoa, do alto de um apartamento, jogou um baldaço de água nas pessoas que estavam alí. Sorte que não me molhei, afinal, estava um frio de rachar.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Mari que bom que gostou da casa nova do blog! :)

    Bom aqui no Brasil eu acho que o povo extrapola na tal rixa de torcedor, infelizmente não é só durante a copa que vejo isso.

    Mas que gente cretina, jogar água na torcida! afe

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro usar camisetas da Itália, Argentina e Uruguai, mas em época de Copa dá medo mesmo. Às vezes nos xingam até com a camiseta de times locais, em finais de campeonato.

    ResponderExcluir
  4. Ana Maria, eu evito sair com camisa de time na rua. Infelizmente as pessoas são bestas e xingam meeeeeeeeesmo!

    ResponderExcluir
  5. Oi, que bom que gostou! :) Saludos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono