À Vontade


Em geral quando estou em casa estou vestida com roupas confortáveis e nada elegantes. Gosto de ficar bem à vontade, aproveitar o privilégio de ficar de qualquer jeito. Afinal, na maior parte do tempo, tenho que estar penteada, arrumada, usando a fantasia de trabalhadora séria, quando na verdade eu gostaria de estar sempre de jeans, camiseta e tênis. Por isso quando estou em casa faço questão de ficar com roupas que não me apertem, como uma boa calça de moleton ou um pijama mesmo. Tudo seria perfeito se eu morasse sozinha, mas eu sou casada e não deveria aparecer descabelada e desarrumada na frente do marido,né? Uma vez eu li uma entrevista em que uma famosa (acho que foi a Pampita, modelo argentina) dizia que sempre estava arrumada em casa, pois o marido dela tinha que vê-la sempre linda e de salto alto. Pois assim ela o mantinha sempre apaixonado. Eu acho que ela exagera, pois se ela não pode ficar a vontade na própria na casa, vai ficar onde? É uma mulher que não relaxa nunca. Eu não conseguiria ser assim. Claro que tem dias que faço questão de ficar toda bonitinha para o Wally, mas no geral eu fico como eu sou mesmo. E ele me vê descabelada, desarrumada, com roupas coloridas que não combinam em nada e gosta de mim mesmo assim. O visual é sim importante no campo da sedução, mas no dia a dia é impossível estar produzida sempre, e um amor de verdade se conquista com muito mais que um visual arrumadinho. E é tudo de bom estar com meu pijama de flanela no sofá ao lado do Wally jogando videogame. Bem à vontade ao lado da minha melhor companhia.



Comentários

  1. Patry, o amor é mesmo mais do que um salto alto.

    Eu adoro me arrumar, mas nao da pra ser todo o tempo uma barbie! ;) Fora que um pijaminha no inverno, no sofa, debaixo das cobertas, com um bom dvd.. :D tem seu charme e nao tem preço!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Um detalhe que faltou mencionar é que não é apenas que nunca me incomodei com a aparência nem exijo uma pessoa arrumada o tempo inteiro; pelo contrário, até promovo esse visual mais tranquilo. Faco questão que nossa casa e nossa intimidade sirva para relaxarmos, e a indumentaria faz parte disso. E quando digo que apoio e promovo esse visual, é porque fui eu mesmo quem comprou suas pantufas, algum o outro pijama, as meias com borrachinha embaixo para ficar sem sapatos em casa... né?
    Chuicks!

    ResponderExcluir
  3. mas que graça tem ficar arrumada sempre?? como vc vai se mostrar como é? eu achoq nao relaxiaria e quem gostar de mim tem q ver meu charme com cabelo de doida e camiseta velha sim rs...

    ResponderExcluir
  4. Cris,

    A intimidade permite estes momentos mais "relaxados". É muito bom ficar à vontade ao lado de quem a gente ama!

    Amor, é verdade, vc já me deu vários presentinhos para usar em casa. E adoro nossos momentos tranquilos em casa. :)


    Sugar, concordo com vc! A pessoa tem que saber como vc ao natural também, não só toda arrumada!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Quem ama de verdade não liga pra essas coisas. Lógico que no início vc se arruma mais, fica mais preocupada em estar bonita o tempo todo, mas ficar em casa de salto alto só se for louca de pedra né! Beijos

    ResponderExcluir
  6. marion,
    eu li no jornal... tá confirmado já. e o meu time vai ganhar um milhão e meio pra emprestar o campo :D hahaha
    beijos!

    ResponderExcluir
  7. Lilica, e se a gente está sempre arrumada como uma barbie vira rotina e nem vai causar impacto no amado, né?

    Lu, eu li uma nota na folha que dava a entender que está confirmado. Mas eu só acredito mesmo quando os ingressos estiverem à venda. Quero ir em pelo menos 2 shows!!! :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Sabe que eu não concordo com essa coisa de ter que estar sempre apresentável? Acho que qualquer um que conviva com a gente na intimidade do nosso lar (seja marido, amigo de república ou pais/irmãos) tem obrigação de aceitar que esse é um lugar para ficarmos à vontade, e isso inclui usar roupas confortáveis e não se preocupar com cabelo ou maquiagem. Que culpa temos se as roupas mais "bonitinhas" são extremamente desconfortáveis pra se ver tv, fazer serviço de casa ou dormir? Pra mim, quem quer sempre estar arrumada na verdade tem medo de mostrar seu lado verdadeiro, caseiro, e é exatamente esse lado que faz com que as pessoas (no caso os maridos) realmente nos dêem valor pelo que somos, porque quando estamos arrumados usamos sempre uma máscara (pra manter a arrumação no lugar, inclusive) (quero ver a tal argentina lavando banheiro com salto alto e vestido de festa) (não que ela não tenha quem faça pra ela, mas 99% das pessoas não pode se dar ao luxo de estar sempre arrumadinha porque isso torna a vida nada prática) (e além disso, que homem no mundo se preocupa em estar sempre na estica pra esposa? Eu ia odiar ficar em casa e não poder nem chegar perto do meu marido pra não amassar o terno).

    (Beijos)
    rs

    ResponderExcluir
  9. yo ando siempre desarreglada en casa! pero cuando salgo me encanta arreglarme...aunque hace unas semanas me paso algo asi..me iba a ir a comer a un lugar informal era domingo..y al final hubo cambio de planes y fuimos a un lugar mas lindo..casi me muero yo no quise entrar..pero después me dijeron para que te preocupas tanto..si quien te ve natural o te ve arreglada..sabe lo linda que sos!
    jajaja...
    que viva la naturaleza... =P

    ResponderExcluir
  10. Rê, seu comentário foi quase um post! :) Adorei e concordo com vc!

    Old, me encantó tu história! Pois é assim mesmo, quem gosta de nós gosta da gente de qualquer jeito, descabelada ou com o cabelo arrumadinho! :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Ah Marion, e acho nenhum homem liga pra estas coisas. Na verdade a gente nem repara muito não. (xii, me entreguei). E também tira o elemento surpresa, que é quando vocês se arrumam todas. Aliás, que mulher fica o dia todo de salto dentro de casa só pro marido? Só vi isso em novela e filme dissacanage (xii, me entreguei de novo!).
    bjos!

    ResponderExcluir
  12. Marion, quer coisa melhor que isso? Na boa, não existe convivência sem isso, sempre brinco que só o marido que me conhece de verdade mesmo, porque de resto to sempre "fantasiada"... apesar de que ando numa fase priorizando o bem estar, já consigo ir trabalhar de sapatilhas baixinhas, comprei 6 depois que me permiti esse alivio aos meus pezinhos de advogada peão, que carrega quilos de processo pra lá e pra cá :o)

    Ah, e faço xixi de porta aberta também, conversando com o marido, hohohohoho e já ouvi um monte de blá blá sobre essas coisas de privacidade pra manter a relação, pra mim babaquice, na hora do aperto, da doença, da tristeza, de ficar enfiada num hospital sem nem poder comer sozinha, ou de estar tão deprimida que nem sai da cama, se não é nosso amor a estar segurando nossa mão, quem vai ser?

    pra mim isso é intimidade e sem intimidade não tem amor, papéis eu represento pros meus clientes ou para meus inimigos :o)

    beijoca

    ResponderExcluir
  13. Tak, adorei a sua sinceradida masculina! :)


    Andrea, concordo com você sem intimidade não tem amor.

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono