Bicicletas






Para chegar ao trabalho eu tenho que andar uns 5 quarteirões depois que desço do ônibus. É uma caminhada acidentada, pois as calçadas estão em péssimo estado, têm muitas pedras, buracos e são estreitas. Vez ou outra  as calçadas ali são invadidas por entulhos, o que me faz  caminhar pela rua.  Se tudo isso não bastasse, agora tenho um problema novo durante as minhas caminhadas matutinas, tenho que dividir a estreita calçada com um casal de ciclistas. Isto começou esta semana e eu tive o azar de cruzar com eles  3 vezes, sempre da mesma maneira. Estou seguindo o meu caminho e de repente começo a escutar o som agudo. É uma campainha de bicletada, tocada com muita insistência, o som vai se aproximando e quando me dou conta tem uma ciclista bem atrás de mim insistindo para eu sair da frente para ela passar. Junto com ela, um rapaz em outra bicicleta.  Como medo de ser atropelada, eu os deixo passar. É um absurdo! Eu, pedestre, andando na calçada, tenho que praticamente ir para a rua para deixar os ciclistas passarem. Hoje eu, perdi a classe e mandei os dois pra pqp! Eu e os outros pedestres que por ali circulam nada podemos fazer, pois bicicleta não tem placa, mesmo que eu anote os detalhes, como modelo da bicicleta, vou denunciar para quem? Não há órgão que fiscalize os ciclistas. 

É uma situação muito complicada, pois a prefeitura incentiva o uso de bicletas como meio de transporte. A cidade não tem estrutura para absorver os ciclistas em sua malha viária, os cidadãos, motoristas e ciclistas, não têm educação para respeitar as normas e ter assim uma convivência pacífica no trânsito.  Vemos cada vez mais o acidentes envolvendo bicicletas e carros aumentando. Acho que a prefeitura e os órgãos competentes deveriam rever a posição de incentivar o uso de bicicletas na cidade de São Paulo. Estão somente aumentando o caos do trânsito e colocando pessoas em risco, os ciclistas, que sempre levam a pior em um acidente com um carro.  Há que se rever a implantação de ciclovias pela cidade, tem que ser criado um esquema que garanta a segurança do ciclista e não os coloque para disputar um pedaço de asfalto com o motorista.  Além disso é preciso criar cursos/campanhas para  treinar os ciclistas a andar no trânsito, fazê-los entender que eles têm que respeitar a sinalização das ruas e os faróis.  Vejo muitos que não param no sinal vermelho. Uma vez quase fui atropelada por um cidadão  que veio a toda com sua bicicleta, sem respeitar o sinal vermelho, que dava passagem para os pedestres. Neste dia eu tive que parar no meio da avenida para que a bicicleta não me pegasse. Um susto danado! 

Infelizmente as pessoas só reparam no lado bacana de ter bicicletas pela cidade, veículo ecológico e que proporciona atividade física para quem usa. Mas ninguém pensa no lado b da história, nos problemas. Sempre que penso no assunto, me pergunto se São Paulo é mesmo uma cidade que tenha condições de ter ciclovias por todo lado.  Com tudo que ando vendo por aí, eu acho que não. 


Comentários

  1. eu acho importante tentar integrar a bicicleta na cidade de são paulo. mas as ações são muito paliativas e desastradas. inclusive, q eu saiba, bicicleta não pode andar na calçada. e se andar tem q priorizar o pedestre. há poucas campanhas de esclarecimento, de falar da exigência do capacete. enfim, pouco educam e aí acontece o q vc está passando. constrangedor. acho constrangedor gente indo fazer campanha na tv para deixar o carro e ir de bicicleta. fico pensando em vc indo diariamente de bicicleta para o trabalho. não tem como. não faz sentido. em curtos espaços pode ser, mas é raro quem trabalha perto de onde mora. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedrita, eu apoiaria a idéia se fosse a integração fosse feita de maneira planejada e com responsabilidade e não do jeito improvisado que vemos por aí. Só estão provocando o aumento do caos do nosso trânsito e causando acidentes terríveis. A situação é grave.

      Beijos

      Excluir
  2. Não teria coragem de andar de bicicleta junto com os carros e também penso que na calçada atrapalha muito, então faço quase tudo a pé. Bicicletas e skates têm sido um grande problema para os pedestres.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Eu também não tenho coragem de andar de bike no meio do trânsito. Os pedestres ( que também não são santos, é bom dizer, sofrem bastante hoje em dia )

      Beijos

      Excluir
  3. Eu acho bastante perigoso se aventurar de bicicleta no trânsito caótico que temos por aqui. Os motoristas em geral não são educados. Aliás, na rua não existe convivência, existe uma disputa entre carros, motos, bicicletas, pedestres, até os garis parecem provocar os motoristas quando andam em ruas super movimentadas sempre pelo cantinho, obrigando os carros a desviarem e invadirem a faixa ao lado. Aqui em Sorocaba tem bastante ciclovia, mas fora delas eu jamais pedalaria - e por isso não consideraria a bicicleta um meio de transporte, a ciclovia não alcança todos os pontos da cidade. Acho um erro o governo incentivar as bicicletas sem estrutura para isso, e acho que aos poucos isso começa a ficar claro na mídia também. É fácil falar que é saudável, ecológico, ajuda a aliviar o trânsito, mas acho que em primeiro lugar a responsabilidade pelo caos no trânsito é do governo, que incentiva feito louco as montadoras e não dá condições desses mesmos carros andarem nas ruas. Então não é o motorista que tem que resolver o problema virando ciclista e se expondo ao risco.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Re, aqui as ciclovias são no meio do trânsito, não é um local em separado e isso é muito perigoso. Além disso, há o incentivo por parte do governo municipal para que se use mais bicicletas como meio de transporte, aí as pessoas se aventuram por vias que não tem o espaço determinado para as bikes. É muita gente se arriscando.

      Beijos

      Excluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta