Recato em lugar errado



É engraçado notar que a como as capas da revista VIP são mais comportadas que as capas da revista Nova. Com as edições que têm a Giovanna Antonelli isso fica bem nítido. Faria muito mais sentido a capa da Nova ser destinada a uma publicação que tenha como alvo o público masculino, não? As capas da Nova já têm uma tradição de serem mais atrevidas, já não causam espanto, mas eu tenho notado que a VIP tem se tornado uma revista muito comportada. Já faz tempo que os ensaios das garotas da capa estão cada vez mais recatados. Eu acho que o cara que compra a VIP procura fotos com uma boa dose de sensualidade, não necessariamente com pouca roupa. E o que eu tenho visto são ensaios com muita roupa e fotos mornas, sem nada de sensualidade. Em geral a foto mais ousada é a foto da capa, mesmo nesta edição da capa comportada da Giovanna. A sensação que tenho é que a revista vem mudando de foco, pois a revista cada vez mais tem matérias sobre moda, cuidados pessoais, deixando o assunto mulher de lado. Parece que os leitores da VIP estão virando metrossexuais ou que a revista quer transformá-los em homens ultravaidosos. Claro que um pouco de vaidade não faz mal, mas ainda acho estranho estes novos homens que levam horas se arrumando e que sabem mais tratamentos de beleza do que eu. Se bem que qualquer pessoa sabe mais de tratamentos de beleza do que a blogueira aqui, pois vaidade é uma coisa em falta no meu ser, tenho o mínimo necessário. Mas o pior mesmo foi notar que a revista ficou com pouca coisa para ler, antes tinham reportagens bem legais e as colunas do final da revista, que eram ótimas, foram cortadas sem dó. Sobraram apenas reportagens bobas que tentam ser simpáticas e divertidas. É uma pena a revista estar perdendo qualidade. Assim vai perder leitores, algo que é bem arriscado no momento que a Maxim está chegando no mercado. Aliás, achei a Maxim Brasil, que é espantosamente bem mais comportada que a edição argentina, bem legal. É do tipo de revista que eu gosto, com muita coisa boa para ler e, de acordo com o leitor da Maxim que tenho aqui em casa, a revista está acertando nos ensaios fotográficos.




Nota da blogueira 1: A Nova merece um "prêmio" por ter conseguido deixar a Giovanna Antonelli feia. Colocaram uma maquiagem horrível nela, era para prender o maquiador por este crime!

Nota da blogueira 2: Eu não me importo do Wally ver revistas masculinas, aliás fui eu que dei a assinatura da VIP de presente pra ele. Ter ciúmes das mulheres das fotos da revista eu acho o fim.

Nota da blogueira 3: Eu acho muito engraçados estes novos termos do mundo moderno como metrossexuais. As pessoas gostam de rotular comportamentos mesmo. Mas acho que nada supera o termo que acabei de conhecer: héteroflexíveis.





Comentários

  1. É. Tanto é que como já te disse, essa é uma das assinaturas que não faço questão de manter. A revista ganhou um foco que decididamente não é o meu. Sou mais a Maxim, que sabe o que quer. E te quero, muito!
    Chuicks!

    ResponderExcluir
  2. Eu leio pouca revista, mas tenho a impressão de que as revistas mais antigas têm perdido mesmo qualidade e conteúdo. As que eu gostava de ler, como a Superinteressante, hoje tem reportagens superficiais, são fininhas e custam caríssimo, ou seja, não compensa mais. E as revistas novas que aparecem apostam na qualidade, isso é visível, tomara mesmo que desbanquem as outras, que parecem que querem ganhar dinheiro fácil cobrando caro por pouco conteúdo... Ah, e o que é héteroflexível? Fiquei curiosa!
    E ciúmes de revista não tem mesmo motivo algum, mas eu prefiro que meu marido veja as fotos da playboy pela internet já que ele não leria o resto da revista e gastar 10 reais pra isso não parece compensar, hahahah :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Amor, realmente a Maxim tem muito mais coisas a dizer e a mostrar. :) Chuicks!

    Rê, gostei da sua visão prática das coisas! Então, li um tempo atrás um reportagem no site do G1 que falava desta nova "tribo" dos héteroflexíveis, que são pessoas que saem na balada e ficam com pessoas do mesmo sexo, trocam uns beijos , mas nem por isso acham que são gays ou bi. Mas são flex!!!! Achei tão bizarro o termo, e desnecessário também!

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Tirando raras exceções parece que noto que os editores estão seguindo a tendência que se nota saindo das escolas preguiça de Ler, ou influência de campos superiores do Brasil(rs). Uma das pouccas revistas que leio hoje mantém o nível de conteúdo que é a Marie Claire, mesmo com algumas matérias que discordo ela sempre tra páginas e páginas de texto. :)

    ResponderExcluir
  5. eu sou bastante vaidosa e adoro revistas. não teria porquê interferir no gosto por revistas das outras pessoas. acho que só me incomodaria se alguém gostasse de alguma revista clandestina que ensina práticas violentas com outras pessoas. ou de auto-flagelação. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  6. A Maxim na Argentina é puro "culos" y "tetas". Não sei como é aqui. E dizem que lá não tem mais a quem desnudar.

    Beijinhos,

    Mari

    ResponderExcluir
  7. Sugar, a Marie Claire é de longe a melhor revista feminina do país. E acho que os editores têm memso medo de reportagens longas, medo de assustar os leitores.

    Pedrita, eu adoro revistas, leio todas que caem em minhas mãos. E não interfiro na preferência de ninguém, nem do meu marido.

    Mari, a Maxim da Argentina é despudorada! Eu tenho algumas aqui...a do Brasil é outro estilo no que diz respeito às fotos ( são sexies , mas não são baixaria), mas conserva a mesma linha editoral irônica. As reportagens são boas como as da Maxim Argentina.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. deixaram ela feia pq photoshoparam descaradamente, né?!!!

    ela tá outra..o nariz, as maçãs do rosto....

    ResponderExcluir
  9. Heteroflexivel era só o que faltava ...

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
  10. Ice, o povo sempre erra a mão quando usa o tal do photoshop, deixa todo mundo com cara de plástico !

    Elvi, o povo é criativo demais! Afe! risos

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. sobre isso, outro dia eu rachei de rir lendo esse post:
    http://linguaruda.com.br/shoeme/uma-nova-cara.html
    é engraçadíssimo sempre que essa moça desse blog escreve sobre as capas da revista nova! são horrorosas mesmo. e antes de ler eu nem tinha reparado como a mulher está laranja! hahahaha

    ResponderExcluir
  12. Lu, li o texto que você indicou, é bem legal. Sabe a Nova sempre consegue deixar as fotografadas com cara de plásticas e em geral muito mais feias. Um horror mesmo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. ela pegou muito sol na praia azul ou é photoshop mesmo

    ResponderExcluir
  14. Deve ser aquele bronzeamento do spray, que deixa todo mundo com cor de cenoura! um horror!

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta