Slumdog Millionaire

Jamal é um jovem pobre, que teve uma vida dura, cheia de miséria e de muita tristeza. Mesmo com tanto sofrimento ele continua sendo um bom garoto, esperto, simpático e até ingênuo, pois ainda acredita que possa reencontrar o seu amor de infância. Poderia ter virado um bandido, mas não, preferiu uma vida honesta e vive servindo chá (na verdade uma mistura de chá e leite) em um call center de Mumbai na Índia. E tem uma única chance de mudar de vida: Vencer o Jogo do Milhão local. Ninguém acredita que aquele menino pobre e sem estudos seja capaz de acertar as respostas e levar o prêmio para a casa. O filme nos mostra toda a trajetória de Jamal, desde a sua infância até o momento da pergunta do "milhão". Gostei da narrativa que faz a conexão das perguntas do programa com passagens da vida do garoto, assim vamos descobrindo como ele sabia as respostas, que para muitos seriam impossíveis de um menino como ele acertá-las. O filme tem uma linha cômica forte, apesar da realidade cruel que retrata. Há cenas em que a violência me incomodou, não pelo ato violento em si, mas pela motivação da violência. Uma crueldade sem limites, onde o dinheiro vem antes de tudo. E nos é mostrada uma Índia pobre,a beleza da Índia só aparece uma vez, quando é mostrado o Taj Mahal, de resto vemos o sub-mundo das crianças de rua, como são exploradas e a sua luta para sobreviver. Tudo pobre, feio e sujo. Mesmo assim o filme está longe de ser um filme pesado, difícil de ver. A narrativa é muito boa e os atores são carismáticos. Gostei muito do filme, mas acho que estão exagerando nos elogios em relação a ele. Não é um filmão, e sim um bom filme, mas não é o tipo de filme que me fez falar "uau" no final. Se foi merecedor do Oscar de melhor filme? Não sei, pois não assisti aos outros concorrentes, por isso não tenho como emitir opinião a respeito. Outra questão que persegue o filme é se o diretor Danny Boyle se inspirou em "Cidade de Deus" para conceber o estilo do seu "Slumdog Millionaire". Mesmo sem ter visto "Cidade de Deus" ( e antes que perguntem, não pretendo ver, nunca quis), acho que tem sim algumas similaridades, pelo que vi nos trailers e em cenas em reportagens sobre o filme de Fernando Meirelles. Mas acho que no fundo se faz a conexão entre estes filmes porque a temática é muito parecida ambos contam a história de dois meninos que vivem em favelas e de como tomam destinos diferentes na vida. No caso do filme do Jamal, a história é focada na vida dele e seu seu irmão mais velho.
O que mais gostei do filme foi o Jamal, ele me encantou de verdade, torci por ele o filme todo. E adorei as cenas dos créditos finais. Me diverti com a pitada de filme de Bollywood no final de tudo. Cena ótima e com música idem. Falando em música, a trilha do filme é ótima. Fiquei com vontade de comprar a trilha sonora, definitivamente as músicas "modernas" indianas me atraem. Enfim, é um bom filme, vale a pena assistir!



Comentários

  1. eu não me animei muito com esse filme. não sei se vou querer ver. quem sabe um dia na tv a cabo. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Estou com vontade de ver esse filme. Acredito que não seja um filmão, mas talvez os elogios venham do fato de ser uma produção indiana que conseguiu tanto destaque. Acho legal ver outros países aparecendo, pois eles sempre trazem idéias bem diferentes do que hollywood está acostumada a produzir.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Adoro filme pesado, "pobre, feio e sujo" ehehe
    Com certeza irei ver quando chegar aqui.
    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Slumdog Millionaire é ótimo! Entre os 5 indicados, era o meu favorito.
    E Dav Pavel conseguiu me prender com uma atuação emocionante. Totalmente inverso ao personagem paspalho e imbecil que ele fez em Skins.

    ResponderExcluir
  5. Pedrita, acho que vai gostar!

    Rê, eu acho que de indiano o filme tem só o cenário, pq acho que não houve influências do cinema indiano neste filme, salvo no final.

    Miss Oak, está longe de ser um filme forte, daqueles que chocam. Apenas mostra o lado feio da vida da ìndia.

    Wans,Eu não conhecia o ator. Gostei muito deles. E gostei muito das crianças tb, são ótimas! E ofilme me fez rir em muitos momentos!

    Beijos

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta