.....dinheiro.....

É incrível como os bancos e empresas de empréstimos estimulam as pessoas gastarem o que não têm. E falam isso como se fosse algo bom e até natural. Quer dar a festa de aniversário para o filhinho? Fácil, entra no cheque especial e pague tudo em milhares de vezes. Fácil, fácil! Mas ninguém conta que a dívida se multiplica. Não gosto deste tipo de coisa, tanto que nem limite extra na conta do banco eu tenho. Não quero olhar o meu extrato bancário e ver um saldo imaginário. Foi uma luta para eu conseguir isso. Tive que insistir muito no cancelamento do tal limite, é duro ir contra a corrente! E de tempos em tempos recebo ofertas do banco, via ligações incovenientes, que tentam me convencer das infinitas vantagens de ter um dinheiro que não é meu na minha conta...
Sim, sou uma pessoa economicamente controlada. Sempre soube lidar com os meus limites orçamentários, e nunca fiquei em apuros. Mas às vezes me canso e dá vontade de extrapolar e pegar o cartão e comprar o celular que achei bonito sem ligar para o preço. Fiz isso ontem. E por ironia do destino não consegui curtir a minha gastança com alegria plena. Não é que as Americanas resolveu achar que eu estava fazendo mau uso do meu cartão? Tive que reconfirmar os dados, uma chatice. Mas no fim confirmaram a compra. Agora estou esperando pelo meu novo brinquedinho.

Chato este nosso mundo novo, onde a gente nem pode cometer pequenas loucuras em paz!

Comentários

  1. eu sempre me incomodo com empréstimos e limites. uma vez a moça do banco ligou pra minha mãe e falou que ela tinha o tal limite. não é que a coitada achou que tinha mesmo? depois de três meses estava na bola de neve. foi difícil explicar que aquele dinheiro era como um empréstimo, que quando vinha o salário, pegava de volta. e como o salário não era folgado, estava um caos. hoje ela já sabe, mas a relembramos sempre. o limite é bom quando a pessoa tem algum problema grande, de saúde, e aí usa e passa o ano ajustando as contas. mas usar pra comprar isso ou aquilo é um perigo. como sempre digo a minha mãe, o salário dela é sempre o mesmo, então se usar mais em um mês, no outro vai ficar sem. só é bom pra quem tem alternância de verba e com o que entrar em um mês quita e ainda sobra. quem tem o mesmo valor todo mês é uma arapuca. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Eu amo cometer loucuras...rs
    Domingo tem sushi então? Obaaaaaa
    Aproveito pra ver seu brinquedo novo :)
    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Pedrita, eu só faço uso de dinheiro que não é meu em situações de emergências. É para isso que serve o tal limite, agora fazer disso constante vira uma bola de neve como vc disse! Morro de medo de me afundar em dívidas!

    Dany, domingo tem sushi!!!! E o brinquedo novo deve chegar hoje!!! Estou ansiosa!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Pôxa, tiraram um pouco do brilho da sua compra? Uns chatos. Mas quando chegar vc se anima, garanto rsrs

    Me peocupa muito tembém essa onda de dinheiro a juros que jogam em cima das pessoas. Na minha opinião é se aproveitar da ingenuidade alheia, porque com a desculpa de "se não fizer assim não faz nunca" muita gente se endivida pra vida toda, uma pena...

    beijo!

    ResponderExcluir
  5. Eu sou bastante preocupada com dinheiro e as vezes até me descabelo à toa por medo de ficar no vermelho... e fico, às vezes.. mas tbm faço minhas loucuras às vezes, o impulso nem sempre é facil segurar =)
    Beijos!! E tomara q o brinquedinho novo chegue logo =)

    ResponderExcluir
  6. Meninas, o brinquedinho chegou e é LINDO!!!!

    AMEI!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Nunca faço emprestimos e gasto sempre menos que o que tenho. Isso nao foi sempre assim, mas a gente tem que amadurecer um dia, ne?

    ResponderExcluir
  8. Bom eu sou do tipo que adoraria cometer loucuras, mas quando estou um passo em fazer-las penso uma, duas ou tres vezes. Fico ali diante daquele objeto avaliando se vale realmente apena comprar-lo ou nao, ai vou pra casa. Penso, repenso, me arrependo e acabo comprando hehe Mas so se realmente valia apena pra mim hehehe

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Mari, saber lidar com dinheiro é uam virtude e tanto! Pois temos que guardar sempre um pouco para os imprevistos da vida! :)

    Aline, eu também penso muito antes de fazer uma loucura! Loucuras de vez em quando faz bem! O que não podemos fazer estas loucuras financeiras sempre! Senão falimos! ehehe

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Eu simplesmente ODEIO quando os bancos me "dão" produtos que eu não pedi, como cartões de crédito, linhas de financiamento e afins. E o pior, se você liga pra dizer que não quer, tem que ficar se explicando, como se fosse um absurdo, como se eles tivessem dando um presente irrecusável!

    ResponderExcluir
  11. Fê, é uma situação muito chata mesmo! Eu sempre falo quando me ligam que seu eu quisesse o produto eu ligava pedia, ms dá vontade memso é de xingar....

    ResponderExcluir
  12. Eu também quero sushi. Uénnnnn!

    Amiga, eu morro de rir dos dados que as operadoras usam para confirmar as operações financeiras: CPF, endereço e bobagens que quem fuça o lixo pode achar.

    Ser vítima de um golpe é a única coisa que eu temo mais do que me endividar pela minha própria audácia..rs

    ResponderExcluir
  13. Déia, hoje em dia nossos dados estão longe de ser privados. E a culpa não é da internet e sim das empresas que vendem os cadastros dos clientes. Infelizmente ser alvo de golpe anda muito fácil nos dias de hoje...

    Beijs

    ResponderExcluir
  14. nossa, eu sou super-descontrolada com dinheiro, mas de vez em qusndo tomo vergonha e passo uns tempos em abstinência total, de castigo. queria ser como você, mas pra mim isso é difícil, muito difícil. parabéns pelo presente novo! bjs

    ResponderExcluir
  15. Cris, eu sempre fui assim. Acho que é herança genética do meu pai. Ás vezes queria ser mais descontrolada! ehehe

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta