Soletrando



Em filmes onde aviões tem um lugar de destaque na trama é um tal de papa tango pra lá, charlie fox pra cá e vários alphas, quebecs e bravos espalhados pela história. Por muito tempo eu nunca entendia porque eles falavam daquele jeito e ficava intrigada. Só fui saber do que se tratava quando comecei a trabalhar na TransBrasil. Aprendi que o que parecia para mim uma linguagem sem sentido era na verdade o alfabeto fonético que é parte fundamental para uma boa comunicação no meio da aviação. É uma coisa muito útil e todos deviam aprender na escola, pois facilita muito mesmo na hora de soletrar para alguém uma palavra com grafia complicada, principalmente se a conversa ocorre ao telefone, quando a pronúncia das palavras fica prejudicada pelas interferências na transmissão da voz. Não é só no programa do Luciano Huck que as pessoas soletram bastante, no meu trabalho isso é uma constante, pois lido com muitos códigos e tenho que anotar e-mails e nomes dos clientes. Nem sempre o cliente tem um nome ou um endereço de e-mail de fácil compreensão, aí tenho que pedir para a pessoa soletrar. E falar só a letra não adianta, pois ao telefone um F soa como um S, um V como um Z. Assim a pessoa tem que exemplificar a letra com uma palavra, e como a grande parte das pessoas desconhece o alfabeto fonético, esta tarefa acaba sendo demorada . As pessoas demoram para achar uma palavra, são segundos que acabam fazendo diferença no tempo de atendimento. Infelizmente eu não posso fazer o uso do alfabeto fonético como se deve, pois como as pessoas o desconhecem, vão boiar se eu falar direto uma palavra qualquer. Um exemplo, se eu falar " mike alpha romeu india oscar november" a pessoa do outro lado não vai entender que estou soletrando uma palavra, vai pensar que eu sou louca, isso sim. Assim tenho que falar a letra mais a palavra, o que deixa tudo menos dinâmico. Gosto quando aparece cliente que conhece o código, tudo fica mais rápido e o entendimento entre a gente é muito mais fácil.
Quer aprender a usar a alfabeto fonético? Só decorar a tabelinha abaixo:

É fácil de decorar, pois as palavras são bem conhecidas e de fácil pronúncia. Realmente é algo muito bem feito e que serve para facilitar a comunicação. :)


Bom fim de semana!





Comentários

  1. Patry,

    Gostei da dica.

    Dá para aplicar no dia-a-dia e tb. nos jogos recreativos com os alunos.

    Beijos.

    Tininha

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto desse alfabeto, mas não conhecia todas as letras :)
    Realmente soletrar às vezes é complicado! Parece fácil mas as palavras fogem... E aí acabamos falando várias coisas engraçadas, rs... lá no trabalho o pessoal montou um alfabeto escatológico... mas esse nao dá pra usar no telefone... e tbm brincamos de soletrar de outro jeito: R de Renata, E de Enata, N de Nata e por aí vai :) Dá pra se divertir um pouco soletrando palavras compridas!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Marion, tem uma pessoa em casa que conhece esse código : meu pai, por causa da Aeronáutica. Ele fala assim com a gente no tel, quando quer se certificar de algum dado.
    É muito útil mesmo, não tem erro.
    Bjoo e bom fds!

    ResponderExcluir
  4. Aqui na Telefónica eu tenho que soletrar sempre meu sobrenome, porque é basicamente meu endereço de email porque, qdo digo "Galego", todos me dizem: "Que??? Galeno???" Quero ter um treco! Por isso já arranco soletrando pra evitar confusao. Além disso usamos palavras que eu nao sabia que eram usadas para soletrar, aprendi no suporte do MSN. Para a letra O, por exemplo, usamos "O de Oscar". Agora já estou acostumada.
    Foi engraçado qdo eu disse um dia "G de gato". Aqui, gato é como uma mulher toda montada e fácil. Meus colegas riam de mim...Pobrecita!

    ResponderExcluir
  5. Que bacana, Marion! Tratei de salvar a imagem pra aprender depois.

    Mas, uma dúvida... O que são esses tracinhos e pontinhos ao lado das letras? Código morse?

    Um abração,
    Tati

    ResponderExcluir
  6. Tininha, é bem útil mesmo!

    Rê, tem gente que fala cada coisa! risos Eu às vezes tenho que me segurar para no rir...

    Miss Oak, para seu pai deve ser natural falar com estes códigos.

    Mari, mas como vc poderia saber o lance do gato??? Risos Ah,meu sobrenome eu também que soletrar sí o sí! Ninguém entende!

    Tati, olha eu nem tinha reparado que os tracinhos podiam ser alguma coisa! risos Mas deve ser sim o código morse...

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. nunca na minha vida eu tinah ouvio falar desse alfabeto fonetico hauhauhauha valeua dica

    bom eu entende adificuldade com so nomes, piores são os sotaques, eu sou mineiro que fala porrrrrrrta porrrrrrteira e tuo mais, eu estou fazendo o possivel pra melhorar
    mais tive probelams aqui em manaus
    de onde eu venho a gente "Fécha a porta" com o e falando é, pois é a vogal tonica da palavra, aqui em manaus ele "Fecham a porta" com e com o sondo do "ei" na palavra peixe, o mesmo que a gente usa no fecho (aquele botao da camisa).

    nao sei pqa vida da marion é tao interessante


    hauahuahua a palavra aqui pra confirmar é miumegal

    ResponderExcluir
  8. Gammelo, o jeito de falar muda muito mesmo. Eu quando fui morar no interior de SP aprendi a falar de um jeito novo, os termos mudam muito ! É curioso!

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta