Pular para o conteúdo principal

Quase de Férias!




Finalmente as férias estão chegando. Tão esperadas e que pareciam tão distantes! Serão 10 dias de distância do trabalho. Dez dias para descansar a mente e o espírito de uma rotina que está cada vez mais estressante e me deixando sem paciência com o mundo. Até sem paciência para escrever aqui eu fiquei. Ando chegando em casa querendo me desligar do mundo, e é o que acabo fazendo.  Brinco com os filhotes, fico jogando Soda Crush, fico gruda no BBB, assisto às novelas e olho o Facebook, Instagram e afins. Mas quase não interajo com ninguém, praticamente só as meninas do grupo do Zap Zap do BBB e de novelas que conseguem a minha atenção.  Elas são ótimas e me fazem rir muito!

Com certeza este é o momento mais trash que estou passando no trabalho, nunca mesmo enfrentei uma situação como esta na firma.  Uma demanda de trabalho maior que podemos cumprir, os outros setores estão assim também, o que gera mais sobrecarga para nossa equipe de atendimento ao cliente.  Uma situação frustrante, pois parece que todos os esforços e dedicação não surtem efeito.  Sinceramente não sei quando isso vai passar. Continuo dando o meu melhor, mas isso não é o bastante, pois é necessária uma ação gerencial forte para mudar o curso das coisas, nos tirar do caos e nos recolocar no caminho onde nossa dedicação rende resultados. 

Ficarei por aqui mesmo, nada de viagens.  A idéia é usar as férias de agora para planejar as próximas, que serão em Outubro e terei 20 dias. Quero aproveitar parte destes 20 dias para fazer uma viagem bem bacana. Estou precisando viajar, respirar outros ares, conhecer novos lugares, tirar muitas fotos e criar lindas lembranças! 

Trabalho até sexta. Acho que esta semana será meio eterna, pois minha ansiedade é muito grande.  Realmente estou precisando de uma pausa.  Meu emocional anda combalido ainda. Não me recuperei da morte do Frodinho. A pressão no trabalho piora tudo. Ainda bem que  Tofu e Brie me fazendo sorrir! Eles  trouxeram muita paz e alegria para mim e ainda fizeram Sam melhorar! É impressionante como o meu gatão ficou melhor com os filhotinhos por aqui. Sam voltou realmente à vida com os novos irmãozinhos, até voltou a miar como antes e agora já é o chefe da gangue! Ele comando a caravana matutina do trio até o meu quarto para me acordar antes do despertador. Eles fazem uma miação de responsa! É tão fofo, que não consigo ficar brava por eles me acordarem antes da hora. 

Claro que tentarei blogar mais nestes dias de folga. Não terei nem desculpas para fugir daqui! :) 








Comentários

  1. acho que muito do caos pode ser um problema gerencial, mas a crise tb andam deixando todos desnorteados. melhorou um pouco, mas nada tem sido suficiente. nem o básico se mantém e aí todos ficam estressados, equipes muito enxutas. ando muito angustiada tb. parece q nunca vou viver com mais tranquilidade. eu ando bem deprimida esses dias. um pouco além da conta. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedrita, a crise piorou tudo. A empresa anda levando muito calote. E os clientes que devem ficam ofendidos quando a empresa cobra. Complicado! Mas esta semana vai passar rápido e logo estarei descansando um pouco. Beijos e que vc melhore!

      Excluir
  2. Uau ficou profissional o blog hein? Está lindo, adorei !!!
    Torcendo pro aperto no trabalho acabar. Espremer os funcionários pode ser "rentável" no início, mas não se sustenta, as pessoas logo ficam estressadas demais pra dar conta de tanto trabalho. É bom que você pode relaxar em casa, mas por outro lado não ter energia pra aproveitar seu tempo livre também não é legal. Por enquanto, aproveite os gatos, eles recarregam nossa bateria e acalmam nesses momentos difíceis! :-)
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Re, aproveitei os novos templates do Blogspot! Tem uns bem lindões agora. Olha, os 3 aqui me distraem muito! Cada hora é uma travessura diferente. Beijos

      Excluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Quando eu comprei a minha máquina de lavar  com secadora embutida, achei que não teria mais que colocar nadinha no varal para secar. Que seria apenas colocar na máquina e depois só levar para o cesto de passar roupa, pulando por completo a chatíssima etapa de tirar as roupas da máquina e pendurar no varal.  Na maior parte do tempo é isso que acontece, economizando muito tempo e paciência. Mas infelizmente tem muita roupa que não posso deixar para secar na máquina. 
Depois que comecei a usar a secadora, me dei conta da quantidade de roupas vendidas por aqui que apresentam o símbolo de proibido secar em tambor na etiqueta.  Não pensem que falo de roupas mais delicadas, como roupas para festas. Roupas do dia a dia, como simples camisetas, vêm com este  frustrante símbolo estampado em suas etiquetas. É um absurdo nos dias de hoje ainda se fabricam roupas que não aguentam uma secagem de máquina. Com certeza há tecnologia para fazer tecidos que aguentam o tranco, mas por alguma razão, as rou…

Papel e caneta

Eu nunca tive uma letra muito bonita. Na época de criança a minha letra era feia e grande. Nunca conseguia ir bem nas aulas de caligrafia, não conseguia escrever dentro dos limites daquelas linhas diminutas. Na época do colegial minha letra melhorou, deixei a letra cursiva de lado e passei a escrever com letra de forma.O meu jeito de escrever é inspirado na letra do meu pai, que escrevia em letra de forma e tinha uma letra linda. A minha letra nem chega perto do jeito lindo que ele escrevia, mas é bem legível. Mas ultimamente venho notando que a minha letra está piorando. Tenha escrito do modo convencional, usando papel e caneta, cada vez menos. Praticamente tudo que escrevo hoje em dia é escrito diretamente no computador ou no celular. Com certeza a falta de prática está fazendo a minha letra piorar e isso me faz pensar que pode chegar o dia em que eu esqueça como escrever. Será que é um temor exagerado? Não sei se realmente pode chegar a isso, mas é fato que cada dia a escrita conve…

Ovono

O nome da bola da foto é Ovono, e na verdade não é uma bola e sim um cérebro artificial. Um ser capaz de assimilar todo o conhecimento do mundo e interagir com as pessoas de forma quase humana. Mesmo sendo muito inteligente, ele não consegue assimilar idéias abstratas como sentimentos, não entender o amor ou a fé.  Este diferente ser é o ponto de partida do espetáculo 'Ovono' que está em cartaz no teatro do Centro Cultural Banco do Brasil em São Paulo. A peça é um história de ficção científica, o que garante o charme inicial do espetáculo, pois é bem estranho pensar um espetáculo teatral com esta temática. Eu nunca tinha ouvido falar de algo assim. Fiquei muito curiosa e Wally mais ainda, afinal, ele ama filmes ficção científica. 
Segunda à noite fomos assistir ao espetáculo e gostamos muito. Além de realmente ser um peça diferente de tudo que eu já havia visto, lida com temas bem complexos. Levanta questionamentos sobre nosso mundo, de como a tecnologia afeta a nossa humanidad…