American Gangster

American Gangster (USA - 2007 - Direção de Ridley Scott) é um filme sobre dois homens muito parecidos, mas que estão em lados opostos : Frank Lucas ( Denzel Washington) é um poderoso traficante de drogas e Richie Roberts ( Russell Crowe) é o policial encarregado de investigar o tráfego de drogas em New York. Eles são parecidos em sua conduta diante de seu trabalho ( sim, o traficante trabalhou muito para chegar ao topo, portanto tomo a liberdade de chamar de trabalho, mesmo sendo uma atividade criminosa), levam à sério o que fazem e lutam para que tudo seja da maneira correta. Richie é um policial honesto, que não aceita propinas. Sua honestidade é tamanha que ele encontra um carro cheio de grana ( quase um milhão de dólares) e faz a coisa certa : entrega a dinheirama para a polícia. E claro passa ser visto como bobo por todos da polícia. Como sempre o honesto é visto como bobo por nunca tirar proveito das situações. Frank também não gosta de propinas. Não paga nem para os bandidos e nem para a polícia. Cumpre os acordos que faz e tem a preocupação de oferecer um produto de qualidade. O cara só vende droga 100% pura. E por isso tudo é o melhor do seu ramo.
Gostei muito da narrativa do filme, que nos mostra como é a vida dos protagonistas em separado. Eles são apresentados ao espectador antes de seus caminhos se encontrarem, antes do embate de mocinho e bandido. O filme coloca muitas questões, como a sedução pelo dinheiro. Como as pessoas ficam seduzidas pelo mundo de luxo do Frank e não se preocupam em saber a origem da fortuna. Na verdade até sabem, mas fingem não saber. Isso ocorre com a esposa dele, que era Miss Porto Rico, e com mãe dele também. A mãe aceita o luxo que o filho oferece, não questiona nada, apenas agradece por ele ser um bom filho. E o bandidão é um ótimo filho mesmo. Já o policial honesto é um pai relapso, não dá atenção ao filho. Ninguém é 100% bom ou mal.
O filme tem bastante cenas de violência. Já começa com Frank dando um exemplo de sua frieza, ele mata como se fosse a coisa mais natural do mundo. Mas não achei a violência exagerada, achei adequada para a realidade que o filme retrata, não tem nada gratuito. Mas pensar que tudo o que mostra aconteceu de verdade dá uma certa aflição. Sim, é o filme é baseado em fatos reais. E depois deste filme fiquei com mais medo ainda do Denzel Washington. Desde que eu o vi em Dia de Treinamento eu tenho medinho dele. Aliás, nenhum filme me apavorou tanto como este, filmão, mas que não tenho coragem de ver de novo. Fiquei tendo pesadelos com o personagem do Denzel por noites a fio! Mas medo misturado com uma admiração imensa, que fique bem claro, pois o cara é um ator e tanto!


Comentários

  1. eu gosto muito do ridley scott e quero ver esse filme. o 007 ama ridley scott. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Tb quero muito ver esse filme :)

    Esqueci de voltar aqui pra comentar, mas assisti o 28 days later e odiei. mesmo!

    bju!

    ResponderExcluir
  3. filme baseado em fatos reais sempre dá vontade de ver...

    ResponderExcluir
  4. Pedrita, assista, o filme é muito bom!

    Helen, 28 days later é ruim demais... o oposto do filme do post de hoje.

    Lu, eu também gosto de filmes sobre histórias reais.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. ai, amigam, esse filme ainda tá passando aqui, mas prefiro ir ver definetly maybe... rs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta