Com um certo medo

Admito, tem sido difícil não ficar neurótica com esta epidemia de gripe suína. Eu tento não encucar, mas já percebo que fico preocupada quando ando de ônibus, com medo de ter alguém com a doença por perto. Quando andei de metrô lotado no começo da semana notei que estou realmente preocupada com esta doença. Deu medo de estar num local fechado, pequeno e cheio de gente. Se alguém estivesse infectado ali, já era. Boa parte do vagão já faria parte do placar de doentes agora, que é parte obrigatória de todos os noticiários. Dizem os especialistas que é uma gripezinha à toa, até mais fraca que a gripe comum. Mas é difícil de acreditar nisso quando vemos pessoas saudáveis que morreram em uma semana depois de pegarem a gripe suína. Da última vez que olhei nos jornais onze mortes eram contabilizadas aqui no país. Este número vai aumentar, ainda mais agora que já apareceram doentes que pegaram o vírus por aqui, sem terem viajado ou tido contato com pessoas que vieram de outros países. Agora não há mais grupo de risco, todos estão sujeitos a pegar a nova gripe. Não há muito o que fazer, resta rezar para este vírus passar bem longe de nós. Eu não quero virar uma louca neurótica com mania de limpeza, mas toda hora que passo pelos dispensers de álcool que espalharam pela empresa onde eu trabalho, aperto o botãozinho e limpo as mãos.
Estes dias andei meio ruinzinha, com tosse e afins. Mas como não tive febre, nem me apavorei. Mas nos primeiros sintomas fiquei meio encucada e torcendo para não ter febre. A febre não veio e estou quase 100% bem. Ufa. Espero que este fantasma da gripe suína desapareça logo e que as autoridades estejam mesmo tratando este surto com a seriedade devida. Definitivamente não dá para dizer que é uma gripezinha à toa. Não é mesmo.


Comentários

  1. Bah!!! imagina eu que estou no Rio Grande do Sul!!!!
    Mas o negocio é não esquentar muito e continuar com a vida normal. Se pegar a doença ai que temos que nos preocupar. Até pq Gripe por mais suina que ela seja suina é apenas uma gripe. ehheheheheh

    Sorrisos do Corhinga

    ResponderExcluir
  2. Aqui na Argentina temos mais de 100 mortes pela gripe A!! No começo se falou muito nela, mas agora ninguém está mais nem aí.
    Em todos os fins de semana as danceterias estavam lotadas. Se o metro é um perigo, imagine a balada, onde as pessoas se esfregam e toman bebidas do mesmo copo...

    ResponderExcluir
  3. eu acho q temos q ficar preocupados sim e q o brasil está minimizando demais essa gripe. tanto que as mortes na maioria são de pessoas q os médicos menosprezaram, mandaram pra casa e aí já era. eu li ontem um bom artigo de um infectologista. ele falou q como pega no ar, a gripe já está por aqui. portanto, as gripes agora, já q não há quites pra verificar, seria bom q fossem logo tratadas com o remédio específico. pq assim há pouquíssimo risco. o problema é se auto medicar e ir dias depois. aí a questão é mais complicada mesmo. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  4. Coringa, mas é uma gripe que tá matando muito!

    Mari, realmente é de se espantar com a despreocupação das pessoas aí!

    Pedrita, exatamente, parece que não estão tratando direito e aí as pessoas morrem. Preocupante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Bem eu que acabo de voltar de viagem fiquei espantada com a falta de responsabilidade nos aeroportos! MUitos voos chegando e haviam da argentina ou de paises onde ha mais foco de gripe pq haviam pessoas com o novo folheto. mas misturando aos outros voos, numa fila imensa pra passar pela imigração e detalhe aquelas filhas abarrotadas ou seja nao adianta ser so as pessoas do seu voo avisadas mas todos os voos q estavam ali pq ali que é o grande boom de contaminação no aeroporto.

    ResponderExcluir
  6. Eu fiquei super gripado essa semana, mas também não tive febre. Assim mesmo, ficava preocupado o tempo todo em lavar as mãos quando espirrava ou tossia... Mas, ah! Acho que ficar paranóico não adianta. Bom ou ruim, seja o que Deus quiser, rs.

    ResponderExcluir
  7. Oi Marion.

    O pior é que estamos no inverno.
    Qualquer gripinha já é um susto.

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
  8. Sugar, no aeroportoo perigo é eminente e a gente repara que não há ações para tentar evitar o contágio.

    Renato,que bom que você melhorou. Mas tem hora que penso como você também, seja o que Deus quiser.

    Elvi, você tem razão. Nesta época estamos bem mais arriscados a ficar gripadas e aí já bvem o susto.

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta