Livre da fumaça?

Falta apenas a assinatura do governador do estado para que a lei que bane o cigarro de ambientes coletivos fechados, sejam públicos ou privados, em todo estado de São Paulo entre em vigor. Eu gostei desta lei, pois a fumaça do cigarro é algo que incomoda muito as pessoas que, como eu, não são fumantes. Quem fuma geralmente não se importa com incômodo que a fumaça de seus cigarros provoca, salvo os fumantes fofos e bem-educados que se importam com os não-fumantes (raridade!) e assim nós ficamos reféns da fumaça alheia quando resolvemos ir a bares, restaurantes, shows e afins. Claro que a chiadeira dos fumantes já começou, eles alegam que sua liberdade será cerceada com a aplicação desta lei. Mas e a liberdade de quem não fuma e não quer ser obrigado a respirar a fumaça do cigarro? As tais áreas de fumantes em restaurantes não funcionam, pois a fumaça não respeita estes limites, ela sempre acaba se espalhado por todo ambiente e quem não fuma acaba fumando junto e ainda ganhando de brinde o cheiro do cigarro impregnado nas roupas e cabelos. Na balada então, é caso perdido. Já sei que voltarei para casa fedendo cigarro até a alma. Isso sem contar nos males que o cigarro provoca e que ficam evidenciados quando a pessoa que respira a fumaça tem algum problema de respiração, como asma. Eu não sou uma não-fumante radical, fico numa boa sentada em uma mesa de bar com amigos que fumam, eu respeito o direito deles de fumar, como eles respeitam o fato de eu não permitir que fumem na minha casa. Mas é muito chato me deparar com fumantes por todo canto que eu vá. Uma das coisas que mais me aborrecem é estar no ponto esperando o ônibus de manhã e ter gente fumando por perto, acabo indo para o trabalho cheirando cigarro. É, a fumaça incomoda e muito. Por isso eu comemoro esta lei, mesmo sabendo que dificilmente ela será cumprida à risca, pois a fiscalização é difícil. Mas quem sabe ela sirva para conscientizar os fumantes que a gente não reclama à toa, reclama por que a tal fumaça atrapalha quem não fuma. Agora é esperar ver se a lei vai mudar o comportamento dos fumantes que não respeitam o direito dos outros de não respirar a fumaça do cigarro alheio.




Nota da blogueira:
A lei foi bem elaborada, pois preserva o direito da pessoa fumar quando estiver em âmbito privado, como sua residência, quarto de hotel/motel/pensão e dentro do carro. Ou seja ninguém vai ficar privado de fumar, apenas terá que respeitar o ar que os outros respiram. E acho que por conta da lei, tudo quanto é bar vai querer se transformar em tabacaria, para assim poder usufruir da exceção da lei.


Comentários

  1. Eu fui uma fumante compulsiva na minha adolescencia e tenho vontade de me espancar qdo lembro que fumei na gravidez de minha primeira filha e continuei depois que ela nasceu,ridicula ao extremo.Gracas a Deus e ao meu marido nao fumo mais e odeio de morte cigarros,o cheiro eh horrivel e de manha me da um enjoo danado se estiver perto da fumaca.Os japoneses fumam bastante mas no geral respeitam bem as regras,em restaurantes a area de fumantes eh sempre bem arejada e tbem ninguem fica fumando um atras do outro,nao sei explicar bem,mas nao sinto o cheiro do cigarro,em bares nao tem jeito.
    Uma coisa muito diferente eh ver velhinhos fumando,coisa que nao se ve muito no Brasil,aqui vc ve aquelas senhoras muuuuito velhinhas mesmo,que nem andam direito e com um cigarrao na boca.Aqui soh se pode fumar a partir de 20 anos ,se uma pessoa q aparenta menos disso for pega fumando qualquer pessoa, nao precisa ser a policia,vai chamar a atencao e denunciar.Para comprar cigarros em maquinas automaticas q tem uma em cada esquina tem que ter um cartao de autorizacao de fumante.
    Um dia o Brasil chega la e quem sabe nao proibem de vez essa droga horrorsa.

    ResponderExcluir
  2. Mel, eu imagino mesmo como deve ser difícil parar de fumar. Que bom que você conseguiu. Eu agradeço por não fumar, pois sei que seria daquelas pessoas que penam para largar o vício. O bom que aí o pessoal respeita as regras. Aqui ainda não sei o que vai acontecer, tem muita gente reclamando, até donos de bares. O jeito é esperar e ver como os fumantes daqui vão se comportar com a lei.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu sou totalmente a favor da lei porque convivo diariamente com MUITOS fumantes que não tem um pingo de educação. só que eu acho que proibir o fumo em locais como bares, baladas etc é meio exagerado. São locais que as pessoas vão pra relaxar e abusar mesmo, seja de bebida, seja de cigarro, seja de cantadas... quem vai sabe que estará sujeito a tudo isso (é por isso que eu não vou numa balada há anos, odeio essas coisas). Mas em ambiente de trabalho, ou na rua, ou num shopping, nós não vamos esperando encontrar bêbados ou homens atirados, e é super desagradável qdo encontramos, e é a mesma coisa em relação a fumantes.
    Tomara que a lei pegue. E que os viciados em cigarro sejam obrigados a ter um tiquinho mais de educação quando o assunto é exercer seu vício nojento perto de quem não tem nada a ver com isso... Mas infelizmente, acredito que nosso povo jamais vai chegar perto de ter uma educação decente no momento de respeitar o espaço do outro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Não fumo, não gosto de fumaça de cigarros,acho burrice que assim o faz, mas quem QUER, quem fuma, tem que ter o direito assegurado de fazê-lo. E parece como vc relatou está assegurado pela lei. Muito bom.

    ResponderExcluir
  5. Uma coisa discordo completamente da lei pq apenas multar o estabelecimento??? Pq não multar o causador da infração também?! Eu como portadora da minha a inseparavel renite alérgica sofro muito com a fumaça e sei que agora vou ficar aliviada pois em muitos restaurantes havia a famosa divisão de areas para fumantes e não fumantes e essas divisões ilusórias, pois não havia distância decente e a fumaça vai de acordo com o vento nao com o pseudo limite e no final acabava respirando a fumaça da mesma maneira. MAs também falta a educação das pessoas nos prédios q ue muitas vezes fumam dentro do elevador. :S

    ResponderExcluir
  6. Eu sou fumante há muitos anos e várias vezes tentei largar o vício. Já cheguei a ficar 6 meses livre do tabaco, fazendo um cooper e sem beber também, emagrecendo e tudo mais... por falta de vergonha na cara, voltei aos pouquinhos com o cigarro e hoje está ainda mais difícil parar, por causa da dependencia psicológica (na hora da tensão ou do stress, é batata! Digo, cigarro) além da física, lógico.

    E essa lei veio mesmo a calhar. Por vários motivos: 1) Lugares como restaurantes não são e nem nunca foram lugares apropriados para o consumo do fumo. São lugares para comer, pô! E uma coisa não combina com a outra! 2) Quando uma pessoa quer parar de fumar, ela automaticamente tem que parar de sair também. Ao conviver com outras pessoas fumando, a vontade aumenta exponencialmente e aí já viu... 3) Aparentemente já existia uma lei federal muito parecida, mas que obviamente nunca "pegou" (engraçado como no Brasil a lei tem que 'pegar' como se fosse uma doença, pra funcionar) e simplesmente foi ignorada por todos.

    Mesmo sendo um fumante (por pouco tempo, se Deus quiser!) reconheço que é uma lei positiva, assim como o aumento dos impostos para cigarros, visando inibir o consumo dessa merda que traz tantos prejuízos financeiros e pessoais. Além do mais, o direito de uma pessoa começa aonde o da outra termina...


    Cheers!

    ResponderExcluir
  7. me incomoda muito o fumante que acha que essa lei é para tolher a liberdade dele. eu não gosto de fumaça, seja de cigarro, incenso ou gás carbônico. não entro em incenso no elevador e os outros que aguentem. não entro com incenso em restaurantes, os outros que aguentem. então pq tenho q aguentar o cigarro? e muito fumante que é agressivo com essa lei é o primeiro a não misturar refeição e cigarro. ele só fuma depois de comer. então ele mesmo não gosta de fumaça enquanto come. entao pq eu q ainda estou comendo qd ele acende o direito dele tenho que gostar? bares até eu entendo. poderia até existir bares pra fumante e não fumante. agora restaurante eu acho um absurdo. fuma lá fora. é como celular. umas horas desligado e umas horas sem fumar não faz mal a ninguém. e essa de lugar dividido não costuma funcionar pq a fumaça anda, não fica só no lugar determinado. eu não curto quem resolve fumar na sacada ou na janela do prédio pq naõ quer fumaça na sua casa ou alguém na sua casa não quer fumaça. eu muito menos. a fumaça vem invadir a minha. se o fumante ou alguém da casa dele não gosta de fumaça dentro da própria casa. não fuma. pq na minha é que não vou querer a fumaça. como disse, não curto incenso. não curto qq tipo de fumaça. então quem curtir, que fique com o cheiro e não jogue para os outros o que não quer na sua própria casa. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  8. Oi Marion,

    Acho muito legal que essa lei possa entrar em vigor. Não tenho nada contra os fumantes, exceto pelas consequências desse ato. Gostaria que essa lei ajudá-sse a parar esse vício - quanto menos lugares para se fumar, menos se fuma. Pois poderia ver meus pais parando com esse hábito prejudicial a nossa saúde (sáude de todos).

    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Rê,eu também fico revoltada com os fumantes que não respeitam o ar que a gente respira. Não gosto da fumaça e ainda mais do cheiro. Em relação aos bares, eu tb evito ir por conta do cigarro, fico desanimada mesmo em pensar que voltarei fedida para cara. Mas eu acho que deviam é fazer bares só para fumantes.


    Franzé, a lei é boa porque a gente que não fuma está mesmo refém dos fumantes. Espero que isso os faça refletir e a se comportar melhor.

    Sugar, nisso você tem razão o fumante deveria ser multado, afinal ele que está agindo errado! Ai, aqui tb fumam no elevador, tem vezes que mal dá para entrar no elevador por conta do cheiro.

    Rodrigo, espero que você consiga largar o cigarro de novo. Infelizmente aqui as leis não cumpridas como se deve, mas espero que este "pegue".

    Pedrita, os fumantes parecem que não entendem o nosso lado, acham que é implicância pura a gente não gostar da fumaça. Eles nem percebem o cheiro e acham que a gente é fresco. Ah, aqui em casa acontece às vezes isso de algum vizinho fumar na janela do prédio e vir tudo para o meu apartamento. Um horro!

    Arthur, eu também não tenho nada contra fumantes e sou amiga de vários e estes são os fumantes fofos que sabem respeitar o nosso direito de não respirar a fumaça. O problema é que a grande maioria é sem educação e afronta a gente fumando em tudo quanto é canto.

    E viva a lei!

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta