Saneamento Básico, O Filme



Um tempo atrás, mudando de canal, me deparei com cenas de um filme que me deixou curiosa, na cena Camila Pitanga estava com vestido festa andando no meio do mato e com uma equipe de filmagem registrando tudo, na equipe estava Fernanda Torres e ainda tinha um monstro! Não entendi nada, mas morri de rir. Como o filme estava no meio mudei de canal, mas antes descobri que filme era. Tratava-se de "Saneamento Básico, O Filme" (Brasil - 2007), dirigido por Jorge Furtado. Ontem finalmente assisti ao filme, na Globo, depois da novela das 8. O filme é hilariante e com uma história bem inusitada.   Tudo se passa em uma cidadezinha do sul do Brasil que tem um problema de falta de tratamento de esgoto, há um riacho que está podre por conta do esgoto sem tratamento que é despejado ali. Os moradores já tentaram de tudo e a prefeitura sempre diz que não há verbas. Marina (Fernanda Torres) não desiste e continua insistindo com a prefeitura, mesmo que seu pai,Otaviano (Paulo José) a desencoraje, dizendo que nada mais adianta. Numa destas visitas à prefeitura, Marina descobre que realmente não há e nem haverá tão cedo uma verba para o saneamento do esgoto, mas que há uma verba disponível para um filme. Então ela resolve fazer o tal filme para conseguir a verba e usá-la para a obra do riacho. A questão que ela nunca fez um filme e nem tem idéia como fazê-lo. Isso gera cenas hilariantes. Uma das coisas que mais me fez rir foi o debate sobre o significado de um filme de ficção! Ninguém sabia o que era!  As cenas da preparação do roteiro e da filmagem são ótimas. Os atores ficaram fantásticos fazendo cenas em que interpretavam muito mal, nem as falas saiam normais, tudo forçado, caricato. Wagner Moura está ótimo como o monstro do filme , aliás adorei a fantasia de monstro da fossa. Ficou tosca e engraçada. Ao longo do filme acompanhamos todas as etapas de produção  do filme familiar,as frustrações pelo tanto que filmam e os poucos minutos que a filmagem rende, as tentativas de adequação do roteiro. Tudo no improviso. O roteiro do filme em produção é bem tosco, é sobre o monstro da fossa que ataca a mocinha bonita que anda sozinha no meio do mato. É um filme que diverte mesmo, faz a gente rir. Eu gostei muito. Gostei não, adorei!

Comentários

  1. eu adoro esse filme, tudo é inteligente, a começar pela proposta e crítica aos órgãos do governo. há dinheiro pra filme, mas não para o saneamento básico. e o elenco é show. eu adoro qd eles acham as imagens cafonas da personagem da camila pitanga e colocam tosco sem explicação encaixado no filme. hilário. e ainda mostram na escola. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Eu vi só um pedacinho do filme e achei superengraçado. Vi justo a parte da fernanda torres gravando cena com o pai dela e dizendo que tinha que voltar a fita e o pai dela diz: "é só editar!". Ela olha pra ele com cara de quem não entendeu... Ou seja, ela não sabe que dá pra editar cenas. Muito engraçado!

    ResponderExcluir
  3. Pedrita, as cenas finais do filme são surreais! Ainda para mostrar para as crianças! Adorei!! E adorei o Monstro! Ficou muito engraçado!

    Mari, eles não tinha noção alguma sobre filmar! Isso fica bem engraçado, pois são uns perdidos. Você tem que ver o filme. Vai gostar

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Marion.

    Eu ainda nao vi esse filme mas morro de vontade.

    Precisi fazer uma visita `a locadora.

    Bja.
    Elvira

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta