English


Falo em Inglês praticamente todos os dias. As ligações dos clientes estrangeiros são frequentes no trabalho e o idioma mais utilizado nestes casos é o Inglês, eventualmente tenho que gastar o meu Espanhol, mas são casos bem raros. O trato com cliente é complicado, quando tem-se que falar em um idioma estrangeiro a complicação aumenta, há uma boa adição de tensão, pois me deparo com os mais diversos tipos de sotaques. Dependendo do sotaque do cliente sinto que a pessoa fala qualquer outra língua menos Inglês. Quando isso acontece só me resta respirar fundo, me concentrar no que o cliente fala e tentar estabelecer uma comunicação com ele passar as informações que ele precisa. Eu me viro bem no Inglês, mas a minha desenvoltura no idioma é variável. Tem dias que falo como se fosse a minha língua ,outros que me embolo toda e as palavras saem com dificuldade. Nunca consegui estabelecer um padrão para estas situações, parece que tem dias que a minha tecla SAP está desligada e sofro tanto para entender o cliente como para falar com ele. Mesmo com estas tensões, eu gosto de falar em Inglês no trabalho. É bom para colocar em prática todo conhecimento adquirido em anos e anos de estudos e assim, com o uso, a língua permanece viva na minha cabeça e eu vou melhorando a minha fluência. Além de falar, leio e escrevo em Inglês diariamente no trabalho. Muitos sistemas e informações estão 100% em Inglês, e muita informação referente às solicitações e problemas dos clientes tenho que escrever em Inglês, isso porque os meus colegas de trabalho dos outros países precisam também entender o que está escrito ali. Quando eu comecei neste emprego fiquei muito perdida, pois tive que aprender um vocabulário totalmente novo em Inglês, eram assuntos que eu nunca tinha tratado, mesmo em Português eu me embolava no começo para me expressar. Foi um desafio e tanto. Mas não deixei o medo me dominar e consegui aprender as novas palavras e hoje, quando estou com a tecla SAP ligada, falo com desenvoltura com os clientes estrangeiros. Fico bem contente quando consigo me fazer entender com clareza e consigo resolver os problemas e dúvidas do cliente. Falar em outra língua é isso, não se deixar abater pela insegurança, vergonha ou medo. Só na prática mesmo a gente aprende a desenrolar a língua, os estudos nos dão a base necessária para compreender o idioma, mas somente na utilização cotidiana da língua que a gente aprender a falar de verdade. A necessidade faz a gente desenrolar a língua e perder o medo!


Comentários

  1. Post oportuno! Estou participando de uma seleçao numa empresa e todo o tempo estao me entrevistando em ingles. O problema é que o que eu sabia de ingles o resignei a uma gavetinha, bem lá no fundo. Depois de me mudar para a Argentina, mergulhei de cabeça no espanhol e nao uso nada de ingles, salvo os filmes americanos.

    Agora estou me sentindo super insegura no ingles. Tenho que praticar mais.

    beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. as vezes eu me embolo todo, alias pudera nao fiz mais do que dois livros daqules cursos basicos e hoj tento elr esse maçantes artigos cientificos com mil palabras desconhecidas, acabo levnao dois dias para ler um artigo de 6paginas
    devemos praticar outras linguas, mais as vezes eu lembro que mal sei o portugues, alias tratei disso no meu ultimo post, vai la http://temposetempos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. No meu trabalho, uso mto inglês e espanhol, mas 99% do tempo é só escrito. Mesmo assim já ajuda, e as línguas estrangeiras no trabalho nos ensinam muito já que o vocabulário não é igual ao que aprendemos em aulas ou no dia a dia pessoal, né?
    Engraçado é ver o Gabriel, que fala em inglês o tempo todo no trabalho, reclamando dos indianos... parece ser o pior sotaque de todos, já ouvi uma vez, não dá pra entender nada :) nessas horas o jeito é abusar dos "aham" e pedir pra "oficializar por email"... hehehe
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Mari, espero que passe na seleção de emprego e assim terá que praticar Inglês todo dia!

    Gammelo, com o tempo as palavras dos textos que você lê deixarão de ser estranhas. Leitura é ótimo para ganharmos vocabulário.


    Rê, falar com indianos é terrível! Eles são bem educados, mas têm um sotaque bem diferente. Eu tenho muita dificuldade para falar com eles. Fico nervosa ao falar com eles.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. nossa prima, adori esse, e mesmo assim, nao se procupe, eles entendem numa boa e nao sao criticos!!!Como sempre mais uma vez te parabenizo!!!

    ResponderExcluir
  6. nossa , precisei escrever outro pra me desculpar pelos erros, estou com um novo teclado e nao me habituei ainda...

    ResponderExcluir
  7. Oi Prima! Que bom ver um comentário seu por aqui!!! :) Comente mais vezes, viu?

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta