De volta


Foi bom ficar de folga do blog na última semana. Não, não estou ficando louca. O blog ficou na ativa na última semana, mas a blogueira não escreveu uma linha sequer nos últimos sete dias. Aproveitei o tempo livre do feriadão e a inspiração em que veio em atacado, e escrevi posts para a semana passada de uma só vez. Assim, foi só programar a publicação deles e pronto. Blog no ar durante toda a semana e eu fora do ar no mesmo período. A ferramenta que possibilita o agendamento da publicação dos posts é a minha grande aliada para manter este blog com 5 posts novos por semana. Com ela consigo administrar a falta de inspiração ou mesmo a preguiça de escrever. Claro que não é um sacrifício manter este blog funcionando, mas confesso que tem hora que fica difícil escrever, seja por falta de inspiração, cansaço ou falta de assunto mesmo. Tem hora que acho que já escrevi tudo e que este blog já passou da validade. Afinal, só neste blog aqui, já escrevi 547 posts. No outro blog eu nem faço idéia da quantidade de posts, mas foram muitos também. Assim há momentos que acho que não há mais nada a ser escrito por aqui, que vou cair na simples repetição de assuntos. Mas eu gosto muito de escrever, é algo que me faz bem e gosto de compartilhar meus pensamentos por aqui. Assim nem me apavoro mais quando estes momentos de crise de inspiração me abatem, pois sei que é passageiro, que basta ficar um tempo longe da página de nova postagem do blogspot para a minha vontade de blogar volte ao normal. Nos últimos dias uma coisa me deu um ânimo adicional para ficar blogando. Lendo a revista Viagem e Turismo me dei conta que nesta revista os jornalistas exercem ao extremo sua habilidade de abordar os mesmos assuntos de maneira diferente e ao mesmo tempo cativante. Nesta revista as matérias se repetem sasonalmente, afinal os destinos de viagens não mudam e cada temporada eles têm sempre que escrever sobre os mesmos lugares, podem até variar um destino ou outro, mas os destinos top de linha sempre têm que estar presentes na revista, como Paris, por exemplo. E eles conseguem fazer a revista sempre interessante e boa de ler. Conseguem tratar o mesmo assunto com abordagem distintas, sem perder o foco da revista que é informar ao leitor sobre como aproveitar bem uma viagem. Comigo é a mesma coisa. Na minha cabeça os assuntos são recorrentes e com certeza já bloguei várias vezes sobre o mesmo tema e ainda o farei mais outras tantas vezes. Mas o tempo se encarrega de mudar o meu enfoque sobre o assunto e até a minha forma de tratar do assunto. É natural, a gente vai mudando, nossas idéias mudam. Sinal que estamos vivos e atentos ao que acontece à nossa volta. As influências do mundo e das pessoas são parte integrante do meu jeito de pensar. É enriquecedor estar aberta para novos jeitos de ver vida, aproveitar novas idéias e aprender a respeitar aquelas que não me convém incorporar, seja porque eu discordo ou porque acho que não combinam comigo. Enfim, acho que não largo deste blog tão cedo. E vou continar a postar aqui com a mesma regularidade. :)


Comentários

  1. oi querida, eu não posto diariamente. antes de te conhecer era um dia sim e um dia não. mas como vc posta todo dia eu comecei a postar mais diariamente. mas eu dependo da minha vida cultural e às vezes eu não tenho o q postar por um ou dois dias. eu não consigo usar essa ferramenta q vc usa. assim q termino de escrever um post quero vê-lo no ar na mesma hora. uma vez fui antecipar um post, e ia colocar pra ele entrar mais tarde, e eu aguentei? postei na mesma hora. acho que assunto realmente nunca falta, pq até mesmo o mesmo assunto ele já não é o mesmo um dia depois, pq tudo muda né? a gente está sempre em constante transformaçao. ah, e eu tb adoro sapato vermelho. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Seu blog é muito interessante, Patry! Admiro teu esforço e disciplina. Beijocas.

    ResponderExcluir
  3. Queria ter esta disciplina p; escrever mas so consigo isso p; dobrar mesmo :)

    ResponderExcluir
  4. Pedrita, dependendo do assunto do post eu também fico ansiosa querendo vê-lo publicado logo. Quando é assim não consigo programar a publicação mesmo. Mas no geral, há muitos assuntos que podem esperar um ou dois dias para serem publicados que continuam atuias.

    Mari, adoro tê-la como leitora! :)

    Sugar, é a sua disciplina é mais direcionada para as dobrinhas mesmo! Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Patrícia,
    vc tá sabendo aí em Sp sobre o movimento dos jornalistas profissionais- a ANAJ- contra o fim do diploma para os jornalistas, por uma decisão tomada pelo TJD?

    Aqui no Rj, eu participei... a concentração foi ABI e depois paramos na Alerj- Assembléia Legislativa.

    Foi muito bom. Eu apareci na Rede Tv, na TV Brasil, em alguns veículos e na rádio Nacional- Ag. Nacional. Levei um pseudo-diploma: um rolo de papel higiênico, para protestar contra os canalhas que querem fazer do meu diploma um papelão... mesmo o higiênico.

    Bjos,
    Isa.

    ResponderExcluir
  6. Isa, aqui houve um ato pelo que eu soube. Acho válido. Se eu fosse jornalista iria protestar também. Não concordei com esta decisão da não obrigatoriedade do diploma de jornalista para exercer a profissão.

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono