Comidinhas



Na Argentina come-se muito bem e com fartura. Gosto muito das comidas de lá, mas não consigo comer no mesmo embalo deles. É sempre muita comida! Eu em geral fico satisfeita com pouco, mas nesta viagem eu extrapolei e cometi o pecado da gula. Voltei até sem fome para o Brasil, de tanto que comi por lá.
As empanadas da fotos estavam uma delícia. Comi apenas uma, de carne, comeria mais se não estivessêmos esperando pela pizza! As empanadas eram as entradas. Antes delas veio uma tábua de frios. Tudo isso no jantar oferecido na casa do José Luis, amigo do Wally. Reparem que as empanadas estão marcadas, com indicação do sabor na pontinha, a letra C indica carne e JQ indica empanada de jamón y queso. Foi a primeira vez que vi empanadas marcadas assim.

Mas a noite de comilança começou com as facturas da foto acima. Também comi somente um pedacinho, mas a minha vontade era atacar todas, mas eu sabia que se fizesse isso não aguentaria comer mais nada e ficaria um tanto chato. Facturas são como pães doces e são uma maravilha. Tem de vários tipos e sabores.



Aqui a mesa do jantar, com a família do José Luis e a mesa com a "entrada". Até os cachorros se animaram com as facturas.


E eu me animei com os cachorros. São lindos, não ? Brinquei muito com eles.




Uma das coisas que mais gosto é sanduíche de milanesa. É uma delícia e sempre como quando estou no Paraguay ou na Argentina. Este sanduichão estava uma delícia, mas não o encarei sozinha não, Wally dividiu comigo. Para acompanhar eu pedi uma Qu4tro, refrigerante feito de pomelo. Adoro, pena que não tem por aqui.


Esta foi a nossa última refeição em solo argentino, num fastfood das Galerías Pacífico. Wally pediu milanesa e eu asado de tira. Veio tanta comida! E como estava bom! Lá o acompanhamento é sempre batata, ou frita ou purê. Nadinha de arroz. Confesso que senti falta do arroz toda vez que comi carne, pois adoro a combinação de carne com arroz. E a carne de lá é maravilhosa. Hum, já estou com vontade de comer aquele asado de tira de novo!




A experiência gastronômica mais estranha que tive durante a viagem foi durante a visita ao Uruguay. Lá experimentei o doce de cebola. É bem estranho, primeiramente vem um gosto doce, como uma goiabada ou qualquer geléia normal, mas depois vem o gosto da cebola. Tão estranho que não sei dizer se gostei ou não.
Falando em Uruguay, preciso postar sobre a viagem à cidade de Colonia. Semana que vem o post estará aqui, mesmo eu estando perdida no meio de tantas fotos da cidade.

Bom fim de semana!

Comentários

  1. deve ser como em minas gerais. tb nunca consigo acompanhar o pique deles. nossa,muito lindos. são 3?? é em um apartamento? nossa!! até nisso eles são exagerados hehe. não sei o que é pomelo. nossa, esses pratos de carne são enormes. não sei se curtiria doce com cebola. eba! tem mais tour da viagem, estou adorando. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Pedrita, não é apartamento. Os cães vivem numa casa enorme! Não se o nome de pomelo em português, mas em inglês é Grapefruit. A fruta existe por aqui, parece um laranjão pálido. Provei o doce de cebola apenas para não perder a oportunidade.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto muito das massas e do sorvete daqui. Tomo sorvete até no frio. Entretanto, acho que a vida de um estrangeiro em qualquer lugar do mundo é de incansável processo de adaptação. Os argentinos comem muito mais doce que os brasileiros, nos cafés da manhã, lanches etc. Eu seria incapaz de comer uma colher de doce de leite puro. hahaha. As vezes sinto falta de um feijão bem temperado (aqui não se come feijão e eu adoro!), mas vou anotando as coisas que tenho vontade e peço para os amigos trazerem e quando é algo assim, que nao dá pra trazer, ponho na lista do que quero comer qdo estiver no Brasil.

    Vale a pena provar o sorteve da sorveteria embaixo do meu prédio!!!
    Bjs,

    Mari

    ResponderExcluir
  4. Nossa Marion! Lendo os seus ultimos posts eu fiz uma viagem no tempo e me bateu nostalgia, saudades mesmo! Eu namorei por tres anos com um argentino, uma pessoa muito especial que eu tenho muito carinho até hoje, a familia dele é maravilhosa e tudo que eu vi hoje no seu blog me fez lembrar muito deles! Obrigada por me proporcionar essa viagem tao legal! Fiuei feliz por suas férias terem sido tao bacana!

    ResponderExcluir
  5. Mari, espero poder levar com mais frequência suas encomendas gastronômicas, mesmo que pareçam perigodas aos olhos da polícia do aeroporto! :) Comida sempre desperta saudades! :) Mas ainda bem que vc foi parar em uma terra de coisas deliciosas!

    Marli, fico contente de meus posts terem trazido boas lembranças para você! :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Acabei de alomoçar, mas as fotos me deram água na boca !
    E os cachorros, tudos muito fofos !

    ResponderExcluir
  7. Oi Marion! Ainda planejo visitar Buenos Aires, quem sabe ainda este ano. E agora tenho mais vontade ainda. Mas antes vou faezr um jejum de uma semana pra ir preparado! Beijos

    ResponderExcluir
  8. Ana, toda vez que vejo as fotos eu fico com fome também!

    Tak, fazer um jejum é bem apropriado! risos E você vai adorar a cidade!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Adorei os cachorros, q coisa mais fofa!!!!
    Eu acho que não provaria o doce de cebola não. Aquela cebola do Outback que comi quando saí com vocês já foi minha cota de cebola da vida inteira, hehehe.
    E eu tbm como pouquinho, nunca aproveito tudo o que a gastronomia das cidades oferecem!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono