Medo, medinho , medão


Tenho medo de ir ao dentista. Eu vivo fugindo dele , mas ele não desiste de mim. De tempos em tempos a secretária dele liga e eu sempre vou inventando uma desculpa, mas tem hora que ela me pega desprevinida e eu digo: "Pode marcar!" E isso basta para o meu medo aflorar. Medo bem infantil, né? Mas não tem jeito, não consegui me livrar do trauma do dentista carniceiro que me atendia quando eu era criança. Sofri pacas nas mãos do cidadão. Hoje nem posso reclamar do meu dentista, ele é muito cuidadoso e sempre preocupado em não fazer o paciente sofrer além do necessário. Mas mesmo assim me apavoro. No fim do mês terei que enfrentar a maniquinha de tortura para trocar uma obturação. Só de pensar o dente já dói. Às vezes penso em procurar estes dentistas que dizem que fazem uso da hipnose e o paciente nada sente. Será que funciona?

Além de medo de ir ao dentista, tenho alguns outros medinhos. Uns que não sei porque tenho e outros frutos de alguma situação meio traumática. Acho que o medo mais estranho que tenho é o medo de aquecerdores a gás. Aqueles de chuveiro. Tenho pavor. De tremer de medo. No outro apartamento onde morei tinha um aquecedor a gas, daqueles antigos que tem a chama piloto. E ele sempre apagava quando Wally estava viajando. Na primeira vez que isso aconteceu eu até chorei de nervoso. Que pavor. Sempre consegui ligar o aquecedor todas as vezes que precisei, mas sempre foi dramático. Mas com o tempo fui me acostumando e aprendendo a controlar o medo. E nunca tomei banho gelado por causa do medo.
Tenho medo de cavalos também. Acho cavalo um animal lindo mas hoje em dia tenho receio de me aproximar de um. Tudo começou na fila de entrada do estádio do Morumbi para show de um festival de rock , a atração principal era Red Hot Chili Peppers. Demoraram para abrir o portão do estádio, e tinha muita gente por lá. De repente começou um empurra-empurra e eu e a Sugarbaby lá no meio e não tínhamos como sair da confusão. Para piorar tudo chegou a polícia montada. Aí foi assustador. Os cavalos vindo pra cima da gente. Peguei trauma. Felizmente nada de mais grave aconteceu com a gente. Eu quase caí, mas um garoto que estava atrás de mim me segurou. Ainda bem. Fiquei nervosa e caí no choro depois de tudo. Mas continuamos lá e vimos o show, que foi ótimo! Desde então não consigo ficar tranquila perto de um cavalo. Pena. Espero um dia perder este medo.

Aos olhos dos outros muitos de nossos medos parecem ridículos. Mas só a gente que sabe a dificuldade de lidar com eles. E quando não temos escapatória temos que enfrentá-los , como marcar a consulta no dentista e aparecer na hora certa!

Comentários

  1. Ih, saiba que vc não está sozinha... já tive verdadeiro pavor de dentista pelo motivo que vc: um açougueiro que me tratou quando eu era criança. Por causa disso, passei anos sem ir ao dentista e, quando fui, minha boca virou um verdadeiro canteiro de obras, de tanta coisa que tinha pra fazer. Por sorte, só encontrei dentistas bacanas depois disso e hj até encaro uma obturação sem anestesia. Por falar nisso, já tá na hora de eu marcar uma consulta...rs! Bjos!

    ResponderExcluir
  2. acho que de dentista é clássico. eu tenho alívio que acabei encontrando a minha dentista que faz uma prevenção danada e eu fico mais tempo livre dela, o que me ajuda muito. eu tenho pavor de médicos e prontos socorros. sofri uma sucessão de erros médicos uma vez, erros pavorosos, coisa de filme de terror, que hoje quero sempre a minha médica dando as coordenadas. e mesmo assim questiono tudo. coitadas. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. Dentista eu n�o ligo, mas tomo anestesia p/ qualquer coisa. Tenho medo de dor. Por isso tb tinha pavor de inje�o. Minha m�e pagou muitos micos por minha causa. Mas depois que fiz tatuagem, isso passou.
    Agora med�o eu tenho de sapo, r� e perereca. Quando eu era crian�a, uma perereca subiu no meu bra�o. Arrrrgh! S� de lembrar fico desesperada!
    Mas o medo tem seu lado bom. Nos impede de entrar em situa�es de risco. Por exemplo, quem morre afogado? Quem n�o tem medo de �gua. Quem tem fica no raso.

    ResponderExcluir
  4. Fê, mesmo com medo eu tento ir ao dentista ao menos uma vez ao ano. Tudo bem que ele quer me ver a cada 6 meses, eu juro que tento, mas não consigo, quando vejo já passou 1 ano desde a última visita. Marca logo a sua visita e pára de fugir do dentista! eheheh

    Pedrita, também não gosto de ir ao médico. Para eu procurar um tenho que estar mal muito mal! Mas tento manter as consultas preventivas, estas encaro numa boa. O chato são os exames!

    Miss Oak, eu tenho medo de injeção até hoje. Só tomo em último caso. Trauma da época que eu fiquei bem doente quando criaça e tomava a injeção de penincilina todo santo mês! Ah como dói isso! E você, tem razão o medo muitas vezes nos protege!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Risos.. me lembrei da tortura infantil q tinhamos qdo íamos no dentista.. hj em dia é bem mais tranquilo.. eu ando fugindo tb. Agora me lembro até o hj do lance do cavalo... ai e foi assustador... mas isso foi tipico q falta de treinamento para lidar com esse tipo de multidão. è a musica do Lenine entrando em açao de novo que medo que dá!!

    ResponderExcluir
  6. Sabe que de dentista não tenho medo não, meu medo é de fantasmas mesmo. Baita mulher feita com medo de fantasma, mas realmente, só a gente sabe o que é ter que enfrentar nossos próprios medos.

    ResponderExcluir
  7. Fiquei parada pensando do que eu tenho medo e só consigo me lembrar de Agulha... tirar sangue pra mim é a pior coisa, sempre acho que a agulha vai ficar dentro do meu corpo...rs... De altura não tenho medo, de dentista tb não, de bichos acho que eu só tinha de cachorro, mas tenho o meu pavor de gatos que me incomoda ainda.

    Tô de volta amiga e com saudades de comidinha japa !

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Sugar, engraçado que medo de multidão eu não fiquei e nem de show de rock! Ainda bem!!!

    Renata, olha nunca vi um fantasma, mas acho que se visse um teria medo!

    Dany, acho que log você perde o medo de gatos! Tem convivido com tantos! risos
    Medo de tirar sangue não tenho, e olha que deveria ter pois tirei muito quando criança... acho que me conformei e levo numa boa!
    Que bom que você voltou! E logo vamos comer comida japa! Também estou com saudades!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Não tenho medo de dentista, pelo contrário, eu até gosto do ambiente e daquele cheirinho bizarro que tem no consultório. Mas com certeza os nossos medos parecem ridículos aos olhos alheios, e por isso aprendi respeitar as pessoas por causa de suas fobias, por mais que me pareçam engraçados. Eu sempre tive medo de cachorro, mas precisei me acostumar com o Royce, o rottweiler que vive aqui onde trabalho, e é muito foda encarar aquilo que te mete medo! Quando eu era criança, tinha medo da Zebrinha da loteria esportiva, mas esse medo felizmente já foi superado, talvez porque ela não aparece mais na tv hehe...

    ResponderExcluir
  10. Rodrigo, eu era louca pela zebrinha da loteria! E adora quando ela dizia Deu Zebra!
    Ela é tão fofa... risos...

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Marion,
    Muito bacana falar sobre medos, quem não os tem? Também detesto dentista, e por sinal fui a uma consulta hoje de manhã. Rotina, limpeza, nada sério, mas fui com medo, como sempre. Quanto a cavalos nada a declarar. Adoro cavalos e gosto muito de montar.
    Beijão

    ResponderExcluir
  12. Todo mundo tem seus medos =) Eu tenho medo de dentistas, mas prefiro ir logo assim que começo a sentir dor, porque se adiar, o estrago pode ser maior, e aí dói mais! Fiquei dias ansiosa quando marquei consulta e sabia que teria que tomar anestesia. Tomei muito quando criança e fiquei traumatizada, no fim nem foi tão ruim assim.
    Tenho medo de aranhas. Pavor imenso. Já outros medos, acho que só medinhos... aí são vários =)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Lord, eu acho os cavalos lindos e infelizmente agora tenho medo deles. Não gosto deste medo, pois adoro os animais!

    Rê, nem me fale na anestesia... terei que tomar quando voltar ao dentista... ai ai ai !

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, Patry! Eu não tenho medo de dentistas. deve ser porque metade da minha família tem essa profissão. Aliás, sempre digo que comecem o tratamento sem anestesia e, se doer, eu levanto a mão e, aí sim, me anestesiam.
    Tenho, sim, muito medo de altura e de cachorro. São duas coisas que não posso controlar. Só Deus sabe...

    ResponderExcluir
  15. olha, tb não curto dentistas. e faço tradução pra alguns vários dentistas. aqueles artigos não me parecem explicar nada, eu duvido que eles entendam o que tá escrito tb.

    e confesso que evito abrir a boca perto deles, com medo de que eles encontrem defeito...

    ResponderExcluir
  16. Mari, você é corajosa! risos Eu já fico com sor só de ouvir o barulhinho!

    Renata, se eu pudesse passava longe da cadeira do dentista, mas tem hora que temos que enfrentar!

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Infelizemente meu maior medo é de uma coisa inevitável: a morte de pessoas próximas. Não aceito e pronto. Por isso tenho medo.

    ResponderExcluir
  18. Andrea, também tenho este medo. acho que todos temos. Prefiro nem pensar nisso.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Tb morro de medo de aquecerdores a gás! Sempre q estou em algum lugar q tenha isso no banheiro, fico inquieta! Conheço cada história de gente q morreu aos poucos sem poder gritar por ajuda... me apavoro!

    ResponderExcluir
  20. Ana, sou igual!!! Ainda bem que hoje tenho o aquecedor elétrico!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono