Pensativa


Ontem  pedi que o Spotify criasse uma programação baseada em uma música do Air Supply. Estava com vontade de escutar coisas lentinhas e antigas. E o Spotify colocou na playlist a música "The Living Years" do Mike and The Mechanics. Uma música que mexe muito comigo, em geral me faz chorar, e que era perfeita para o dia de ontem.  A música é triste, fala de morte, fala daquela sensação de frustração de não ter podido falar para a pessoa que faleceu tudo que queríamos. Que a morte realmente termina com tudo.  Esta música sempre me acompanhou desde a morte do meu pai. É a música que me faz pensar nele, me faz pensar em tudo que queria ter falado para ele e que não deu tempo. Nem tive como me despedir dele!  Entre eu saber que ele estava ruim (eu morava no interior e ninguém me falava o que acontecia, por não querer me assustar), visitá-lo e ele morrer, foi tudo muito rápido. Quando eu o vi no hospital ele já não estava mais aqui, já estava em coma. É algo que nunca vou superar. Nunca. 

E ontem foi um dia que tudo isso me veio à mente e esta música me trouxe estes sentimentos de volta. Um amigo de 30 e poucos anos faleceu.  Um cara cheio de vida, alegre, sempre animando todo mundo.  Tinha a vida pela frente, mas o mundo não quis que ele ficasse mais por aqui. Sua vida foi cortada. Tantos planos que ele deve ter deixado inacabados!  

Deste da morte da minha amiga há menos de 2 semanas que estou bem pensativa. Assustada, na verdade. Assustada com a possibilidade de a vida acabar bem antes que eu imagino. Com a morte do meu amigo, este assombro só aumentou. Eu estou em choque.  É assustador perceber que não temos certeza de nada. Que realizaremos nossos planos se o mundo deixar. A gente não tem controle de nada. Não temos controle do nosso tempo. 

Por isso, o que mais quero é  mostrar às pessoas que amo que realmente me importo com elas, tentar ser boa, tentar fazer a vida valer a pena. Tentar não deixar nada mal resolvido, nada pela metade.

Ser feliz e fazer os outros felizes. Falar mais eu te amo. Ser mais gentil. Me preocupar mais com os outros. Fazer valer cada minuto que me concederem neste mundo.


Comentários

  1. é difícil lidar com as perdas, tb fico muito triste. e é difícil a gente sentir que podia ter falado muito mais. eu tb tive momentos que fiquei pensativa em relação a precariedade da vida. se cuida. melhoras. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. A forma como as pessoas vão embora e nos deixam meio sem chão, acho que não tem uma explicação. Uma experiência assim, que tive em dezembro, me fez chegar à conclusão de que a gente faz planos, mas só Deus sabe o tempo e nós temos que viver as coisas que realmente importam, porque é tudo rápido demais! Beijos e fique com Deus.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta