O próximo , por favor!

Não entendo. Mais um caso de casamento relâmpago no universo das celebridades nacionais. A historia é quase sempre a mesma, apenas com alguns desvios de roteiro. A celebridade conhece uma pessoa, depois de alguns dementidos aparece nas revistas dizendo que está apaixonada e que encontrou o amor da sua vida e que agora é pra sempre. Mas o "pra sempre" é geralmente muito efêmero. Vem a separação e uma capa na revista com títulos assim: "Fulana chora suas mágoas na Europa" ou "Depois da decepção Fulano diz que ainda acredita no amor". Algumas capas de revistas depois a celebridade já está ao lado do mais novo amor de sua vida fazendo juras e já planejando o casório. E o ciclo recomeça com todo sua força. Como podem trocar de amor com tanta rapidez ? Fazem a maior festa, casam e 4 meses depois, fim. Para quer casar então ? Parece que casam só para sair na revista. Só pode. Não consigo acreditar que um amor acabe assim num estalo. Impressionante como as celebridades recuperam-se rapidamente de uma decepção amorosa. Eu sempre demorei para conseguir me recuperar de rompimentos e para me desvencilhar para valer do cidadão. Com certeza é muito mais prático ter um coração de celebridade, que processa tudo rapidamente e passa de um amor ao outro no máximo em dois números da revista de fofoca. Mas acho que no fim de tudo deve restar uma sensação de que tudo foi vivido pela metade. Os fulanos famosos nem se esforçam para que o romance dê certo. É o que parece.
Mas prefiro ter um coração modelo antigo, que se envolve para valer, ama com intensidade e se algo der errado sofrerá com a mesma intensidade e ficará um tempo solitário, se recuperando, para então poder amar de novo. Não nasci para amores ralos e rápidos.


Comentários

  1. concordo que uma maioria troca muito rapidamente de relacionamento entre as celebridades, mas nem sempre é possível fugir de uma separação de um "amor da sua vida". eu tive um casamento relâmpago e eu descobri que tudo o que tinha me contado era mentira, porque sabia que se mostrasse sua verdadeira face ia ficar sozinho por toda a eternidade. um desses casamentos relâmpagos que acabou recentemente um amigo próximo disse que o cara era um príncipe e que quando casou virou um monstrinho, que tudo o que tinha combinado não era bem aquilo. muitas brigas, aí não dá pra ficar mesmo. mas concordo que muitos trocam de relacionamento como de camisa. mas também até entendo, já que eles estão constantemente fazendo par romântico com alguém e uma hora acaba confundindo tudo. é difícil beijar alguém por 8 meses, ainda mais se se tem atração por esse alguém e não se apaixonar verdadeiramente até a próxima atração de um próximo par romântico. acho difícil manter no meio artístico o beijo técnico e é trabalho por muito tempo. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Amores voláteis.. com um prazo de validade absurdamente curto e pior ainda as ainda fazem crianças que ficam na confusão sou filho de fulano irmao de cicrano não sei quem ja foi meu padastro.Acho que o amor é muito mais que uma paixao fugaz... mas muitos no mundo das celebridades vivem tudo numa velocidade e que um amor dura apenas 4 meses

    ResponderExcluir
  3. Pedrita,

    O casamento é uma aposta,não tem como saber se vai dar certo. Mas o que mes espanta é o fato das pessoas se separarem e logo estarem com outra. Parece que esquecem rápido demais!
    Quanto a um casamento acabar rápido eu acho que o que pode influenciar é a "miopia" causada pela paixão. No auge da paixão a gente nem repara nos defeitos do outro e quando a paixão diminui , a razão volta e às vezes a realidade que encontramos é muito diferente da que achamos que tínhamos na época da paixão. Ou na ilusão que quando casar tudo será perfeito e as diferenças, que já existem, serão magicamente apagadas.
    Amor fácil só nos contos de fadas!

    Sugar, isso me incomoda também, não pensam nos filhos e acho que a criança deve ficar numa confusão só! E o casamento da Giovanna não tinha como vingar, ela aqui e ele lá. Nenhum dos dois querendo abrir mão da sua vida. Ou seja, como fazer uma vida a dois assim dar certo?

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu vivo como as celebridades...rs . mas não por escolha. Simplesmente não consigo encontrar um homem legal e não gosto de ficar esperando sozinha...rs

    Essa semana o Justin Timberlake esteve na Oprah e deu uma interessantíssima entrevista sobre o assunto. Tá lá no blog TE DOU UM DADO.

    Na verdade todo mundo vie meio assim, só que na vida pública tudo parece mais superdimensionado.

    Mas quem são esses que casaram????????

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Bom, eu consegui ficar 7 anos com uma pessoa sem me casar, sem brigar e todos os momentos foram bons, massssssss o amor acabou. Acabou pq? Pq tudo o que eu disse e ele me disse no 1º de namoro de repente mudou... Eu mudei, ele mudou, eu queria algumas coisas que ele não queria... então o melhor foi romper. Dói, machuca, mas foi a melhor coisa. Hj entrei naquele velho ditado: Enqto não acho o certo eu me divirto com os errados. Até encontrar alguém que eu acho que vale a pena.

    Talvez os que se separaram em menos de 1 ano descubriram que os propósitos de vida já não eram o mesmo do que qdo estavam namorando.

    Casamento, na teoria, deveria ser para sempre, mas na prática é bem difícil !

    Beijocas

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Andrea, também acho que ficar "esperando" sozinha é muito chato, mas o que me espanta é casar e descasar. Fazer todo um teatro pra nada. Muitos ficam casando, o exemplo do momento é a Giovanna Antonelli e tem o Fábio Jr, que é um homem que gosta de casar! Este ainda está casado pelo que eu sei...
    Ah, o Henri Castelii tb casou e desmanchou rapidinho.

    Dany, é difícil mesmo. As pessoas mudam e gerenciar as mudanças dentro de uma relação. Mas eu acho que muitos separam no primeiro ano de casado por desistirem logo nos primeiros impasses. Já ouvi dizer que o primeiro ano de casamento é o mais difícil. E talvez seja, pois é o momento da adaptação do casal. As questões práticas da vida podem bater de frente com o romantismo.
    Ah, e se tá solteira tem mais é que curtir mesmo , sejam os moços certos ou errados!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. meus dois casamentos foram rápidos..um durou dois anos e o outro, apesar de cinco anos de namoro, acabou me seis meses.
    Mas eu nao fui chorar as pitangas na europa...humpf.;0)

    ResponderExcluir
  8. Vivien, no meu caso estou no meu primeiro ( e espero que único!) casamento. Casei rápido, com 10 meses de namoro e já tenho quase 6 anos de casamento!
    Tenho consciência que se estamos juntos até hj pq nós dois nos empenhamos pra isso. Temos cuidado bem do nosso amor e todo o resto. E pretendo continua empenhada e sempre conseguindo resolver os probleminhas de percurso que aparecem ! :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Marion, tô na torcida, fico feliz em ver amores que dão certo.;0)

    ResponderExcluir
  10. Má!
    É o seguintch: Eu me considero também um "amante à moda antiga", e não acho nada normal o que acontece com as pessoas de "vida pública". A primeira coisa que vem à cabeça é que realmente são seres fúteis que inclusive usam os seus relacionamentos para sairem em capas de revistas e tudo mais. Mas eu fico me perguntando também se eles não são como todo mundo, mas tudo fica mais aparente com eles porque eles estão na mídia e tal. Seja o que for, eu prefiro me manter como sou, e acredite, somos igualzinhos! Não esqueço rapidamente nos rompimentos, me entrego pra valer e me fodo pra valer também por causa disso. Enfim... I don't want to be a star por essas e por outras hehe

    ResponderExcluir
  11. Quando vejo algum artista que está casado há muito tempo, até me impressiono... realmente os amores no mundo artístico em geral são descartáveis. Eu não acho errado trocar de namorado o tempo todo, afinal tem gente que não sossega com uma pessoa só (tenho uma amiga assim, de artista ela não tem nada, e é uma pessoa maravilhosa mesmo assim). O problema é o fuá que fazem em relação a casamento, fazendo festas históricas pra depois de dois meses terminar e logo fazer de novo com outra pessoa. Isso sim é assinatura do atestado de futilidade... casar só pra fazer festa e aparecer em revista...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Vivien, obrigada pela torcida! :)

    Rô, a gente pode sofrer mais , mas acho que vale a pena!

    Rê, você entendeu bem o meu ponto de vista!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Como nunca estreei na vida de casada, prefiro não comentar sobre os motivos que levam à separação.
    Acredito que passar por isso deva ser uma barra. Eu sofreria muito, com certeza.
    O bom mesmo é amar. Se amar, principalmente. E que os amores sejam ricos e profundos.
    Concordo com vc, Marion.
    Sentimento pela metade, comigo não tem vez.

    ResponderExcluir
  14. Olha, acho que, pensando friamente, é uma questão de opção. Tipo, sendo ator a pessoa deve conhecer muita gente bonita e/ou interessante. Eu tb curto minhas rupturas durante anos até, mas é pq nem sempre aparece alguém legal o suficiente pra colocar no lugar. Será? Bom, eu super seria a Deborah Secco. Só que escolheria homens melhor do que ela.

    ResponderExcluir
  15. Miss Oak, isso mesmo o bom é amar! E pra amar temos que nos amar antes de tudo!

    Ana,talvez o mundo das celebridades tenha muito mais tentações carnais que o nosso mundo de pessoas normais.

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta