Definitely, Maybe



Estava chorando há pouco, agora me recuperei e vim correndo escrever, pois este filme me emocionou mais do que eu esperava. Eu esperava por um filme água com açúcar, desdes que não despertam muita emoção. Mas o filme me surpreendeu. Fiquei a ponto de chorar por vários momentos do filme até que no finalzinho caí no choro e fiquei bons minutos soluçando.
Definitely, Maybe ( USA/UK/France - 2008) é um filme sobre amor e separação. Will Hayes (Ryan Reynolds) está prestes a assinar o seu divórcio e tem que lidar com os questionamentos de sua filha Maya, de 11 anos, que quer saber como os pais se conheceram e porque estão se separando. Will resolve então contar para ela a história de seus últimos três relacionamentos, todos na época em que conhecera a mãe da garota. Uma das 3 é a sua futura ex-esposa, mas ele troca os nomes para a menina não saber. Assim ela não sabe e nem os espectadores suspeitam quem seja a namorada que virou esposa, e nem qual história que deveria ter dado certo e não deu. A narrativa é permeada por comentários espertos e algumas vezes engraçados de Maya. Conhecemos assim a vida amorosa de Will e também como ele perdeu sua inocência, vendo que o mundo era complicado, mas mesmo assim não deixando de ser o cara legal que sempre foi.



Rachel Weisz

O elenco é encantador, começando por Maya, interpretada pela fofa e ótima atriz Abgail Breslin, a Miss Sushine. Mas quem me encantou mesmo neste filme foi a Rachel Weisz. Eu sou fã dela há tempos e a acho linda. Neste filme ela interpreta Summer, umas das namoradas de Will. Summer é deliciosamente livre. Livre para amar e vivenciar seus desejos sem amarras. E o filme a mostra sem censuras, e vemos uma mulher feliz com suas escolhas e completamente independente.

Gostei muito da April, interpretada pela atriz Isla Fisher, uma garota moderninha e romântica. Aliás, foi em uma das cenas da April que o choro veio com toda a força. Há momentos em que ela lembra de seu falecido pai e num destes momentos me identifiquei com ela e não tive como segurar a emoção.
O filme me fez sorrir também. É um filme encantador, onde é mostrado que o amor é por vezes complicado, mas que sempre vale a pena. E o nome original do filme é perfeito, pois realmente nunca dá para saber se o amor é o definitivo. Talvez seja.


Nota da blogueira: escrevo este post no fim da tarde de sexta-feira (20/06), ainda não sei quando este post será publicado, mas não tinha como esperar para escrever. :)


Comentários

  1. Definitely, Maybe.
    Acho que todas as pessoas que assistirem o filme terão alguma coisa com o que se identificar, é um filme que com uma proposta simples conseguiu ser muito, muito emotivo.
    Gostei, veria de novo com certeza.
    E SIM, é uma conquista diária. Todo amor precisa disso, da conquista e o cuidado constante para não se perder.

    ResponderExcluir
  2. eu gosto muito da rachel weisz, como vc não li todo o post pq quero ver o filme. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  3. vou procurar saber mais sobre o filme, contou muito bem... deu até vontade de assistir... :D
    beijinhos
    bom domingo pra vc.
    :D
    Abgail é tão fofa *_*.

    ResponderExcluir
  4. Amor, você tem razão, temos que cuidar todos os dias para que o amor sempre fique vivo e alegre. :)

    Pedrita, acho que vc vai gostar muito do filme.

    Aym, é um belo filme. Assista. Bom domingo para vc!

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Marion

    Eu pretendo assistir a esse fime ainda.

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
  6. êeeee estou aqui no computador da barbie do wally!!! :-)

    ResponderExcluir
  7. Espero poder ver esse filme. Ainda não o vi em cartaz. O post me deixou com vontade de vê-lo. Beijinhos,

    Mari

    ResponderExcluir
  8. Oi Elvi, assista. Vale a pena!

    Rê, adorei nosso dia ! :) E preciso fazer um post sobre o computadorzinho do Wally!

    Mari, o filme é fofo demais!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Rachel Weisz vale um filme. morri de vontade de assistir a esse com o seu post
    :*

    ResponderExcluir
  10. Lu, ela vale mesmo! E o filme do post é uma graça. :) Beijos

    ResponderExcluir
  11. Li o post só depois de comentar, hehehe.
    Fiquei curiosa pra ver esse filme, gosto quando conseguimos nos identificar com as personagens, mesmo que seja de um jeito triste...
    Beijos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono