Palavras complicadas

Uma coisa tão linda quanto o ato de amar alguém devia ser simples e descomplicada. Dizer "eu te amo" para alguém devia ser um ato livre de receios, mas não é. Declarar-se para alguém pela primeira vez é um momento crítico, onde somos tomados por sentimentos conflitantes, como felicidade, medo, entusiasmo ou nervosismo. O medo vem por não sabermos qual será a reação do outro ao ouvir as três palavrinhas impactantes. Será que vai abrir um sorriso de felicidade? Vai ficar branco de susto? Vai sair correndo? E será que vai dar a resposta que a gente quer ouvir? E se responder " eu também", será que foi sincero ou apenas disse para não nos magoar? O amor é um sentimento lindo, mas é ao mesmo tempo ele carrega um peso grande, o peso do compromisso e da entrega. Ao admitir o amor por alguém a pessoa assume quão importante aquela pessoa é para ela, como a pessoa faz diferença em sua vida e isso denota uma carga de compromisso, denota a vontade de querer ficar junto. O compromisso assusta muitos, mas outra coisa que assusta é o ato da entrega. Quem assume que ama, assume também uma certa vulnerabilidade, a pessoa que é o objeto de seu amor passa ter muita influência, é capaz de fazer o outro rir e chorar. Os que gostam de se fazer de fortes dificilmente assumem um sentimento deste porte por alguém. Quando sentem, preferem deixar sub-entendido, não traduzem o sentimento em palavras. Mas será que o amor destes é menos válido apenas porque eles não dizem "eu te amo"? Acredito que não, mas estas palavras acabam sendo importantes, talvez até mais do que deveriam e assim a ausência delas acaba por deixar a pessoa insegura, sem saber se de fato o amor que sente é correspondido. Mas acho que é melhor ser amada sem ouvir uma declaração de amor tradicional, do que ter ao lado quem diga "eu te amo" sem dar o devido valor às palavras, que diz apenas por dizer. Isso ilude e depois, quando se descobre que o sentimento era mentira,magoa profundamente. Mas eu acho que, por mais medo que exista, quando se ama há que se dizer. É um sentimento muito lindo para ficar guardado.

Sim, sou uma romântica incurável e acredito que o amor vale a pena, mesmo com as suas infinitas complicações.




Nota da blogueira: O post de hoje foi inspirado neste post do blog Palavra de Homem ( mais precisamente na parte final do texto) e estava amadurecendo na minha cabeça desde que o li no mês passado.

Comentários

  1. e às vezes quem se ama não gosta de nada açucarado. acho q é bom pensar bem, ver como é a pessoa. ou o q acha ser o momento certo e dizer com todo o coração. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. São palavras que tem que ser ditas com sinceridade absoluta, para não magoar e para não virar lugar-comum. Tem gente que diz "eu te amo" pra qualquer um, fica banalizado demais...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Pedrita, isso é certo. As pessoas amam de maneiras diferentes e tem gente que realmente não gosta de coisas açucaradas.

    Rê, concordo. Realmente acontece uma banalização da declaração de amor. Mas ainda há muito eu te amo verdadeiro e sincero. Ainda bem. :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Uma coisa que sempre me vem a cabeça qdo começo a namorar: será que amamos 2x na vida ou apenas 1x só ?

    ResponderExcluir
  5. Dany, eu acho que amamos mais de uma vez. Não sei se há o amor definitivo. E cada relação é um amor distinto do outro, acho que é incomparável e é amor do mesmo jeito. :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. disse o poeta que esta frase nao teveria ser pronunciada NUNCA.
    eu tenho problemas em dizer EU TE AMOS para namorados. digo para amigos, mas para romances... hum... dificil. e tambem nao me emociono muito quando alguem me diz isso.
    está muito vulgarizado. de verdade.
    prefiro isso do viver sem dizer.

    ResponderExcluir
  7. Lili, eu acho que há muitas formas de demonstrar o amor. A declaração é a mais óbvia mesmo. Eu sou do tipo que fala eu te amo, mas sempre fui bem econômica com os Eu te Amo pela minha vida,só falei quando era verdade MESMO. Agora tem gente que fala pra qualquer um que paquerou ou beijou aí a frase perde o seu valor mesmo.
    Melhor alguém que não fala como você , do que uma pessoa que se declara sem critérios.

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono