Comprinhas feitas!





Compras de Natal feitas. Ontem fui bater perna no shopping e consegui encontrar presentinhos para todos e sem gastar muito. A proposta este ano é presentear bem sem gastar muito. E isso é possível, basta ter sensibilidade para saber exatamente o que vai agradar o seu presenteado. Eu sou boa nisso, conhecendo bem quem eu vou presentear, sempre acerto no presente. Agora já começou aquela ansiedade pré-Natal de sempre. Ansiosa para ver a reação das pessoas abrindo seus presentinhos. Adoro ver o sorriso de alguém abrindo o presente, por isso faço questão de escolher bem.  O pior que há é alguém abrir um pacote e ficar com aquela cara que não sabe se chora ou se finge que gostou.  Péssimo, né? 

Fiquei muito contente, pois a soma de tudo que eu comprei não deu para retirar um cupom da promoção de Natal do Shopping Ibirapuera. Sinal que gastei pouco, menos de 400 reais para todos os presentes. Aliás, só eu acho um abuso o cupom da promoção 'custar' 400 contos?   É muito dinheiro! Há outros shoppings que, para você conseguir retirar o cupom, é preciso juntar 600 reais em compras!  Realmente as coisas estão ficando bem fora da realidade. O pior que é bem fácil gastar 600 reais em presentes sem comprar muitas coisas. Tudo anda tão caro. Se não olhar as coisas com calma, não fizer pesquisa , a gente gasta isso facinho, facinho. Qualquer roupinha de marca, qualquer aparelho eletrônico está mais de 300 reais.  Eu fujo destes presentes caros. Não sou pão-dura não, mas acho que não precisamos gastar muito para comprar bons presentes.  

Agora é embrulhar os presentes. Poucos precisam de embrulho, pois a maioria já saiu das lojas com lindas embalagens de presente. Acho muito bacana as lojas que capricham no pacote de presente.  Para meus embrulhos comprei papéis de presente muito bonitos, mas sem  motivos natalinos, pois quando eu vi os papéis natalinos eu já estava na fila pra pagar e fiquei com preguiça de trocar tudo. No final estou achando legal ter na árvore presentes embrulhados com papéis com motivos não-natalinos. Vai dar um contraste bonito com a árvore. 



Nota da blogueira: Tenho que agradecer ao Dani, que me ajudou com as compras ontem. Me ajudou a escolher e me ajudou a carregar as sacolas. Um fofo cheio de paciência comigo. :) 


Comentários

  1. eu tb costumo acertar no presente, mas vc sabe agora onde tenho q ir pra comprar o presente da minha mãe, mas esse é encomenda. tem gente q costuma no natal dar grandes presentes, geladeira, fogão, móveis. eu acho meio impossível o presente mais caro ser no natal já q são mais pessoas pra presentear. eu gosto dos shoppings q colocam limites menores, bem menores e o presente é uma lata, um copo, algo mais simples, mas mais realista do q sorteio. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedrita, eu já tive épocas de querer dar um presentão de Natal. Mas nos últimos tempos tenho tido a tendência de dar presentes menos caros, mas não menos impactantes. Estou sempre buscando presentes legais sem gastar muito. E acho que estou conseguindo, pois as lojas sempre têm alternativa legais e mais baratas. Beijos e adorei o que vc vai dar para a sua mãe!

      Excluir
  2. Fico feliz que você tenha continuado com o blog!

    Feliz natal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vaynard, Feliz Natal! Viu só, a inspiração voltou com tudo e não consigo parar de escrever aqui! Viva! Beijos e obrigada pelo apoio de sempre!

      Excluir
  3. Eu sou péssima pra dar presente. Trocar presentes nunca foi uma tradição existente na minha vida (eu basicamente ganhava presente dos pais e avós e não os via presentearem mais ninguém, a não ser por obrigação) e acabei não criando o costume. Estou até aliviada por passar o Natal longe da família e me livrar da troca de presentes, hihihi.
    Mas concordo que comprar qualquer presente é uma epopéia pra não gastar muito. E concordo com a Pedrita que no Natal as pessoas esperam presentes "melhores", o que torna tudo mais difícil, o jeito é acertar em cheio no presente (como você costuma fazer!) pra que o fator "preço" não incomode.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Re, eu odeio dar presente por obrigação. Por isso fujo de amigo secreto e de festas de Natal com muito parente. Não é porque é meu parente que eu vou gostar da pessoa né? Ainda bem que os últimos Natais têm sido bem mais intimistas, só com gente bem próxima. E o fator preço tem pesado muito , pois tudo anda beeeeem caro . Desanima dar um presentão. Beijos!

      Excluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono