Secret Diary Of a Call Girl


Belle é uma garota de programa londrina e é a protagonista da série inglesa "Secret Diary Of A Call Girl" e estou vidrada nesta série desde o primeiro episódio que vi há umas duas semanas. A série é transmitida aqui pelo canal VH1 (toda segunda às 23 horas) e foi lá que eu vi o primeiro episódio, quer dizer, foi o segundo episódio da série, mas o primeiro que eu vi. Mas a má qualidade da imagem (parece imagem de filminho feito com celular!) me fez desistir de ver o seriado por lá e acabei baixando os episódios e até o momento já assisti 5.


Os episódios são curtos, com cerca de 30 minutos de duração. Belle (Billie Piper) é a narradora da história, tudo contado em primeira pessoa em um tom confessional, que transita entre o sarcasmo, melancolia e felicidade. Sim, felicidade, pois ela gosta do que faz e logo no primeiro episódio já esclarece que entrou nesta vida por vontade própria e que gosta de dinheiro e, é claro, de sexo! As histórias são centradas no cotidiano dela, tanto o profissional quanto o pessoal. Ela é uma garota de programa de alto luxo e tem a agenda cheia. Ela conta sobre seus encontros, e trata tudo como se fosse um trabalho como outro qualquer, com momentos legais e outros bem chatinhos. O lado pessoal dela é mais complicado, pois mesmo gostando de ser garota de programa ela esconde este fato de todos. Oficialmente ela é uma secretária executiva que ganha um ótimo salário e ponto. Ela sabe que não pode abrir isso para todos, além do preconceito, ela ainda pode ter problemas com a lei. Assim ela acaba mentindo até para o seu melhor amigo, Ben. Isso a deixa culpada e a faz sofrer. Mas o clima do seriado é bem alegre e há momentos que provocam risadas, principalmente os olhares dela para a câmera. Uma das coisas que mais gosto é a conversa de Belle com a câmera, assim ela cria uma cumplicidade com o espectador, compartilhando com ele seus pensamentos e sentimentos. A dinâmica do seriado é envolvente, pois as conversas com a câmera são inseridas nas cenas de uma maneira bem natural, onde ela alterna os papos com a câmera e com os demais personagens com muita fluidez.
Virei fã mesmo deste seriado e acho que em pouco tempo verei todos os episódios, são 16 até o momento, divididos em 2 temporadas (2007 e 2008). Espero que a terceira temporada seja produzida. :)


Comentários

  1. O The Office tbm usa essa técnica de conversar com a câmera como se ela fizesse parte do seriado e eu acho o máximo (às vezes eles até mandam a câmera embora e ela não vai, hehe). Me interessei, vou colocar na infinita listinha, hehehe
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Parece ser legal mesmo. No começo da primeira temporada de Sex and the City os atores tb falavam com a camera, mas depois mudaram isso.
    Bjs,

    ResponderExcluir
  3. Rê, que câmera intrometida! Acho um recurso muito legal, quando bem utilizado faz o seriado ficar muito envolvente.

    Mari, acho que você iria gostar! Veja se passa por aí!

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta