Nostalgia Roqueira





Estou lendo a autobiografia da Rita Lee, na semana passada li a parte que ela conta sobre a apresentação no Hollywood Rock de 1995, única vez que a vi ao vivo. Foi bem nostálgico ler aquele trecho, pois a noite em que eu fui com a Paula no Estádio do Pacaembu assistir ao show, foi épica. Chovia muito mesmo, tipo as chuvas que estamos vivenciando atualmente na cidade. Foram horas na chuva! Mas valeu a pena, os shows foram muito bons, menos o do Spin Doctors, que foi tão chato. Uma frustação, pois eles estavam no auge do sucesso com a música Two Princes, mas nem esta música me empolgou! 

Fiquei enrolando dias para buscar fotos e vídeos deste show na internet e fui buscar justo hoje! Bem na data do primeiro dos 3 shows em São Paulo! Coincidência pouca é bobagem! Ainda mais que estava escutando Rolling Stones na hora. Aí pronto, estou aqui rodeadas de lembranças! Meio emotiva até! 

Curioso todas estas lembranças virem à tona, por caminhos tortos,  bem na época que estou vivenciando intensamente a música deles. Estou ensaiando as músicas do álbum "Sticky Fingers" para o próximo show da QEQS.  Quando eu pensaria que 22 anos depois daquele show eu estaria cantando as músicas dos Stones? 

Nunca morri de amores pelos Stones, fui ao show de 1995 por curiosade, afinal eles são uma banda mitológica! Eu, como boa roqueira, tinha que aproveitar a chance de presenciar um show deles. E eles me surpreenderam, fizeram um show de arrepiar e naquela noite entendi o motivo de tanto sucesso, tanta adoração. Os caras mandam muito bem no palco, fazem uma apresentação eletrizante. Rockstars mesmo!  Aprendi a respeitá-los deste então, mas se falar que virei fã, estarei mentindo.  

Hoje a música deles é presença diária na minha vida, muito ensaio para garantir uma performance de ótima qualidade em Maio.  Não sei se vou conseguir captar a mesma vibe do Mick no palco, o cara tem uma energia impressionante. Carisma, nem se fala. Estas lembranças fortes do show estão me fazendo pensar na minha presença de palco. Fiquei com uma ansiedade boa, com vontade de estar no palco! Ainda tenho alguns meses de companhia diária das músicas dos Stones. Acho que no fim desta jornada estarei bem próxima de virar fã deles. Ah, mesmo que eu não me renda aos encantos do Rolling Stones, já me rendi ao talento do Mick Jagger como vocalista. O cara é bom! A cada música do "Sticky Fingers" me deparo com um jeito totalmente diferente cantar. Impressionante! 



Nota da blogueira: O post sobre o livro da Rita Lee logo aparecerá por aqui. Estou quase no fim.  Já adianto que estou amando! 

Comentários

  1. é muito bom mesmo lembrar de algo que vivenciamos. em geral uma novela, muitos vivenciaram, mas eventos específicos como esse, são únicos e mais difícil de alguém ter vivenciado tb. deve ser muito legal essa sensação única. elogiam muito esse livro. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Olá,

    Recentemente eu também me peguei com saudades dos 'Stones', embora também não me considere fã deles. É que me lembrei de um dia especial em que ouvi, de madrugada (eu sempre acordei muito cedo, pouco antes das cinco), a baladinha Lady Jane, cantada por eles.
    Isso aconteceu há muitos anos e aquela música, ouvida no radinho a pilha que minha irmã esquecera ligado, bem baixinho, me emocionou, rsrs.
    Quanto à Rita Lee, sempre gostei dela, por isso quero ler este livro.

    Beijo

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta