Pular para o conteúdo principal

Um Gesto de Amor


O que de especial o prato do meu almoço de hoje, além de ser um delicioso arroz shop-suey com frango empanado do Rong He? O fato de não ter nenhuma ervilhazinha no arroz! Eu não como ervilhas, somente aceito consumi-las em forma de sopa, mas eu não suporto em  sua versão original.  O arroz do Rong He é uma delícia e eu sempre separo as ervilhas. Coisa de gente fresca para comer, eu sei.  Mas hoje não tive nenhum trabalho, pois o arroz já estava livre delas! Milagre? Mágica?  Não! Foi um gesto de carinho do Wally para mim.  Ele fez a marmita dele para o trabalho e levou todas as ervilhas junto! :) 

Pequenas delicadezas do dia a dia como esta me derretem.  Em gestos assim que o amor é demonstrado. Mostra o cuidado com o outro, é como um afago mesmo. São coisas que não podemos perder, são estes detalhes que fazem toda a diferença. Que fazem o outro sorrir no meio de um dia atribulado e estressante. 

Hoje pensamos muito nas coisas materiais, em agradar o outro com um presente bacana ou mesmo caro. Claro que ganhar um presente é bom demais, mas adianta alguma coisa ganhar presentes bons e ficar levando patadas de quem a gente ama? O entusiasmo pelo presente passa em pouco tempo e não segura a onda de um dia a dia de asperezas e amarguras. Pequenos gestos de carinho perduram mais, faz tudo ficar mais leve e é um jeito fofo de dizer 'eu te amo'. 

Este meu arroz livre de ervilhas entrou para minha lista particular do "Amar É...". Uma vez fiz um post com este listinha. Preciso fazer outro. Ficou curioso? Clique AQUI para ler. 




Comentários

  1. eu sou apaixonada por ervilhas. as naturais, não em conserva, são caríssimas!!! sempre atolo a minha conta bancária quando são épocas delas. chego a abrir a lata de ervilha e comer à noite sozinha. juro q tento evitar. mas sou viciada em ervilhas. sopa de ervilha e com ervilha não curto muito. na maionese amo. verdade, esses cuidados derretem realmente. acho q o q guardamos mais das pessoas q gostamos são as pequenas coisas. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedrita, temos que comer este arroz juntas então! Você ficará com TODAS as ervilhas! rs :)

      Excluir
  2. Que fofo! Com certeza ninguém caça ervilhas no meio da comida pra qualquer um :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Quando eu comprei a minha máquina de lavar  com secadora embutida, achei que não teria mais que colocar nadinha no varal para secar. Que seria apenas colocar na máquina e depois só levar para o cesto de passar roupa, pulando por completo a chatíssima etapa de tirar as roupas da máquina e pendurar no varal.  Na maior parte do tempo é isso que acontece, economizando muito tempo e paciência. Mas infelizmente tem muita roupa que não posso deixar para secar na máquina. 
Depois que comecei a usar a secadora, me dei conta da quantidade de roupas vendidas por aqui que apresentam o símbolo de proibido secar em tambor na etiqueta.  Não pensem que falo de roupas mais delicadas, como roupas para festas. Roupas do dia a dia, como simples camisetas, vêm com este  frustrante símbolo estampado em suas etiquetas. É um absurdo nos dias de hoje ainda se fabricam roupas que não aguentam uma secagem de máquina. Com certeza há tecnologia para fazer tecidos que aguentam o tranco, mas por alguma razão, as rou…

Papel e caneta

Eu nunca tive uma letra muito bonita. Na época de criança a minha letra era feia e grande. Nunca conseguia ir bem nas aulas de caligrafia, não conseguia escrever dentro dos limites daquelas linhas diminutas. Na época do colegial minha letra melhorou, deixei a letra cursiva de lado e passei a escrever com letra de forma.O meu jeito de escrever é inspirado na letra do meu pai, que escrevia em letra de forma e tinha uma letra linda. A minha letra nem chega perto do jeito lindo que ele escrevia, mas é bem legível. Mas ultimamente venho notando que a minha letra está piorando. Tenha escrito do modo convencional, usando papel e caneta, cada vez menos. Praticamente tudo que escrevo hoje em dia é escrito diretamente no computador ou no celular. Com certeza a falta de prática está fazendo a minha letra piorar e isso me faz pensar que pode chegar o dia em que eu esqueça como escrever. Será que é um temor exagerado? Não sei se realmente pode chegar a isso, mas é fato que cada dia a escrita conve…

O livro dos gatinhos

O filme "Meu Malvado Favorito" é recheado de cenas fofas. Uma das minhas cenas preferidas é quando o Gru lê o livro dos gatinhos para as meninas. O livro é aquele bem típico para crianças pequenas, poucas páginas, uma frase por página e interativo. Gru, com o seu mal-humor crônico, acha o livro péssimo e interminável.  A cena é curta mas é encantadoramente engraçada. Eu adorei o livrinho, afinal é sobre gatinhos e eu adoro gatinhos. E agora descobri que posso ter um livrinho igual! O livro foi lançado pela produtora do filme e está à venda na Amazon.  Eu vou comprar. Não resisto. :)




Aqui tem o ínicio desta cena.  Pena que não encontrei a cena dublada em Português.  A dublagem em nosso idioma ficou muito melhor do que no original em Inglês. Estou ansiosa para o lançamento do DVD do filme, vou ficar vendo o filme sem parar. Gru virou o meu vilão preferido! Bom fim de semana!