O Clone


Depois muita espera, finalmente estou tendo a chance de rever a novela "O Clone" de autoria de Glória Perez e que foi ao ar entre 2001 e 2002 na TV Globo. Esta novela está na lista das minhas preferidas. Na época  em que foi ao ar fazia de tudo para não perder um capítulo sequer. Me empolgava com a novela  e adorava os cenários que compunham as casas das famílias da parte árabe da novela. Tudo muito lindo. 

Esperava pela reprise com certo receio, afinal as lembranças podem ser  enganosas. Mas neste caso  não. Rever os capítulos está sendo um deleite. Me empolgo do mesmo jeito, me pego até brava com alguns personagens! Sim, lembro tim tim por tim tim tudo que aconteceu, mas isso não tirar a emoção da trama.  Me emociono e me divirto.  

A novela  passa durante à tarde, mesmo eu já estando em casa neste horário, eu deixo para gravar. Não tenho o costume de ligar a TV durante o dia, assim, gravo  e vejo no horário da novelas das seis. E ver a novela gravada é muito melhor, pois eu assisto somente o que me interessa. Pulo as partes chatas, como as divagações do Dr. Albieri (insuportável!), os gritos da Dalva (insuportável!) as choradeiras da Deusa, as danças da gafieira, as piadas sem graça do Raposão e cia, e claro, todos os comerciais! Assim vejo a novela sem desperdício de tempo.  Minha parte preferida da novela é a  Jade e sua família. Adoro Latifa, Zoraide, Tio Ali, Nazira, enfim, todos. Adoro escutar as gotas de sabedoria ditas pelo Tio Ali, sempre falas bonitas e rebuscadas e, em geral, com ótimos conselhos. Tio Ali deveria lançar um livro de auto-ajuda, iria fazer um tremendo sucesso! Gosto muito também das cenas de danças. Como eles dançam na novela! Qualquer coisa é motivo para os marroquinos começarem a dançar, chega até ser engraçado. Mas sempre é bem bonito e as músicas são lindas. No meio disso tudo, suspiro pelo amor da Jade e do Lucas. Foi uma história bem construída e cheia de idas e vindas.  Amor impossível e eterno. Bem de folhetim mesmo e por isso que é bom. " O Clone" é uma novela que soube combinar bem drama, romance e comédia. Uma novela  maravilhosa. Realmente vale a pena ver de novo. Esta vale! 

 

Comentários

  1. Oi Marion.

    Adorei o seu jeito de ver novela. Antigamente eu também assistia assim.

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
  2. Faco exatamnete como vc rsss,O Clone eh classico dos classicos,a melhor novela de todos os tempos,adoooooro.Veja soh,me casei em outubro de 2002 em uma mesquita daqui e eles pedem pra vc adotar um nome muculmano para colocar na certidao,e sabe qual foi o meu?O homem da mesquita me falou de supetao na hora e eu desesperada nao sabia oq responder,nem sabia dessa regra alias,e meu marido ia falar Mariah,eu na hora disse que eu iria escolher entao e dai fica a seu criterio descobrir rsss.E soh na certidao ta,nunca ninguem em chamou por esse nome,traumaticoooo.

    ResponderExcluir
  3. Elvira, esta é a vantagem de ver novela gravada, a gente vê só o que interessa!


    Mel, Humm.. foi um nome inspirado na novela? Jade não foi pq na novela eles reclamavam que era um nome fora dos costumes. Nazira? Zoraide? Latifa?

    Fiquei curiosa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. OI Marion
    EU assisti o clone na primeira vez, não com tanta empolgação, visto que eu 2001 e 2002 eu estava na minha epoca de estudante de musica, então tinha menos tempo para novelas. MAs gostei do tema, principalmente das musicas, é uam das mais completas trilhas sonoras q eu ja vi.
    Bjo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono