Amanhecer


Impossível escrever sobre o último livro de uma saga sem deixar escapar alguns spoilers. Portanto, caso você seja fã da estória de Bella e Edward e ainda não leu ainda "Amanhecer", melhor deixar este post pra lá. Eu pelo menos odeio saber o que vai acontecer nos livros/filmes/novelas/seriados que eu sou fã. Mas se continuar lendo, a blogueira não vai aceitar reclamações, tá? 

Terminei de ler "Amanhecer" ontem à tarde. Gostei do livro e do seu final feliz. Eu não esperava outra coisa, improvável a autora oferecer aos seus fãs um final trágico. Mas isso foi algo que me incomodou, chegou um certo um ponto que foi criada uma situação de perigo extremo para a família dos vampiros Cullen e Bella e com a obviedade do final feliz, acabei ficando cansada de tanta enrolação para o desfecho. A autora tentou criar um clima e tensão, mas acabou só me aborrecendo. Mas ela acertou no clima de romance, Bella e Edward funcionam bem juntos, apesar da chatice dela. Neste livro os dois se casam e finalmente vão além dos beijos. Realmente  Edward é o vampiro mais santo que existe no mundo, esperou o casamento para transar com a mocinha. E depois do casamento Bella vira uma vampira, como era planejado. Mas as coisas acontecem de forma diferente, ela não vira vampira por conta do acordo com Edward e sim para se salvar da morte certa. Bella se coloca em risco para dar vida à sua filha. Ela resolve levar até o fim a gravidez de alto risco, afinal o bebê semi-vampiro praticamente destrói o corpo da mãe. Confesso que fiz careta quando cheguei a este ponto, achei um tanto exagerada esta história de Bella grávida de um vampiro. A autoria quis dar um motivo nobre para a transformação de Bella em vampira, pelo jeito somente o amor de Bella por Edward não bastava. Mas acabei me encantado pela filhinha dos dois. Ficou uma personagem cativante, apesar do nome, uma junção péssima dos nomes da mãe e da sogra de Bella. Apavorante. Pobre menina! 

O desejo por final feliz da autora acaba tornando as coisas muito fáceis para Bella. A transformação dela em vampira é muito suave. Ela praticamente não sofre, consegue controlar seus anseios por sangue com tranquilidade. Ou seja, é uma vampira recém-nascida que não teve problemas com a transição, tudo para ela foi fácil. Eu acho que ela deveria ter sofrido um pouco, não porque eu não goste dela, mas para dar uma pitada de tensão na história. Mesmo com tudo muito cor de rosa para meu gosto, eu adorei o livro. É bom de ler. No final já estava lendo em velocidade reduzida para "economizar" história. Afinal este é o último capítulo  da saga e sabia que sentiria saudades dos vampiros. Como já sinto. Sentirei saudades dos meus persongens preferidos: Edward e Alice, a vampira-irmã de Edward. Uma personagem encantadora. Bella? Apesar de ter pegado birra dela em alguns momentos, eu gosto dela e como vampira ela ficou menos chata. E finalmente percebeu como ela conseguia aborrecer os outros com o seu jeito chatinha de ser. Assim Edward terá uma eternindade mais agradável ao lado de Bella, ganhou uma Bella mais mulher e sem tanta frescura.

 

Comentários

  1. oi Marion
    eu aidna nao tive a oportunidade, li somente o crepusculo e a chatice de lua nova me incomodou tanto que abandonei a leitura.
    Mais dequalquer forma ainda quero ler. Ei Marion escrevi um livro, acho q talvez vc goste... posso te mandar pro gmail do blog?
    Bjão

    ResponderExcluir
  2. Marion, que bom que, ao contrário de Eclipse, não expressei minha opinião antes de vc começar a ler Amanhecer.

    Senão era bem capaz de vc desistir.

    Terminei de ler domingo e ODIEI. Achei surreal e arrastado por demás (mesmo sendo um livro onde vampiros brilham e lobisomens não são lobisomens, rsrsrs).

    Achei que a autora meio que se "perdeu" e precisou encher linguiça para conseguir escrever um livro com mais de 20 páginas, sabe? Fora que ficou o livro INTEIRO criando uma expectativa danada pro tal confronto e quando chega na hora H aquela "briguinha" xoxa que só cutucava o escudo da Bella?

    Ah, faça-me o favor. Ú Ó.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Gammelo, Lua Nova me irritou muito também. Quase larguei no meio. É o pior livro de todos, com certeza. Manda o livro para o email do blog. :)

    Helen, concordo com você foi muita enrolação no final principalmente. Eu odiei a parte antes do tal confronto. Levou páginas e páginas para criar uma tensão cretina, pois tava na cara que NADA ia acontecer de errado.

    Ah, sabe o que não gostei tb, achei forçado demais, foi o Jacob se comprometer com a filha da Bella. Parece prêmio de ocnsolação! Não tem a mãe fica com a filha mesmo! Fora que acho tão bizarra esta história de ter como prometida uma criança. Afe! Mas uma coisa é certeza, Lua Nova é pior que Amanhecer! Muito pior!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Vamos, comente!!!

Postagens mais visitadas deste blog

Na Secadora Não!

Ovono

Papel e caneta