Fortes emoções

O domingo começou com uma visita à fábrica dos chocolates Araucária. Lá tem uma mini-mini exposição sobre a história do chocolate e a própria história da marca deles. Gostei das fotos dos equipamentos que eram usados antigamente para se fazer chocolate. Depois da visita compramos muitos chocolates ali, incluindo os mini alfajores, que são deliciosos!


Depois seguimos em direção à Pedra do Baú, uma grande montanha da região. Mas demoramos para chegar lá, pois fomos fazendo paradas pelo caminho. A primeira escala foi na Gruta dos Crioulos. Foi a primeira vez que entrei em uma gruta, achei bonita, mas confesso que achei pequena.


Como percebemos que a Pedra do Baú era longe, longe, resolvemos fazer mais uma parada, desta vez no parque Pesca Na Montanha. Lá é um lugar que reúne atividades como passeios à cavalo, pescaria, arvorismo, arco e flecha, tirolesa e caminhadas. Primeiro fomos fazer arvorismo. Nunca tínhamos feito e estávamos bem curiosos. Eu estava com medo, mas a curiosidade era maior. O circuito fica a uns 20 metros de altura e consiste em percorrer os "caminhos" entre as árvores. Foram 3 tirolesas e algumas passarelas. Wally foi sempre na frente, ele se saiu muito bem e estava bem tranquilo sempre. Eu me apavorei na primeira passarela, era uma "ponte" formada por pauzinhos que se a gente pisasse errado a ponte virava. Eu fiquei nervosa e achei que não conseguiria. Mas respirei fundo e fui. Depois o resto foi mais tranquilo. Eu me senti o Sonic, pois cada vez o caminho ficava mais complicado, a superfície que havia para pisarmos ía diminuído ou ficado cada vez mais inusitada. No final completei tudo direitinho, o instrutor explicava bem como atravessar cada obstáculo e o Wally me dava dicas preciosas também. O circuito terminou com uma tirolesa de 90 metros de comprimento. Gostei, dá uma sensação boa no final. Sensação que a gente é capaz de fazer coisas que pareciam impossíveis.




Aproveitamos a promoção e compramos o pacote do arvorismo com a tirolesa grande, de 200 metros de comprimento. Esta tirolesa é sobre um lago. É grande. Nem preciso dizer que fiquei com medo, muito medo. Era o medo brigando com a vontade de experimentar. Os momentos que antecederam o meu pulo foram tensos, mas eu não desisti!


Tudo é feito com segurança, os instrutores colocam na gente os equipamentos e se certificam que tudo está bem preso. Para chegar à plataforma fizemos uma caminhada pela mata, para subir o morro. É curta mas íngreme, assim cheguei lá na plataforma quase sem fôlego. Quando chegou a minha vez bateu o medão. Eu percebi que não teria coragem de me jogar, era muito alto. Mas o instrutor disse que eu poderia me sentar na plataforma e então "saltar". Como me pareceu menos assustador, me sentei na plataforma, me inclinei e fui! Como foi? Veja no vídeo abaixo.





Eu não queria ter gritado tanto, mas não teve jeito. Quando dei por mim já estava gritando e de olhos fechados. Mas abri os olhos pois tinha que ficar na posição certa para aguentar o tranco da freada no final do percurso. E o tranco foi forte! Mas aguentei o tranco e terminei o percurso entusiasmada. Foi muito bom e muito rápido! É uma emoção forte mesmo. Acho que foi a coisa mais radical que fiz na vida até hoje. Wally adorou também!


Amanhã o final da viagem! :)

Comentários

  1. hj em dia há vários passeios ecológicos em campos de jordão. antigamente era muito difícil e rústico chegar a pedra do baú. meu pai tentou levar a gente qd éramos crianças e só conseguimos atolar na estradinha de terra hehe. adorei os passeios. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  2. Muito bem!!! Que coragem! Eu confesso que tb tenho muitos problemas com essas aventuras, porque tenho muito problema com a altura e equilíbrio.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Aeee Marion, corajosa! =D
    Eu não iria rsrs MORRO de medo!
    Mas legal vc ter encarado. Superou uma insegurança e se divertiu! É isso aí, garota!
    =*

    ResponderExcluir
  4. Corajosa! Eu MORRI de medo no arvorismo, lá em Brotas! dos 5 percursos fiz 4, e chorando! Gabriel tira sarro de mim até hoje... Mas a tirolesa é uma delícia, morro de vontade de fazer de novo!

    E fábrica de chocolate é uma tentação né? Visitei duas lá no sul, só que a anta aqui comprou chocolate pra família inteira e esqueci de comprar pra mim... :-p

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Pedrita, chegar até a Pedra do Baú é difícil ainda! O trecho final de estrada de terra é complicado !!!

    Mari, eu sou medrosa e me espanto quando resolvo me arriscar assim!

    Miss Oak, nem sei como tive coragem... quase desisti da tirolesa grande quando vi como o tranco do final era forte. Mas ainda bem que criei coragem!

    Rê, quando eu estava lá em cima tremendo na passarela entre as árvores eu lembrei de você! Dá medo mesmo... mas o Gabriel é mau de tirar sarro de você .. risos fala que ele é um bobo! Tirolesa me deu mais medo, mas adorei!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Patry,

    Sensacional..

    Parabéns!!!

    Beijos.

    Tininha

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta