Indiana Jones and the Kingdom of the Crystal Skull


Indiana Jones é um dos meus heróis favoritos. Os 3 filmes protagonizados por ele na década de 80 me empolgam até hoje. Mas eu demorei para me render aos encantos do Indiana. No começo eu tinha medo do filme, não queria assistir pois achava que me assustaria. Eu ouvia meus colegas de escola contando cenas dos filmes e ficava horrorizada. Ainda hoje eu me assusto fácil com cenas mais sanguinolentas de filmes, mas quando eu era adolescente era muito mais impressionável. Mas um dia a curiosidade foi maior que o receio e eu aluguei a fita de Indiana Jones e Os Caçadores da Arca Perdida e virei fã. Já perdi a conta de quantas vezes revi os filmes do Indiana, e toda a vez que revi os filmes sempre foi com o entusiasmo da primeira vez. São filmes que empolgam pela ação e cativam pelo humor sempre bem colocado. Por tudo isso eu estava muito ansiosa para assistir à nova aventura de Indiana : " Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal" (USA/2008).
Assisti ao filme no Cinemark da SP Market na quinta-feira de feriado. É um filme clássico do Indiana, tudo em tons predominantemente marrons, com muita perseguição, cenas de lutas fantásticas e inusitadas e Indiana com sua indumentária de praxe. Tudo perfeito para conquistar a platéia, mas que não empolgou a blogueira aqui. Talvez por o filme ter tentado seguir à risca a "receita" de sucesso dos filmes anteriores ele tenha ficado certinho demais, mecânico demais. É um filme morno, não é ruim mas também não é o que eu chamo de filmão. Mas o menos culpado em tudo isso é o protagonista. Harrison Ford está muito bem como um Indiana bem coroa e com limitações físicas impostas pela idade. Ele ainda é bem criativo nas suas fugas e lutas contra os bandidos. Continua simpático e cativante. Mas não brilhou como deveria pela falta de ousadia da direção e roteiro. Gostei muito da vilã do filme, a russa Irina, interpretada pela Cate Blanchet. Ela está ótima, com um sotaque pitoresco e com cara de má. Rever a minha "xará" Marion foi também muito agradável. Gosto muito da primeira mocinha dos filmes do Indiana, ela é uma mulher bem decidida.
Para nós brasileiros o filme tem um atrativo a mais. Boa parte do filme se passa na floresta Amazônica e há cenas nas Cataratas do Iguaçú. Esquecendo as questões geográficas, as cenas são muito boas.
Foi muito bom rever o Indiana em tela grande, mas ironicamente ver o filme novo me deixou mesmo com saudades do Indiana Jones que sempre me empolgou. Preciso providenciar uma maratona de filmes do Indiana para matar de fato as saudades dele.


Comentários

  1. poxa, já escutei tanta gente decepcionada com o filme... mesmo assim, essa semana pretendo vê-lo.
    beijo!

    ResponderExcluir
  2. uhuuu, estou querendo levar a minha mãe pra ver. amiga, eu acho que esse filme é mais para satisfazer o mercado e fãs do que os nossos corações. mas mesmo assim quero muito ver, sou igualmente fã da trilogia. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. Lu, mesmo eu não achando o filme tão bom quanto eu esperava, eu curtir ver o Indiana de novo!


    Pedrita, o filme me agradou, mas não causou empolgação, eu realmente esperava mais.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Marion.

    Eu ainda não fui assistir mas estou curiosa.

    Vou esperar as filas diminuírem.

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
  5. Ainda não vi, mas já vi que teve gente que amou, gente que achou bom, ou mediano. Vou ver logo pra dar minha opinião =)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Elvi, tem muita fila mesmo! A gente só conseguiu ir pq comprou os ingressos antes.

    Rê, espero a sua opinião sobre o filme!

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Eu viiii !!!
    E lembrei de você quando apareceu a Marion!!! :-)
    Beijos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta