Insegurança









A minha bolsa é do tipo mochila, daquelas que as alças são  uma fivela, que possibilita que  eu regule o tamanho delas com muita facilidade.  Este tipo de alça tem outra vantagem, me permite prender minha bolsa à cadeira com muita rapidez. O que é uma vantagem e tanto nos dias de insegurança que assolam a cidade de São Paulo.

Um crime muito comum ultimamente é o furto de bolsas em bares e restaurantes, uma fulana aproveita que o local está movimentado e leva embora as bolsas que estão penduradas nas cadeiras. Isso já virou coisa corriqueira. Por isso , toda vez que vou a um bar ou restaurante, a primeira coisa que eu faço é amarrar a minha bolsa na cadeira. Desta forma fico mais tranquila e evito que alguma fulana leve embora a minha bolsa. Se tentar, vai levar um belo de um tranco e eu vou notar.  

Pena que esta minha solução não me salva de outro crime da moda, o arrastão em restaurantes. Se a gangue do arrastão invadir o local que eu estou, não vai ter jeito, o ladrão vai levar tudo  e eu ficarei ali a ver navios, traumatizada e sem minha carteira e afins. E o ladrão ai vai rir da minha cara, pois ele sabe que nada vai acontecer com ele, afinal, a nossa justiça nada faz para coibir os crimes. O fulano pode até ir preso, mas a justiça vai soltá-lo em um ano por bom comportamento  e assim logo ele estará na ativa de novo, roubando as pessoas de bem. 

Estamos vivendo um clima de insegurança muito grande aqui em São Paulo. Os bandidos  estão cada vez mais ousados e os cidadãos cada vez mais acuados.  Eu  tenho medo sim de andar na rua ou sair à noite e ser assaltada. Nem mais dentro de casa me sinto segura. Os bandidos fazem arrastões nos prédios ou mesmo assaltam as pessoas na entrada dos prédio. Soube que aconteu um assalto aqui na porta do meu prédio na semana passada, o vizinho estava chegando  de viagem e foi abordado pelo ladrão no momento em que saía do táxi.  Aterrorizante.  

Eu me recuso a me sentir refém destes bandidos, por isso, apesar do medo, não deixo de fazer nada que eu queira. Tomo os cuidados possíveis e tento não ficar neurótica. E, claro, rezo para que nada me aconteça.  Estamos numa situação que  a única coisa que podemos fazer é rezar.   É triste que nossa cidade esteja dominada por ladrões e ladrões da pior estirpe, pois não estão apenas interessados em roubar, eles fazem questão de maltratar suas vítimas, de botar o terror. É gente ruim mesmo. 

Não vejo solução a curto prazo para esta situação. Há que se ter uma postura firme com os ladrões, roubar tem que deixar de ser um bom negócio. Enquanto a justiça for mole com a bandidagem o caos vai continuar. Espero que neste ano de eleição os candidatos olhem seriamente para este problema, que apresentem soluções, que deixem a vaidade de lado e queiram ganhar o cargo de prefeito para dar um jeito nos problemas da cidade e não apenas para ostentar o título de prefeito da maior cidade do país. 

 

 

Comentários

  1. realmente eu fico preocupada em ir em restaurantes à noite. mas é sempre bom ter a bolsa bem perto da gente. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Patry, eu nem sabia dessa nova "modalidade" de assaltos... que horror, é péssimo andar sempre insegura desse jeito. Os bandidos realmente estão à vontade e rindo da nossa cara. E não tem mesmo o que fazer, não dá pra parar de viver por causa disso, não somos nós que temos que resolver o problema e sim o governo, mas essa corrupção está tão enraizada e envolvendo tanta gente que eu não tenho esperança em governo nenhum. Tem mais gente interessada no crime que pode acabar com um governante bem intencionado, do que gente do bem para defendê-lo. Uma pena.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Pedrita, é péssimo sair e ter que ficar sempre alerta.


    Rê, aqui em São Paulo a situação tá difícil e realmente o bandido fica rindo da nossa cara. É uma pena tudo isso só rezando mesmo para nada nos acontecer.


    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Sinto por sampa estar assim, mas infelizmente não é só aí, em Manaus a coisa também está complicada, aqui a moda é assalto em ponto de onibus, principalmente por mototaxi... infelizmente precisamos de melhores politicas para resolver isso
    Bjo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono