Fofocando


Eu não resisto à uma revista de fofoca. Quando vou ao salão sempre procuro pela Contigo mais recente. Adoro! Gosto também de ficar lendo as manchetes das revistas de fofoca na banca de jornal. Me divirto com as manchetes das revistas baratinhas e sem noção. Às vezes acesso sites de fofoca como O Fuxico e Babado só para ficar por dentro do casa/separa/namora/separa dos famosos. Mas ultimamente a coluna de fofoca Zapping do Folha on Line está me incomodando. A colunista é sempre muito maldosa em seus comentários e não raro publica informações mentirosas. Outras vezes escreve de maneira dúbia com a clara intenção de provocar mal entendidos e depois , na maior cara de pau, escreve que não foi bem aquilo que ela publicou. Eu decidi que vou parar de ler esta coluna, não me sinto bem dando "ibope" para alguém assim. Infelizmente ontem eu caí na coluna sem querer. Cliquei num link de uma manchete do UOL, e pumba, lá estava eu! Não resiti e li tudinho. Droga. Mas resisti à tentação de ler as colunas anteriores que eu não tinha lido. Nem tudo está perdido. Ufa.
Eu acho natural nós, pessoas normais, termos curiosidade sobre a vida dos famosos, mas eu acho que a indústria da fofoca tem extrapolado nos últimos tempos. É uma briga selvagem de fotógrafos pela foto mais indiscreta do famoso do momento. Acho que este descontrole dos paparazzi acontece por conta dos famosos que se expõem muito na mídia e aí os fotografos acham que todos devem ser assim. Acabam se revoltando com os famosos que são mais discretos e avançam sem dó sobre a vida privada deles. O encontro sempre é tenso. Brigas, câmeras quebradas e até atropelamentos. E tudo isso gera mais assunto para a indústria da fofoca. É o tipo de fofoca que faz mal, mas dá dinheiro. Por isso estou tentando me afastar disso. Mas será que tem fofoca inofensiva?



Comentários

  1. Eu acho que fofoca,no sentido da palavra mesmo, sempre é do mal.

    Mas pessoas ditas públicas, artistas, políticos etc. tem que saber que com o pacote de grana vem também a exposição pessoal. Porque a massa não está interessada apenas num "trabalho" público, elasquerem abocanhar o criador e a criatura.

    Tem que aturar e isso de sair quebrando tudo é falta de noção.

    Também não concordo com os exageros, os fotógrafos nas árvores etc. mas é, na minha opinião, só uma conseqüência exagerada na busca pelo furo.

    E nós que consumimos somos responsáveis tanto quanto o artista superexposto. Eu acho, sim.

    mea culpa...

    beijo!

    ResponderExcluir
  2. E na tentativa de se proteger(?) de uma auto exposição da vida pessoal que muitas vezes as celebridades ou pseudo-celebridades fazem,comçam a delirar em comentários estranhos.Tipo,"estou me separando do meu quarto marido,mas ele está lá em casa todo dia é é meu melhor amigo","estou namorando há dois dias, tatuei o nome dele no meio dos peitos e vou casar amanhã,e é pra sempre"
    Essas coisas histéricas que parecem tentar provar que não há espaço para o luto,para a tristeza.Não existe felicidade diária,sem tropeços,não existe essa novela dentro do cotidiano.
    Isso tudo eu acho triste pacas.
    E fofoca inofensiva?hum,acho que não existe.Pode ser mais ou menos cruel,mas sempre é cruel.
    beijos.

    ResponderExcluir
  3. eu tb adoro uma revista de fofoca. é uma delícia me desligar da minha vida e bisbilhotar a alheia, nem que seja para defendê-los de calúnias. realmente essa coluna me incomoda também, volte e meia vem uma mentira e eles nem se dão ao trabalho de desmentir. a sensação que tenho é que ela acha que já que na chuva pra se molhar, tem que pagar com mentiras. parece inveja do sucesso alheio. mas como já te disse, o pior é um veículo de comunicação dar espaço a alguém que não é profissional. e em geral não é a coluna que fala que não era bem aquilo, pq eles se recusam a desmentir os erros, péssimo jornalismo, apesar que isso nem é jornalismo. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  4. Helen, concordo com você. Nós somos culpados por afinal consumimos estas notícias. Por isso resolvi parar de ler a coluna. Pois todo dia eu lia e ficava irritada com a maldade da fulana, então pra quê ler né?
    Mas uma coisa que me irrita são os famosos que se expôem e deposi reclamam da falta de privacidade... é fogo!

    Vivien, quanto tempo! :) Que bom ter ver por aqui! Eu também acho que as celebridades vivem uma realidade a parte. É tão estranho estas demonstrações exageradas de felicidade e amor. E a rapidez que eles se recuperam de uma amor desfeito? Impressionante!

    Pedrita, é bom mesmo bisbilhotar na vida dos famosos, mas quando o jornalista perde a linha aí fica tudo muito sinistro. Também acho que isso não é jornalismo. Ah, e sinto que há um inveja sim naquelas notinhas maldosas.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Eu vejo as fofocas na Internet ou leio quando vou cortar o cabelo. Às vezes é sobre artistas que eu nem sequer conheço, mas leio igual. Claro que quando há maldade perde a graça.

    ResponderExcluir
  6. Acho engraçado isso da vida pública dos artistas. Há gente que contrata assessor de imprensa só pra sair na mídia, se mata por sair numa foto na revista, mas depois que ganha fama, diz que nao estao respeitando sua individualidade e privacidade. Como diria aqui: "dejense de joder!"

    Beijinhos,

    Mari

    ResponderExcluir
  7. Eu também leio revistas de fofocas (no salão e na banca de jornal). Entretanto elas só existem porque nós as consumimos.
    E quem resiste ? Nem o meu pai ...
    O pior é que quanto pior a fofoca mais queremos saber de todos os detalhes ...
    Ah! Você sabia que o Eddie Murphy já se separou após 15 dias de casamento ?

    Bjs.
    Elvira

    ResponderExcluir
  8. Camila, é difícilmesmo resistir. Acho que a gente é curiosa demais! eheh

    Mari, eu também odeio este tipo de famoso. O cara leva o fotógrafo até na lua de mel e deposi reclama de invasão de privacidade!

    Elvi, o Eddie Murphy foi rápido, heim? Não deu nem para curtir a lua de mel!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Acho muito engraçada as famosas de Carnaval...rs... tipo Renata Banhara, Angela Bismark, etc... Elas parecem que somem da mídia durante 350 dias e só aparecem durante 15 dias no ano hehehehehe

    Beijocas

    ResponderExcluir
  10. Fofoca é ruim. Se não for ruim, com certeza não vai ser chamado de fofoca. Mas ninguém está livre, seja falar de um conhecido, de um anônimo na rua, ou de famosos. Eu não assisto tv direito há tantos anos que essas revistas não me interessam, porque vejo as notícias e nem sei quem são a maioria das pessoas =) Mas é da natureza humana, eu acho, pois ninguém se livra, nem os homens, que falam tanto que mulher é fofoqueira. Às vezes eles são até piores. Mas temos que saber o limite entre a fofoca e a difamação ou algo mais pesado... pra não deixar a coisa fugir do controle, como no caso dos jornalistas, fotógrafos etc. Mas ser famoso já embute uma boa dose de encheção de saco, então...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Dani, as famosas de carnaval são um mistério mesmo! Pra onde vão quando o carnavala acaba???

    Rê, homem é muito mais fofoqueiro que a gente. Já tive provas disso! O que não pode é ultrapassar o limite como você mencionou, senão fica uma coisa feia demais.


    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Meus Furacõezinhos!

Ovono