Tristeza

Tio Chacho e suas afilhadas: Sandy, Leti e eu. Foto de 2008


Parece que estou vivendo em uma realidade paralela. Não parece verdade. Parece que estou trancada em um sonho ruim, como aconteceu no sábado passado. Eu dormi no sofá da sala e sonhei que o Tio Chacho tinha morrido, eu lutava para acordar e não conseguia. Acordei angustiada, com uma tristeza imensa. Infelizmente o sonho ruim se transformou em realidade no dia seguinte. 

Sugarbaby e eu fomos para Asunción na segunda-feira. Eu tinha que me despedir do meu padrinho e estar junto da minha família neste momento tão difícil para todos. Nestas horas  as palavras não consolam, mas um abraço conforta. 

Voltei de viagem na quarta-feira e desde então estou tentando escrever aqui. Faltam palavras e coragem. 

Meu querido padrinho se foi. Minha vida ficou mais triste, mas ele me deixou lindas lembranças.  Espero que logo eu consiga pensar nele sem que a tristeza me machuque tanto. 



Nota da blogueira: Estes dias têm sido bem difíceis. Quando eu melhorar volto para escrever sobre a viagem. Foi uma viagem de sentimentos opostos, tristeza pela morte do meu tio e alegria por estar com meus tios e primos. 


Comentários

  1. querida, sinto muito. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Encarar essa situação não é fácil.. meus sentimentos.... Gammelo

    ResponderExcluir
  3. que felices estabamos ese día, que distinto era todo... ):

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono