O tempo não pára!

E aqui estamos nós em setembro. O ano passou como um raio. Mais uma piscadela de olhos e já estarei comemorando meu aniversário. Outra piscada e estaremos comendo panetone e contando os minutos para 2011. E em dois mil e onze estarei pela primeira vez na minha vida preocupada com o meu aniversário. Nunca liguei para a idade. Se ligasse não teria me casado com um homem 6 anos mais novo que eu. Mas a proximidade dos 40 anda me assombrando. Quando penso nisso fico com os "entas" ecoando pela minha mente. Os trinta não me abalaram. Mas os quarenta estão me encucando. Não me preocupo com a questão da aparência, até porque acho que estou muito melhor hoje do que quando eu tinha 20 anos e ainda tenho cara de mocinha. Estou longe de virar uma coroa.  O que me perturba é que acho que a minha mentalidade ( ou seria espírito?) não condiz com todos estes anos de existência. Não me sinto uma mulher de quase 40 anos. Me sinto mais uma menina de 38. Tanto que no meu trabalho a grande maioria dos meus colegas têm no mínimo 10/15 anos a menos que eu e não percebo todo este distanciamento cronológico. Não me ponho numa situação superior por ter mais experiência de vida, converso como se fosse um deles. Me sinto à vontade com eles. Tenho amigos bem mais novos também e não sinto toda esta diferença de idade. A idade é algo menos determinante hoje em dia. Antigamente cada idade tinha uma postura pré-estabelecida. Hoje tudo é mais flexível. Mas eu ainda tenho na minha cabeça que uma mulher de 40 é beeeem adulta, séria e sem tempo para brincadeiras. O conceito de mulher adulta que povoa minha mente é diferente da mulher adulta que sou. Por isso às vezes acho que sou infantil demais para quem logo terá 40. Não tenho tanta segurança como eu achava que teria. Não me sinto dona de verdade alguma, coisa que achava que aconteceria quando a gente vai envelhecendo, que a tal experiência de vida fosse trazer algumas certezas definitivas. Até o momento não tenho nenhuma, tenho algumas convicções é claro, mas sei que nada é definitivo e que ponto de vista é uma questão de ângulo. Mesmo achando que sou infantil demais para os 40 que se aproximam, acho que no fundo é melhor ser assim mesmo. Pois pretendo ser uma velhinha bem serelepe, nada de virar uma velha rabugenta! Que venham os 40, 50, 60, 70, etc! 

Já que o tempo não pára, o melhor a fazer é viver bem cada época e parar com encucações bobas, como estas que eu tenho. Assim vou tentando espantar as encucações para viver bem e aproveitar o meu tempo neste mundo. :) 

Bom feriadão para os sortudos que vão folgar os 4 dias!

Até quarta!

 

Comentários

  1. Bom dia Marion,

    Se você não contasse, eu não dia nunca que em breve você faria 40 anos em 2011.
    Eu também me sinto uma menina grande...
    Aqui em Curitiba é feriado dia 08 também...

    Um beijo grande e parabéns, você escreve muito bem,

    ResponderExcluir
  2. Se vc não contasse, eu jamais diria que vc tem essa idade. Chutaria uns 30 no máximo! Como vc mesmo disse, vc não tem essa mentalidade "séria" dos 40 mas eu acho isso muito bom! Porque essa "seriedade" esperada para essa idade me soa um tanto chata. Acho que a idade é um estado de espírito mesmo. Qto mais velho, deve haver mais responsabilidade, mas não precisa deixar de lado a alegria, a energia, o lado infantil, que é super gostoso de se viver.
    Continue assim e não se assuste com os 40, é ótimo chegar numa idade que vc imaginava que já estaria "velha" e ver que continua com o pique a mil por hora!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Cê, nem eu acredito que vou fazer 40! Ah, que delícia, um super feriadão!


    Rê, é, também acho que para ser responsável não precisa ser chato. Aliás eu sou responsável até demais!
    Estou tentando abstrair, odeio ficar encucada, ainda mais com uma bobagem como a idade. Mas acho que quando os 40 chegarem vou ver que não foi nada demais!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Foi o que eu falei hoje de manhã...
    nossa, ontem era segunda, hoje já é sábado e mais uma vez... vamos indo...
    ;)

    ResponderExcluir
  5. Cacheada, é o tempo voa... não tem tecla pause!

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta