Meu nome não é Johnny


Sábado foi noite de cinema, sessão dupla no Cinemark do Market Place : Meu Nome Não é Johnny e Beowulf 3D. Eu precisava ir ao cinema, estava sentindo falta da sala escura e da tela grande.
Gostei muito do filme do Johnny, envolvente do início ao fim. História real do garoto classe média que virou traficante. João Guilherme não tinha intenção de fazer carreira no comércio de drogas, apenas viu que a atividade dava boa grana e assim ele conseguia curtir a vida, bem no estilo sexo, drogas e rock n´ roll, sem ter que trabalhar. Tudo que ele ganhava ele gastava. Não juntou dinheiro, não fazia economias e levava uma vida de festa. Até o dia que tudo deu errado e foi para cadeia. Foi ao inferno para sair da vida louca que levava.
Selton Mello está muito bem no filme, faz um João bem boa praça e em alguns momentos debochado. Nos momentos de sofrimento está impecável. Cléo Pires, que faz a namorada de João, continua Cléo Pires. Ela não interpreta, chega a incomodar perceber que vemos na tela a atriz e não a personagem. Quem merece destaque, e infelizmente não teve nenhum até agora na mídia, é a Rafaela Mandelli, que interpreta Laura, amiga de João também envolvida com os negócios de drogas. Está ótima no papel e passa muita verdade em todas as suas cenas.
Gostei muito da caracterização de época do filme, início dos anos 90, bem precisa e nada caricata. Tiveram até o cuidade de deixar LPs bem característicos da época espalhados pelos cenários, tudo bem que foram estes mesmos LPs que me fizeram pegar um errinho de continuidade, mas deixa pra lá.
Um bom filme, com roteiro bem elaborado, edição dinâmica nos momentos adequados e andamento mais lento quando a história pedia isso. Um filme inspirado. Vale a pena assistir.

Amanhã Beowulf por aqui.



Comentários

  1. nao pesquei a continuidade...

    tente assistir a entrevista do Joao e do Selton pela Marilia Gabriela!!! muito boa!! E me fez ficar ainda mais fa do Selton lindinho!! rs

    ResponderExcluir
  2. Andrea, acho que vc vai gostar! Depois me conte o que achou!

    Sugar, a falha de continuidade aconteceu quando o João leva a namorada para a casa dele pela primeira vez, no sofá tem um monte de LPs, inclusive um do Jive Bunny, eles jogam os Lps no chão, mas segundos depois, quando mostra os dois se agarrando, o LP est´aem cima do sofa de novo, o mesmo Jive Bunny...

    Vou procurar a reprise da entrevista!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. eu tb estou sentindo falta de ir ao cinema, quase fui no domingo, mas escolhi descansar mais um pouco. eu tenho vontade de ver esse filme. eu gosto muito da rafaela mandelli, ela está atualmente me caminhos do coração. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  4. Estou louca pra ver esse filme, mas do jeito que ando assídua no cinema, vai acabar ficando pro DVD... :-/ bom saber que o filme agradou!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. eu gostei muito mesmo. e, bom, não acho a cléo assim tão ruim. acho que ela ainda vai amadurecer. também achei a rafaella muito bem. bjs!

    ResponderExcluir
  6. eu gostei, mas encanei com as piadinhas exageradas. e aquela primeira cena tambem é um exagero... a que faz a mae do selton [esqueci o nome da bendita] tambem nao me agrada nunca... caricaaaaaaaaaata. enfim. de resto o filme é bom. e tem uma pontinha com o amarante-delícia.

    beijo.

    ResponderExcluir
  7. me conta o errinho de continuidade. adoro errinhos de continuidade.

    ResponderExcluir
  8. Pedrita, espero pelo seu post sobre o filme.

    Rê, espero que consigar ver o filme no cinema. A trilha do filme também é muito boa!

    Cris, eu achei a Cléo Pires no filme igualzinha ao papel dela na última novela que fez. Por isso a má impressão.

    Lili, o errinho de continuidade eu contei na minha primeira resposta aos comentários... veja a resposta para a Sugarbaby!

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta