Minhas amigas de Buenos Aires


Rê e Mari


Esta viagem para Buenos Aires foi especial porque lá eu me encontrei com as minhas amigas Mari e Renata. É algo bem curioso ter duas amigas brasileiras morando lá, amigas que conheci aqui e que por coincidência estão morando por lá na mesma época. A Mari já vive em Buenos Aires há mais de 2 anos e já virou uma porteña. Ela conhece tudo de lá, fala espanhol muito bem e já ficou brava como as mulheres argentinas. Fiquei muito contente em ver como ela se sente à vontade por lá. E ela é uma guia turística bem animada e incansável!

A Renata é minha amiga da época de faculdade. Estudamos na Unesp de Bauru no mesmo período, ela estudava jornalismo e eu rádio e tv. Um amigo em comum nos apresentou e viramos amigas. Felizmente nunca perdemos contato, mas fazia muitos anos que a gente não se encontrava. Ela está em Buenos Aires há uns 6 meses, foi estudar por lá. Logo que ela me contou que iria para a Argentina eu a apresentei para a Mari e hoje elas são amigas.



No primeiro dia que encontrei com a Rê nos fomos jantar no restaurante Campo dei Fiori no bairro de Las Cañitas. O restaurante foi indicação da Mari, era o primeiro na listinha de restaurantes legais que ela fez para a gente. Adorei o lugar, lindo e com comida bem gostosa. Nesta noite eu comi uma lasanha e de sobremesa dividi uma panqueca de maçã com Wally. E tomei um vinho bem gostoso, que me deixou altinha como sempre. As meninas não quiseram arriscar a ficar altinhas e ficaram com as 7 ups.

Eu adorei o bairro de Las Cañitas, foi a primeira vez que fui lá. É um lugar cheio de restaurantes lindos e elegantes, com gente animada e bonita. Vale a pena conhecer.


No sábado encontrei com a Rê novamente. Foi dia de passearmos pela Av. Santa Fé. Dia de ver vitrines e babar pelas lindas roupas de lá. Andamos bastante neste dia e conversamos muito também.


Durante nossa caminhada paramos na livraria El Ateneo. Um lugar deslumbrante. Esta livraria ocupa um prédio que foi construído no início do século XX e que já foi teatro e cinema. O local está muito bem conservado e tem uma beleza que encanta. É bem grande, fácil se perder por lá olhando as intermináveis prateleiras de livros.
Wally saiu da livraria feliz da vida, pois finalmente encontrou os livros que tanto procurava : a trilogia de Brumas de Avalon. Ele conta sobre a dificuldade de encontrar os livros neste post aqui.
Terminamos o passeio no shopping Alto Palermo onde almoçamos uma parrillada e fizemos algumas comprinhas.
Confesso que toda esta andança me cansou, mas eu adorei! Foi um belo sábado!



Comentários

  1. e vamos lá em nossa deliciosa viagem por buenos aires. eba!!!! eu adoro encontrar amigas em viagens e matar a saudade. sempre ouço falar das roupas argentinas, tenho algumas que ganhei de presente e morro de vontade de conhecer as lojas. as fotos da livraria são lindas mesma. eu li há anos as brumas de avalon, tenho aqui, não sei se todos, acho que algum ficou com alguém. uma pena, mas raramente acontece, mas acontece. parrillada?? ih!! legenda!! beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Patry, adorei a visita de vcs e pena que não tivemos mais tempo porque teria mais lugares pra levar vcs. Mas valeu a pena os momentos que passamos juntos! Espero poder recebê-los novamente e em minha casinha. Beijocas,

    Mari

    ResponderExcluir
  3. Pedrita, você ia ficar louca com a livraria. Parrillada é o churrasco argentino. É bem tradicional e lá você encontra até em fast food de shopping. Neste churrasco tem carne e tem os miúdos do boi também. Eu como só as carnes.

    Mari, pena mesmo não termos ficado mais tempo juntas , mas ainda teremos outras oportunidades.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. A Rêêê! Saudades grandona da nossa amiga!
    Linda a livraria!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  5. Ahhhhhhh que saudades da Marília !!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. dios mio los bombonazos que habras visto...
    que envidia!
    besos!!!

    ResponderExcluir
  7. Miss Oak, agora é a sua vez de visitar a Rê por lá! Vc vai adorar! :)

    Dany, eu também morro de saudades dela!

    Old, lá é terra de homem bonito mesmo! :) Um paraíso para moças solteiras! risos

    ResponderExcluir
  8. marion, vem cá, me diz uma coisa...
    as mulheres argentinas são bravas, é? bravas como? fiquei curiosa.
    beijo
    lu

    ResponderExcluir
  9. Lu, Wally diz que são histéricas! risos. Mas em geral os argentinos são mais bravos que a gente, no sentido que exigem as coisas bem feitas. Eles reclamam por tudo. E também não são de fazer média, se não gostam de uma coisa falam na lata.

    Eu gosto do jeito argentino de ser. :) ( ainda bem, né??? risos )

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono