Meu Querido Diário

A semana passada tive muita vontade de escrever no meu diário. Tinha a sensação que fazia alguns meses que não escrevia nele e levei um susto quando abri o caderno e me deparei com a data do último relato. Fiquei 10 meses sem escrever! Nunca tinha ficado tanto tempo assim. Realmente o blog tem suprido a minha necessidade de escrever e acaba me afastando do meu diário. Uma pena. Pois lá posso ser verdadeiramente eu, expor minhas idéias e sentimentos sem censura. Não quero que pensem que aqui escrevo mentiras ou minto sobre o que sinto. Mas aqui é o registro da minha vida "pública", coloco aqui o que acho que posso compartilhar. Sejam sentimentos, idéias ou experiências. No meu diário é outra dimensão. É um lugar totalmente meu, onde posso escrever de tudo e sobre tudo. É como se fosse a extensão da minha mente. Para mim mente é o lugar onde dispomos de total liberdade é o nosso mundo particular. O meu diário muitas vezes funciona como uma terapia. Eu registro lá meus anseios, medos, delírios, dúvidas. É uma ótima maneira de lidar com conflitos internos, de "visualizá-los" e isso ajuda a entender melhor as coisas. Gosto também de ler o que escrevi há tempos, perceber como eu mudei e relembrar dos detalhes de coisas importantes da minha vida. É algo importante para mim e não quero perder o hábito de escrever nele. Preciso ser mais disciplinada e reservar um tempinho, nem que seja uma vez por semana para abrir o caderno, pegar a caneta e escrever.

Espero conseguir.



Comentários

  1. Amiga, interessante saber que até hoje preserva esse hábito. O meu acabou um tempo depois da faculdade. E me arrependo. :o(
    Deve ser uma delícia juntar seus cadernos e reler a sua própria história.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Meu diário é meu blog...rs


    Se a gente tá vivendo intensamente não tem muitot empo para fotos eou diários, diz um amigão meu.

    ResponderExcluir
  3. É gostoso mesmo reler fatos antigos e lembrar de coisas que talvez já tenhamos até esquecido. Eu tbm fico chateada quando vejo que não consigo manter meu diário atualizado (não escrevo desde junho!), e meu blog não pode nem ser considerado uma versão light do diário, já que pouco escrevo nele... mas tenho épocas em que perco mesmo a vontde de escrever, e depois volto com tudo! Tomara que você consiga voltar tbm =)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. no blog por mais que as pessoas se exponham, nem sempre é tanto assim. sem platéia é que vamos mesmo mais a fundo dos nossos pensamentos e sentimentos. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  5. Miss Oak, o meu diário está agonizando. Preciso me esforçar para que ele não morra. Fico até com raiva de mim por deixá-lo abandonado por tanto tempo...

    Déia, eu larguei o diário por preguiça mesmo e não por ter uma vida tão intensa... risos... O meu blog é meu semi-diário.

    Rê, espero que você consiga também reativar o seu diário. Para mim é importante, diria que até fundamental, pois eu guardo muita coisa, sou difícil de expor meus sentimentos e nas páginas do diário é um lugar onde consigo abrir totalmente.

    Pedrita, também acho improvável que alguém consiga se abrir 100% em um blog. Eu nunca conseguiria.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Pois é, teoricamente um blog é um diário, mas eu acho muito legal você ainda escrever num livrinho (ou caderninho, né?). Hoje em dia as pessoas tendem a pensar que os meios digitais substituirão o papel, mas acho que as coisas coexistirão "pacíficamente", hehe. Um abraço pra você e uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  7. Eu tive diário somente em alguns anos. O mais legal é lê-los anos depois e ver o que vc pensava e o que te passava naquela época.

    ResponderExcluir
  8. Rodrigo, eu perfiro escrever no papel quando trata-se do meu diário. Já tentei manter um diário no computador, mas não me senti a vontade para escrever. Uma ótima semana para você também!

    Mari, é muito bom reler o que anotamos no diário. Espero continuar com o meu pelo resto da vida...

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  9. Eu só tive diário com 10 anos de idade e ainda sim eu joguei fora logo no mesmo ano...rs
    Não adianta, eu não consigo escrever, sou mais de falar. O meu diário é sua irmã...rs

    Bjks

    ResponderExcluir
  10. Eu tinha as famosas agendas, que na verdade também eram diários. Agora meu diário é, com certeza, o blog mesmo.

    Eu nunca acreditei em diários secretos. Imagino que alguém sempre vá dar uma espiada, seja mãe ou namorado. E acho muito invasivo isso. Então, o que não quero que ninguém, absolutamente ninguém, saiba, não escrevo. Guardo pra mim.
    bju!

    ResponderExcluir
  11. Dani, gostei do seu diário alternativo! ehehe

    Helen, o meu diário não fica trancado num cofre. Mas todos sabem que o que tá escrito lá é particular. Tem coisas lá que não quero que ninguém saiba, mas precisava desabafar e o jeito foi escrever lá. Se alguém mexer , ler e não gostar do que leu, problema da pessoa. Sabe, temos que saber respeitar a privacidade dos outros. Beijinhos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta