Bolt


Logo na primeira cena do filme, Bolt me conquistou. Ele é um filhotinho ainda e está numa loja de animais. É uma gracinha de filhote, fofo e brincalhão. Fiquei com vontade de apertá-lo, pena que ele existe somente no filme. Bolt (USA - 2008) é uma animação produzida pela Disney e que conta a história do cãozinho Bolt, que é um astro da tv. Ele é o herói de um seriado, um cachorro cheio de poderes e muito inteligente. Sua companheira de seriado é a menina Penny, que gosta de verdade do Bolt, apesar de ele ser somente seu cão no seriado. Bolt só conhece a realidade do estúdio e um dia acontece um incidente e ele se vê perdido no mundo, sozinho e sem saber como se portar como um cão na vida real. A partir deste ponto o filme se torna um road-movie, com Bolt tentando voltar para perto de Penny. Em sua jornada ele conta com a companhia de Rhino, um hamster gordinho, e de Mittens, uma gata de rua um tanto amargurada.
O filme me emocionou, principalmente porque toca em um assunto que me comove muito. Além de contar a jornada de retorno ao lar de Bolt, o filme trata de como os animais sofrem com o abandono por parte de seus donos. A gatinha Mittens é triste e amargurada porque foi deixada na rua por sua família de humanos. Ela tinha casa e carinho, e um dia seus donos mudaram de casa e a deixaram para trás. É uma crueldade imensa que, infelizmente, acontece com muita freqüência em todo lugar. O filme retrata bem o sentimento de abandono que toma conta de Mittens. Ela não acredita mais em nada, não gosta das pessoas, mas resolve ajudar o Bolt, mesmo achando que a Penny nem lembra mais dele. Gostei de ver o problema do abandono de animais de estimação tratado de maneira verdadeira. A tristeza de Mittens me cortou o coração.
Mas o filme não é triste, é um filme muito alegre e movimentado. É na verdade uma bela história de amor. A história de amor e amizade de uma garotinha e seu cão, que mesmo sem ter poderes especiais, é o melhor cão do mundo para ela.


Comentários

  1. eu chorei e ri tanto neste filme!! Amei quando vi e também acho lindo como o bolt apareceu na vida da Penny ele foi adotado!!! Adorei mostrarem a adoção e nós que gostamos tanto de bichos équase inconcebivel alguem abandonar um ser que apenas pede um pouco de atenção, tudo bem o Sam não quer só um pouco rs, e cuidados de nós e retribui com um amor imenso.

    ResponderExcluir
  2. Não vi o filme. Fiquei curioso e quero assitir (risos).

    Bjos com carinho.

    ResponderExcluir
  3. Super lindinho, mas gostei mesmo foi do hamster. =D
    Bjo

    ResponderExcluir
  4. Embora a dinâmica do filme seja outra, acho que em Lilo & Stich, também da Disney, retrata muito bem o sentido de amor e família, principalmente quando um dos integrantes é um animalzinho (no caso, alienígena). Ambos são emocionantes!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Sugar, me emocionei muito mesmo! Lindo demais!

    Franzé , é um ótimo filme.

    Miss Oak, o hamster é hilário. Muito doido ele!

    Arthur, eu adoro Lilo E Stitch, já perdi a conta de quantas vezes assisti. Mas lá tudo é mais suave, o Bolt consegue mostrar como é cruel um bicho ser abandonado.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. eu não tinha me animado, mas agora anotei. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  7. Olá!

    Me interesso muito por animações, e esse filme parece realmente valer a pena assistir. Como o Arthur citou, Lilo & Stitch aborda o tema família de uma forma muito legal, de um jeito um pouco diferente do comum.
    Tem uma outra que não sei se já foi lançada, que se chama Up! (se não me engano) que também parece ser excelente!

    No mais, estou feliz por passar aqui depois de tanto tempo...

    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Pedrita, você vai adorar!

    Rodrigo, quanto tempo!!! Bom vê-lo por aqui novamente!. Este filme UP! eu não conheço. Vou procurar a respeito.

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono